Convite do MAPA busca atualizar regulamento de fiscalização de produtos de uso veterinário

//Convite do MAPA busca atualizar regulamento de fiscalização de produtos de uso veterinário

Na edição de desta terça-feira (23) do Diário Oficial da União, a Secretaria de Defesa Agropecuária do MAPA publicou a Portaria nº 207, datada de 18 de fevereiro de 2021, pela qual efetua convite aberto à participação geral em “Tomada Pública de Subsídios”. Segundo o portal Notícias Agrícolas o objetivo é permitir “a ampla divulgação e a participação de órgãos, entidades ou pessoas interessadas em contribuir com a discussão sobre a atualização do Regulamento de Fiscalização de Produtos de Uso Veterinário e dos Estabelecimentos que os Fabriquem ou Comerciem, aprovado pelo Decreto nº 5.053 , publicado no Diário Oficial da União de 23 de abril de 2004”. Clique pelo aqui para acessar, no site do MAPA, o formulário para participação na presente Tomada Pública de Subsídios.

Ibama autoriza contratação de tratadores de animais em Seropédica

O Ibama autorizou a contratação de pessoal para o Centro de Tratamento de Animais em Seropédica, na Baixada Fluminense, onde mais de 600 animais morreram nos últimos quatro meses por falta de tratadores. De acordo com o G1 a autorização do Superintendente Regional do Ibama, o contra-almirante da reserva da Marinha, Alexandre Dias da Cruz, foi dada horas após o RJ2 denunciar nesta segunda (22) a situação precária em que se encontravam os animais. Serão contratados da empresa Cemax Administração e Serviço LTDA, oito tratadores diurnos e dois noturnos pelo prazo de 12 meses. Como mostrou a reportagem, são 1,2 mil bichos vítimas de maus tratos por traficantes que lucram com o comércio ilegal de aves, macacos e outras espécies. O espaço é responsável pelo tratamento e recuperação dos animais feridos. No entanto, o Ibama não renovou o contrato com as empresas terceirizadas responsáveis pelo serviço dos tratadores. Segundo testemunhas, os animais chegaram a ficar 50 dias sem qualquer assistência. Um documento revela que, desde setembro do ano passado, o superintendente tinha conhecimento da necessidade de contratar empresas para cuidar do centro. Ele designou servidores para planejar a contratação de equipe de tratadores de animais. O contra-almirante Alexandre foi nomeado para o cargo no Ibama em março de 2019 pelo ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles. Uma das primeiras medidas do superintendente foi exonerar o fiscal do Ibama, servidor de carreira do instituto, José Augusto Morelli. Foi o fiscal exonerado quem autuou e multou o então deputado federal Jair Bolsonaro por pesca ilegal na estação ecológica Tamoios, em Angra dos Reis. Rogério Rocco foi superintendente regional do Ibama por três anos. Professor de direito ambiental, ele considera grave a omissão da superintendência neste caso. “É como uma espécie de hospital de animais. Você precisa de um tratamento permanente, de um ambiente limpo, de profissionais habilitados pra esse tratamento. A renovação do contrato deve ser providenciada antes do seu vencimento para que quando ele vença já haja um novo contrato, eventualmente com novas equipes. Mas não pode haver esse lapso, porque o cuidado com os animais é cotidiano, ele é diário. Então não pode deixar sem contrato. Perder um contrato desse é má gestão, é negligência. E esse evento configura inclusive crime contra o meio ambiente”, afirmou o professor.

Produção de leite orgânico no Brasil tem projeto de pesquisa aprovado na Embrapa

A Embrapa aprovou neste mês o projeto que viabiliza o “Observatório do Leite Orgânico”. O objetivo do Observatório é realizar o mapeamento e a caracterização dos sistemas de produção de leite orgânico no país, catalisando informações sobre esse modelo de produção, que ganha cada vez mais adeptos no setor produtivo (veja tabela ao final desta reportagem). “A ausência de dados a respeito da produção orgânica, nos diversos elos da cadeia, é o principal gargalo para o crescimento do setor no país”, diz Fábio Homero Diniz, analista da Embrapa Gado de Leite. Segundo ele, o Observatório irá reunir, em uma única plataforma, dados e informações sistematizadas sobre a cadeia agroalimentar do leite orgânico. A expectativa é realizar uma ampla caracterização e monitoramento territorial das fazendas de leite orgânico, com dados sobre o tamanho do rebanho, produtividade, ambiente e avaliação da eficiência dos sistemas. A plataforma também conterá dados sobre fornecedores de insumos como grãos e sementes orgânica e medicamentos. Fernanda Samarini Machado, pesquisadora da Embrapa Gado de Leite, diz que é essencial para o crescimento do setor poder contar com uma plataforma digital, aglutinando informações: “A produção de leite orgânica é diferenciada, principalmente por não adotar insumos químicos e pela dificuldade em adquirir bioinsumos”. O Observatório fará uma intermediação entre os elos da cadeia produtiva, com informações sobre canais de distribuição e circuitos de comercialização. A ideia de se criar o Observatório surgiu em 2019, a partir de diálogos com representantes dos diversos elos da cadeia. Em 2020, foi realizado um estudo prospectivo sobre a pecuária leiteira orgânica nacional. O próprio estudo é uma prévia do potencial do Observatório e da lacuna que ele irá cobrir. A partir daí, foi possível obter um pequeno Raio X do setor. A pesquisa revelou que os rebanhos são compostos predominantemente de animais Holandês-Gir, Holandês-Jersey e Jersey. A área média das propriedades é de 270 hectares (mínimo de três ha e máximo de 2.980 ha), com área média dedicada à pecuária orgânica de 81,5 ha. Veja outros dados identificados na prospecção.

Pecuaristas temem gado importado

A redução da oferta de gado para abate no Brasil, causada pela seca acentuada em algumas regiões produtoras em 2020, levou o Sindicato das Indústrias de Frios, Carnes e Derivados de Mato Grosso do Sul (Sicade-MS) a pedir autorização ao Ministério da Agricultura para importar animais vivos do Paraguai. A falta de matéria-prima levou à paralisação de duas plantas no Estado e à redução de 20% na capacidade produtiva dos frigoríficos. Pecuaristas do vizinho Mato Grosso reagiram à proposta e alertaram que, com uma eventual compra de bovinos paraguaios, ainda não permitida, o país pode acabar exposto a risco sanitário. Segundo Comarella, dois frigoríficos deixaram de abater neste mês devido à falta de boi pronto. A atividade em Mato Grosso do Sul reduziu cerca de 20% em janeiro, quando foram abatidas 216 mil cabeças. A média mensal é de 260 mil unidades. “Em fevereiro, devemos abater de 35% a 40% menos”, explicou. O sindicato disse que o pedido de autorização para importar não especifica prazo ou cota – o Valor Econômico apurou que o objetivo é trazer ao menos 20 mil cabeças de gado do Paraguai. Lá, a cotação está mais baixa. De acordo com a Scot Consultoria, a arroba está avaliada em US$ 45,75 no país vizinho, ou quase R$ 249. No Brasil, o boi gordo estava cotado a US$ 54,45 ontem, ou R$ 296. O rebanho bovino brasileiro, que tem mais de 220 milhões de cabeças, é o maior do mundo para fins comerciais. O país não importa gado para abate. Recentemente, foi permitida a compra de gado vivo do Uruguai, mas a importação brasileira tem se limitado a animais reprodutores. Em nota, o Ministério da Agricultura afirmou que a demanda do Sicade/MS está em análise pela área técnica e que a importação do Paraguai ainda não está autorizada. O tema é tratado de forma bilateral com as autoridades paraguaias. Será necessária a assinatura de um memorando de entendimentos para cooperação em matéria de saúde animal para garantir a troca de informações sanitárias entre os países e ações conjuntas em questões de vigilância nos municípios de fronteira e nos pontos de ingresso em cada país, afirmou a Pasta.

NA IMPRENSA

Folha de S.Paulo – Anhembi Morumbi faz campanha de vermifugação para cães e gatos em SP; saiba como participar

Folha de S.Paulo – Gestão Doria leiloa concessão de Zoológico de SP, Zoo Safari e Jardim Botânico por R$ 111 milhões

O Estado de S.Paulo – O coronavírus mata os visons, portanto, eles também podem receber a vacina

O Estado de S.Paulo – Por R$ 111 milhões, consórcio vence concessão do Zoológico e do Jardim Botânico de SP por 30 anos

O Globo – Falta de funcionários faz Ibama fechar por dois dias único centro para receber animais silvestres no Rio

G1 – Filhote de gorila é o primeiro a nascer no zoo de Berlim em 16 anos; veja vídeo

G1 – Zoológico de Berlim celebra o nascimento do primeiro bebê gorila em 16 anos

G1 – BR-319: Ibama ainda tem dúvidas sobre liberar reconstrução do ‘trecho do meio’

G1 – Ibama autoriza contratação de tratadores de animais em Seropédica

G1 – Ibama manda contratar pessoal para centro de tratamento onde mais de 600 animais morreram em 4 meses

G1 – Pub irlandês se torna clínica para animais selvagens devido à pandemia; veja FOTOS

G1 – Ursa faz ‘hidroginástica’ para tratar artrose em santuário de animais no interior de SP

G1 – Homem é preso em flagrante após agredir cachorro com pedaço de ferro; animal não resistiu

G1 – Leitura de signos adaptada aos pets melhora relacionamento, dizem astrólogas

Correio Braziliense – Primeiros seres humanos chegaram à América do Norte acompanhados de cães

Valor Econômico – Pecuaristas temem gado importado

Valor Econômico – Maior empresa de aves da França deixará de comprar soja de áreas desmatadas no Cerrado

Valor Econômico – Produtora de carne de frango São Salvador Alimentos protocola pedido de IPO

Valor Econômico – Ressonância magnética já tem usos agrícolas

Embrapa – Fim do auxílio emergencial afeta mercado de lácteos

Embrapa – Embrapa Gado de Leite e Cemig concluem ações de eficiência energética

Embrapa – Produção de leite orgânico no Brasil tem projeto de pesquisa aprovado na Embrapa

Embrapa – Saúde e sustentabilidade ganham espaço na escolha por leite e derivados

CNA – CNA e Superintendências de Desenvolvimento Regional debatem alternativas para conter crise do setor lácteo

AgroLink – Minerva Foods renova parceria com o Projeto Arrastão, no Campo Limpo/SP

AgroLink – Inscrições abertas para Teste de Eficiência Alimentar Angus 2021

AgroLink – Live vai falar do aumento da produção de tilápia

AgroLink – Custo (e não o mercado) elevou o frango vivo a novo patamar de preço

AgroLink – RS: Aurora investe R$ 28,6 mi na unidade industrial de suínos de Erechim

AgroLink – Mancha Crioula traz destaques do Cavalo Crioulo em leilão

AgroLink – Indústria de ovos tem 77 vagas abertas

AgroLink – Boi gordo: preços andando de lado em São Paulo

AgroLink – Microbiomas projetados permitem “frango verde” sem perda de produção e com redução de custo

AgroLink – Produção de leite orgânico no Brasil tem projeto de pesquisa aprovado na Embrapa

Anda – Criança faz apelo após cadela ser levada por bandidos: ‘estou sofrendo muito’

Anda – Gato adota gatinhos resgatados da rua: ‘todos ronronam quando estão juntos’

Anda – Caçadora que já matou 500 animais posa para foto com coração de girafa morta

Anda – Ursa resgatada de zoo faz ‘hidroginástica’ em santuário para tratar artrose

Anda – Mais de 600 animais passam fome e morrem em centro de tratamento do Ibama

Anda – ‘Comer carne é um tipo de racismo’, diz pesquisadora ao incentivar o veganismo

Portal do Agronegócio – Novos surtos de doenças em suínos na China geram dúvidas sobre a recuperação

Portal do Agronegócio – Custo (e não o mercado) elevou o frango vivo a novo patamar de preço

Portal do Agronegócio – Ação no mercado árabe promove qualidade e segurança da carne brasileira

Portal do Agronegócio – Mais de 14 milhões de cabeças de gado são vacinadas contra aftosa em Mato Grosso

Notícias Agrícolas – Mapa divulga lista preliminar de embarcações habilitadas para pesca da tainha em 2021

Notícias Agrícolas – Convite do MAPA busca atualizar regulamento de fiscalização de produtos de uso veterinário

 

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »