CONGRESSO É ILUMINADO DE LARANJA EM ALERTA SOBRE A ESCLEROSE MÚLTIPLA

//CONGRESSO É ILUMINADO DE LARANJA EM ALERTA SOBRE A ESCLEROSE MÚLTIPLA

As cúpulas do Congresso estão iluminadas na cor laranja, até 31 de agosto, a pedido da Associação Amigos Múltiplos pela Esclerose (AME). Segundo a Agência Senado, em 30 de agosto é celebrado o Dia Nacional de Conscientização da Esclerose Múltipla, data estabelecida pela Lei 11.303, de 2006. Segundo Giulia Gamba, da equipe de comunicação da AME, essa data é essencial para conferir visibilidade à doença neurológica que afeta 40 mil pessoas no Brasil e 2,5 milhões em todo o planeta. A esclerose múltipla é a doença neurológica que mais afeta jovens adultos no mundo. Trata-se de uma doença que afeta o sistema nervoso e, com isso, pode atingir diversas funções ligadas ao trânsito de informações dos neurônios para o resto do corpo. Quando esse caminho é prejudicado pelas lesões da EM, essas informações se dissipam. “Em 85% dos casos, a EM é diagnosticada depois de uma síndrome clinicamente isolada”, informa a Agência.

 

Entidades médicas lançam manifesto com propostas para presidenciáveis



Em meio a diversas convenções partidárias agendadas para a semana, entidades médicas divulgaram nesta quinta-feira (2) um manifesto, elaborado durante o 13º Encontro Nacional de Entidades Médicas em junho, a ser entregue aos presidenciáveis, com propostas para melhorar a saúde no Brasil. De acordo com o Correio Braziliense, a intensão é apresentar uma agenda pública com medidas que visam a assegurar os direitos dos pacientes e a qualidade do exercício da medicina e do atendimento à saúde. Dados recentes do Conselho Federal de Medicina (CFM) apontam que 55% dos brasileiros avaliam a saúde no país como ruim ou péssima. Entre as questões consideradas mais urgentes pelas entidades estão itens como a defesa do SUS; uma maior participação da União no investimento e no custeio da saúde; a qualificação da gestão para a melhoria da infraestrutura para atendimento a pacientes; e a criação de políticas de recursos humanos que valorizem profissionais brasileiros, estimulando a migração e a fixação em áreas de difícil provimento. “É um momento no qual se discute o futuro do Brasil”, lembrou o presidente do CFM, Carlos Vital. “Já o presidente da AMB, Lincoln Ferreira, avaliou que o grau de precariedade em que se encontra a saúde no Brasil é evidente”, destaca a matéria.

 

Meia-volta volver da ANS em novos planos e reajuste de mensalidade



Estado de S.Paulo destacou que a ANS não só revogou a Resolução 433, que regulamentava a oferta de planos de saúde com coparticipação e franquia, mas também anunciou que vai rever os critérios para reajuste das mensalidades dos contratos atuais. Os questionamentos e manifestações de entidades de diferentes setores da sociedade, em relação aos critérios adotados pela Agência tanto para definir o reajuste dos planos atuais como para a criação de novos planos, parecem ter surtido efeito. “Tribunal de Contas da União, Ministério da Fazenda, Ordem dos Advogados do Brasil e entidades de defesa do consumidor estão questionando, com razão, a forma da agência fazer regulação. Não só sobre franquia e coparticipação, mas também sobre reajustes”, afirma a advogada e pesquisadora em saúde do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, Ana Carolina Navarrete. Por essas e por outras, a ANS reconheceu que a regulamentação causou apreensão e trouxe preocupação à sociedade e, a partir disso, decidiu reabrir as discussões do assunto com representantes da sociedade o que deve acontecer em audiência pública. “A nova legislação que entraria em vigor no fim deste ano será, então, revista”, afirma a notícia.

 

Brasil perde 242 estudos clínicos de medicamentos



Nos últimos sete anos, pelo menos 242 estudos clínicos, que antecedem o lançamento de medicamentos no mercado, deixaram de ser realizados no Brasil, representando perda de R$ 490 milhões em investimentos, de acordo com levantamento da Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma). É o que informa o Valor Econômico. Segundo a indústria farmacêutica, um dos principais entraves ao avanço do número de estudos é o tempo de aprovação das pesquisas na Anvisa. Aqui, o aval leva em média 12 meses. Nos Estados Unidos e na Coreia do Sul, esse prazo é inferior a três meses. O grande problema do prazo mais longo é que essas pesquisas são realizadas ao mesmo tempo em diferentes países. Por causa da demora, explica Bernardo, o Brasil acaba ficando fora dessas iniciativas ou perdendo o investimento para outros mercados. “Enquanto a Anvisa é responsável pela análise dos aspectos sanitários das pesquisas, a Comissão Nacional de Ética em Pesquisa, que está vinculada ao Conselho Nacional de Saúde, avalia o atendimento a questões éticas, como a não exposição do paciente a riscos”, ressalta o Valor.

 

SAÚDE NA IMPRENSA
Ministério da Saúde – Estão abertas as inscrições para o processo seletivo de candidatos à 15ª turma do EpiSUS 

 

SUS Conecta – Plataforma Rede Conselhos do SUS será lançada para integrar controle social na saúde

 

Fiocruz – VideoSaúde divulga a programação de agosto

 

Fiocruz – Saiba o que fazer se perder a caderneta de vacinação

 

Anvisa – Nota: importação de produtos para diagnóstico in vitro

 

Anvisa – Indisponibilidade do sistema NDS WEB

 

Câmara dos Deputados – Proposta garante desconto para pessoa com deficiência em hotel sem acessibilidade

 

Senado Federal – Congresso é iluminado de laranja em alerta sobre a esclerose múltipla

 

O Estado de S.Paulo – Brasil registra mais de mil casos de sarampo, diz Ministério da Saúde

 

O Estado de S.Paulo – ‘Respire essa ideia’: telão no Minhocão alerta sobre câncer de pulmão

 

O Estado de S.Paulo – STF inicia nesta sexta audiência pública sobre descriminalização do aborto

 

O Estado de S.Paulo – Cientistas testam Google Glass em terapia para crianças com autismo

 

O Estado de S.Paulo – Meia-volta volver da ANS em novos planos e reajuste de mensalidade

 

O Estado de S.Paulo – Custômetro dos planos de saúde vai atingir R$ 100 bi hoje

 

Folha de S.Paulo – Terceira cirurgia tenta separar cérebro de meninas unidas pela cabeça

 

Folha de S.Paulo – AJD divulga nota em defesa da descriminalização do aborto

 

Folha de S.Paulo – Motivo de alerta hoje, resistência a vacina gerou mortes e revolta em 1904

 

G1 – Cerca de 6% de todas as crianças têm algum problema de visão

 

G1 – Brasil já tem mais de mil casos de sarampo em 2018, segundo Ministério da Saúde

 

G1 – Ladrões roubam medicamentos de alto custo do Hospital São Paulo; veja vídeo

 

O Globo – OMS alerta que pode não haver vacinas para novo surto de ebola no Congo

 

O Globo – UPA da Vila Kennedy tem 18 itens zerados na farmácia e outros sete em estoque muito baixo

 

O Globo – Aborto deve ser tratado como questão de saúde

 

O Globo – Homens se posicionam sobre aborto mais do que mulheres nas redes sociais

 

O Globo – STF abre audiência pública sobre a descriminalização do aborto

 

Valor Econômico – Guerra de preços avança entre farmácias

 

Valor Econômico – Brasil perde 242 estudos clínicos de medicamentos

 

Zero Hora – Porto Alegre recebe 80% das vacinas contra a meningite C previstas para agosto

 

Zero Hora – Busca do Google oferece exercício de respiração

 

Zero Hora – “Cérebro Gigante” em Gramado alerta para os perigos de AVCs

 

Zero Hora – Brasil tem 1.053 casos de sarampo confirmados

 

Correio Braziliense – Testes com pulmão artificial em humanos podem ser iniciados em cinco anos

 

Correio Braziliense – Imunidade à dengue ajuda a proteger fetos do zika, aponta estudo

 

Correio Braziliense – Entidades médicas lançam manifesto com propostas para presidenciáveis

 

Correio Braziliense – Médico é condenado por lesão corporal após contaminação de quatro pacientes

 

Faxaju – Paciente Sergipana Terá Acesso A Medicamento De Alto Custo

 

Panorama Farmacêutico – Operação combate fraude no comércio de medicamentos

 

Panorama Farmacêutico – Brasileiros têm alta confiança no setor farmacêutico

 

Panorama Farmacêutico – Repasses de remédios para tratamento do HIV foram insuficientes

 

Panorama Farmacêutico – Qualquer doença grave de dependente permite saque do FGTS por trabalhador

 

Panorama Farmacêutico – OMS alerta sobre ampliação de testes e acessos aos tratamentos para hepatites

 

______________________________________________________

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.