Com tecnologia e assistência técnica, Nordeste será a próxima região de desenvolvimento do Brasil, diz ministra

//Com tecnologia e assistência técnica, Nordeste será a próxima região de desenvolvimento do Brasil, diz ministra
Em live com diretores do Banco Nordeste para apresentação do Plano Safra 2020/2021 da instituição, a ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) disse nesta quinta-feira (2) que o Nordeste é a próxima região de desenvolvimento de sucesso no Brasil. Segundo o portal do Mapa, para ela, com tecnologia e assistência técnica é possível aproveitar as características e a posição privilegiada da região para aumentar a produtividade. “Temos que fazer uma política especial para o Nordeste brasileiro. O nosso aumento de produção e de produtividade está aí. Nós já temos várias ilhas de excelência, mas temos que democratizar e massificar essa tecnologia para que chegue a um número maior de produtores rurais”, disse, citando o Programa Agronordeste, lançado no ano passado pelo Mapa para impulsionar o desenvolvimento econômico, social e sustentável do meio rural da região. Tereza Cristina ressaltou que a parceria com o Banco do Nordeste é fundamental para o desenvolvimento da região.” Vocês estão no caminho certo, apostando na agricultura e fazendo com que esse crédito chegue ao pequeno produtor”, disse a ministra. O presidente do Banco do Nordeste, Romildo Carneiro Rolin, destacou que a missão do banco é apoiar o desenvolvimento da Região Nordeste, financiando, além da indústria, comércio, serviços e infraestrutura, o agronegócio. “O agronegócio é muito importante para o PIB dos estados em que a gente atua e para a nossa missão de promover esse desenvolvimento. Por isso apoiamos desde o mini produtor rural até a grande empresa rural”. Para ele, o Agronordeste é uma importante estratégia para ampliar as parcerias na região e ver quais são as soluções necessárias para ampliar o desenvolvimento agronegócio na região, gerando oportunidade de emprego e renda para a população. Também participaram da live o presidente da CNA, João Martins, e o deputado federal Julio Cesar (PSD-PI), além de diretores do banco. O BNB investirá R$ 8,26 bilhões no Plano Safra 2020/2021, valor 6% superior ao orçamento disponibilizado para o Banco no Plano Safra 2019/2020. Os recursos vão possibilitar o atendimento a 590 mil produtores da região. Segundo o Banco, o Plano Safra contempla prioritariamente agricultores familiares, mini, pequenos e médios produtores rurais,  oferecendo melhores condições de financiamento e juros mais baixos. A prioridade do BNB, alinhada com o Governo Federal, abrange projetos de inovação, energia solar, irrigação, pesca, aquipesca, dentre outros.

Instituto CNA e Mapa desenvolvem sistema para registro de equipamentos agrícolas

Nesta quinta-feira (2), a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) divulgou que, o Instituto CNA em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), está desenvolvendo a Plataforma Nacional de Registro e Gestão de Tratores e Equipamentos Agrícolas. O sistema, que será lançado em agosto, permitirá o registro oficial de máquinas sem custo para o produtor rural. Segundo o secretário-executivo do Instituto CNA, Carlos Frederico, não existe esse tipo de sistema em operação no país, o que dificulta o acesso dos produtores ao crédito rural. Insegurança jurídica, elevados custos com cartório e seguro, roubo e furto facilitados são outros gargalos enfrentados pelos produtores atualmente. “Com o registro do bem, o proprietário terá o documento oficial e poderá realizar transferência direta quando desejar e de maneira simplificada e segura”, afirmou. As principais funcionalidades da plataforma, que estará disponível na versão web e em aplicativos IOS e Android, são o cadastro do usuário e dos bens, registro de sinistro e histórico de donos do veículo, quando houver. A parceria entre o Mapa e o Instituto visa atender a Lei nº 13.154/2015 e a Resolução Contran nº 587/2016, que estabelecem que os tratores e demais aparelhos automotores destinados a puxar ou arrastar maquinaria agrícola ou a executar trabalhos agrícolas fabricados são sujeitos ao registro, em cadastro específico do Mapa. O secretário-executivo destacou que o sistema de registro não implicará em nenhum tipo de custo adicional para os produtores. “Ao contrário, irá facilitar as operações de crédito e venda, pois a rastreabilidade do bem estará garantida”. De acordo com o Censo Agropecuário do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2017, existem mais de 1,2 milhão de tratores em 734 mil estabelecimentos agropecuários. Apenas 14,5% desses estabelecimentos possuem pelo menos um trator. Anualmente são comercializados em torno de 35 mil novos tratores, segundo dados da Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores (ANFAVEA).

Variação cambial impacta em indicadores do agronegócio

A variação de quase 6% na taxa de câmbio influenciou diretamente nos custos de produção e nos preços dos produtos agropecuários no mês de maio. De acordo com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), conforme relatório divulgado nesta quarta-feira (1), pela Farsul, o Índice de Inflação dos Custos de Produção (IICP) registrou alta de 1,78%, enquanto o Índice de Inflação dos Preços Recebidos pelos Produtores Rurais (IIPR) cresceu 7,26%. No caso dos custos de produção, além do impacto do câmbio, a recuperação do preço do petróleo também colaborou no resultado. A variação cambial vem acelerando o IICP no acumulado do ano (3,64%) e em 12 meses (3,41%). Comportamento diferente do IPCA que tem queda de 0,16% no acumulado no ano. A tendência é que o indicador siga em alta nos próximos meses, especialmente em relação ao comportamento do preço do petróleo. Como a taxa cambial também deve permanecer alta, o produtor deve dar especial atenção aos custos de produção em 2020. No caso do IIPR, outro fator também teve forte influência, a estiagem. O acumulado do ano registra 23,02%. Em 12 meses, o indicador cresceu 42,59%, chegando próximo ao recorde registrado durante a seca de 2012. A alta cambial garantiu o preço interno das commodities que se mantiveram abaixo de 2019 durante o mês de maio no mercado internacional. Na comparação com o IPCA Alimentos, o IIPR acumulado em 12 meses tem valorização mais acelerada. Além da taxa cambial estar em um patamar historicamente alto, valorizando os preços agrícolas, a baixa da atividade econômica no país, reflexo do distanciamento social no combate ao Covid-19, afeta muitos produtos que compõe o IPCA Alimentos.

Europa lança plano de recuperação com apoio ao Agro

A Comissão Europeia apresentou um novo plano de recuperação econômico e um novo quadro financeiro plurianual para o período 2021/2027, destacou o portal AgroLink nesta quinta-feira (2). De acordo com o portal do Farm Europe, as novas propostas trazem novos recursos para o setor agrícola em comparação com o plano inicial de maio de 2018. Na nova medida, existe a promessa de “um reforço de € 15 bilhões para o Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural para apoiar as áreas rurais, tornando as mudanças estruturais necessárias em conformidade com o Acordo Verde da Europa e atingindo as metas ambiciosas, em consonância com as novas estratégias de biodiversidade e Farm to Fork”, além de “um aumento de € 4 bilhões para a Política Agrícola Comum (…), para fortalecer a resiliência do (s) setor (s) agroalimentar (…) e fornecer o espaço necessário para a gestão de crises”. Originalmente, a proposta era de que  os recursos adicionais para o desenvolvimento rural fossem comprometidos entre 2022 e 2024, mas isso deve ser alterado para permitir que os novos recursos sejam usados a partir de 2021, pois o objetivo principal é, “sem demora injustificada, ajudar o setor a se recuperar da crise atual e preparar para o futuro. Os novos recursos devem fazer parte do orçamento de 2021 e não esperar a implementação da reforma da PAC (Política Agrícola Comum da União Europeia), que não ocorrerá antes de 2023”, sugeriu o Farm Europe, que se intitula como um “grupo de reflexão multicultural que visa estimular o pensamento nas economias rurais”. Além disso, a instituição ainda recomenda que o reforço de € 15 bilhões seja um apoio a investimentos de dupla finalidade em fazendas. “Esses investimentos devem reduzir a pegada ambiental e, ao mesmo tempo, melhorar a situação econômica dos agricultores”, indicou. “Exemplos são investimentos em ferramentas e sistemas agrícolas digitais ou inteligentes e na produção de bio metano a partir de efluentes da pecuária”, conclui.

NA IMPRENSA

O Globo – Com recorde de novas vagas nos EUA, dólar cai a R$ 5,30; Bolsa sobe

O Globo – Nuvens de gafanhotos podem se tornar mais frequentes, alerta autora de tese sobre o tema

O Globo – EUA abrem 4,8 milhões de vagas em junho, acima da expectativa. Taxa de desemprego cai para 11,1%

G1 – Produtores de cebola veem lucros na região do Oeste Paulista

G1 – Brotas vai ser higienizada por máquinas agrícolas como prevenção de Covid-19

G1 – Gente do campo: pesquisa e insistência fizeram agricultor se tornar referência na produção de feijão no oeste da Bahia

Valor Econômico – População ocupada na agropecuária cai ao menor patamar da série do Cepea/USP

Valor Econômico – União paga R$ 3 bilhões em precatórios à Copersucar

Valor Econômico – Com R$ 103 bi para 2020/21, BB defende liderança no campo

Valor Econômico – Preço dos alimentos sobe pela primeira vez no ano, aponta FAO

Valor Econômico – Brasil foi o maior fornecedor de algodão para China em 2019/20

Valor Econômico – Meta da chinesa Cofco é rastrear toda a soja que compra no país até 2023

Valor Econômico – União paga R$ 3 bilhões em precatórios à Copersucar

Valor Econômico – Produtor tem vitória na Justiça em discussão de RJ

Valor Econômico – Meta da chinesa Cofco é rastrear toda a soja que compra no país até 2023

CNA – Variação cambial impacta em indicadores do agronegócio

CNA – Instituto CNA e Mapa desenvolvem sistema para registro de equipamentos agrícolas

CNA – Senar reúne técnicos de campo de fruticultura do coco e debate atendimento

CNA – Sistema Faese/Senar discute orientações trabalhistas e normas sobre defensivos agrícolas

CNA – Sistema Faern/Senar lança cartilha com recomendações de prevenção para o setor da fruticultura

CNA – CNA realiza capacitação a distância de produtores em busca do mercado externo

CNA – Sistema CNA/Senar incentiva uso de canais de comercialização na pandemia

CNA – Presidente da CNA participa de anúncio do Plano Safra do Banco do Nordeste

CNA – Cursos em Espera Feliz (MG) miram na qualidade do café para que produtores tenham lucro na venda

CNA – Faeal apresenta reclamações de produtores rurais para a Equatorial Alagoas

Mapa – Com tecnologia e assistência técnica, Nordeste será a próxima região de desenvolvimento do Brasil, diz ministra

Embrapa – Sustentabilidade pós-Covid-19 é tema de live na AgroBrasília

Embrapa – Embrapa Amazônia Ocidental participa da AgroBrasília com tecnologias para produção de bananas

Embrapa – Viroses no trigo é tema de live

Embrapa – Trigo no Cerrado abre a programação de lives na Agrobrasília Digital 2020

Embrapa – Aquicultura terá palestras na AgroBrasília 2020

Embrapa – Webinar aborda ameaças trazidas por pragas agrícolas e estratégias de prevenção

Embrapa – Feira digital de Brasília conta com tecnologias da Embrapa Meio Ambiente

Embrapa – Governo sanciona lei de combate a perdas e desperdícios de alimentos

AgroLink – Porto Alegre termina junho com IPC-S de 0,44%, aponta FGV

AgroLink – Sistema CNA/Senar incentiva uso de canais de comercialização na pandemia

AgroLink – Saiba o resultado preliminar do estudo “Híbridos de Milho Suscetíveis a nematoides

AgroLink – Cursos miram na qualidade do café para que produtores tenham lucro na venda

AgroLink – Europa lança plano de recuperação com apoio ao Agro

AgroLink – EPAMIG avança em projeto com hortaliças PANC no Campo das Vertentes

AgroLink – Embrapa Amazônia Ocidental participa da AgroBrasília com tecnologias para produção de bananas

AgroLink – Oferta de soja e milho no Brasil dribla incertezas e ganha rendimento

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »