Com estoque no fim, cidades restringem vacinação e preveem até paralisar campanhas

//Com estoque no fim, cidades restringem vacinação e preveem até paralisar campanhas

Com o estoque de vacinas perto do fim e sem previsão de recebimento de mais doses nos próximos dias, prefeituras de algumas capitais já restringem o público-alvo inicialmente definido ou preveem interromper a campanha de imunização contra a covid-19 na próxima semana. Ao menos sete capitais já admitem essa possibilidade, segundo levantamento do jornal O Estado de S.Paulo. O Rio informou ter doses somente até amanhã. Na região metropolitana do Rio, as cidades de São Gonçalo e Niterói recomeçaram a vacinação nesta quinta-feira (11) após interrupção nos primeiros dias desta semana. Uma dose extra de imunizantes foi enviada, mas a vacinação nas duas cidades poderá sofrer nova suspensão. Em São Gonçalo, a previsão é de que a nova remessa dure apenas três dias. Em Niterói, a prefeitura estima que as doses recebidas atendam somente idosos acima de 88 anos. Salvador suspendeu a vacinação de profissionais de saúde e reviu o cronograma que previa iniciar nesta semana a imunização de maiores de 80 anos. Sem doses suficientes para dar seguimento ao planejamento, a capital baiana restringiu a aplicação somente a maiores de 85 anos e não tem mais previsão para o início da vacinação dos idosos entre 80 e 84. Florianópolis só tem mais 1,6 mil doses disponíveis e estima que o estoque termine em três ou quatro dias. Em Curitiba, a estimativa da prefeitura é de que as doses disponíveis durem somente até quarta-feira da semana que vem. Cuiabá estima ter doses suficientes somente para mais cinco dias de campanha. A vacinação de profissionais de saúde foi interrompida mesmo sem que todo o público-alvo fosse imunizado. Em Aracaju, a previsão é de que, a partir da próxima semana, somente aqueles que precisam receber a segunda dose sejam atendidos. O estoque para as primeiras aplicações já deve terminar no fim de semana. Em Natal, o cenário é parecido. Do estoque disponível de 15 mil vacinas, somente 1,7 mil doses podem ser utilizadas em novos pacientes, já que 13,3 mil unidades estão separadas para a segunda dose. Para Carlos Eduardo Lula, presidente do Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (Conass), a situação vai se repetir em muitos municípios. “A tendência é passarmos alguns dias sem vacinação”, afirma ele, titular da Saúde do Maranhão. Outras capitais consultadas pelo Estadão disseram que, apesar da limitação de doses, devem seguir o cronograma previsto e não devem interromper a campanha. É o caso de São Paulo, Belo Horizonte, Goiânia, Vitória e Recife. As demais capitais não responderam ou não detalharam a duração do estoque disponível.

Rodrigo Pacheco: instauração de CPI da Covid-19 será discutida com senadores

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, anunciou nesta quinta-feira (11) que vai discutir com os senadores se há necessidade ou não de apurar, por meio de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI), as ações do governo federal no combate à pandemia. ‘”Essa questão da comissão parlamentar de inquérito, que foi requerida pelo senador Randolfe Rodrigues [Rede-AP], com a assinatura de outros senadores, deve ser avaliada agora à luz de todas essas explicações que foram dadas pelo ministro [Eduardo Pazuello, da Saúde]. Eu vou conversar com todos os líderes partidários e com outros senadores para avaliarmos sobre a conveniência e a pertinência de se instalar a CPI ou não neste momento”, afirmou. Pacheco destacou a importância do debate que ocorreu nesta quinta-feira (11) com o ministro da Saúde. “Eu considero que foi uma reunião satisfatória, proveitosa. Nós temos que, a partir dela, conversar com os senadores para identificar como o Congresso Nacional, como o Senado Federal, pode contribuir, não só aprovando o orçamento necessário para o enfrentamento da pandemia, mas como pode contribuir com a formatação da legislação cabível para que a concretização da imunização do povo brasileiro aconteça no ano de 2021”. Segundo a Agência Senado o presidente do Senado disse ter convicção de que Pazuello possa cumprir a meta anunciada pelo ministro durante a sessão — de vacinar toda a população até o final do ano. Pacheco também declarou que não pode “haver descaso, desleixo, falta de estratégia”. “Eu preciso confiar no ministro da Saúde quando ele faz essas afirmações, à luz de critérios técnicos, de informações que ele possui no dia a dia do enfrentamento da pandemia, das negociações que têm sido feitas pelo governo federal com os laboratórios que fabricam as vacinas. Eu preciso confiar na informação de que haverá por parte do governo federal a realização dessa imunização, metade até o meio do ano e a segunda metade até o final do ano”. Pacheco afirmou que identificou, por parte do ministro da saúde, Eduardo Pazuello, comprometimento para que se concretize a imunização da população brasileira até o final do ano, para que seja possível a retomada da atividade econômica no país. “O que não pode haver, que foi a mensagem do ministro da Saúde, é uma politização com fins eleitorais. Isso definitivamente não podemos permitir que exista no Brasil neste momento”, disse. ​O presidente do Senado confirmou que a próxima reunião de líderes da Casa está marcada para a próxima quinta-feira, às 10h.

Relatora de Saúde no Orçamento defende continuidade de investimentos contra Covid-19

O governo federal precisa continuar a dar o suporte financeiro para a manutenção do Sistema Único de Saúde (SUS) no enfrentamento da pandemia do coronavírus, com recursos humanos e a compra de medicamentos, testes e insumos. A avaliação é da deputada Aline Sleutjes (PSL-PR), que foi indicada relatora setorial de Saúde da Comissão Mista de Orçamento (CMO). De acordo com a Agência Câmara a deputada acredita que a prioridade para a vacinação contra a Covid-19, anunciada pela presidente da CMO, deputada Flavia Arruda (PL-DF), deve ser alcançada com a fabricação nacional dos imunizantes, que pode driblar as dificuldades enfrentadas pela importação de insumos. Aline Sleutjes acrescentou que, com a pandemia em novos patamares, é necessário atender também outros setores. Já o deputado Paulão (PT-AL) defendeu a vacinação gratuita e massiva da população. Para ele, existe sensibilidade e compromisso para garantir recursos para o combate à Covid-19 no país. Mesmo assim, o parlamentar reivindica um remanejamento orçamentário para áreas prioritárias. A ajuda financeira para a parcela mais vulnerável da população, por conta da crise econômica desencadeada pela pandemia, deve ser uma das principais discussões da Comissão de Orçamento. O deputado Paulão aponta essa e outra prioridade. Segundo a deputada Aline Sleutjes, há interesse do governo e um apelo da população para a volta do auxílio emergencial. Ela alerta, no entanto, que o tema deve ser discutido com cautela, para evitar um desgaste financeiro. Pelo cronograma estabelecido pela Comissão Mista de Orçamento, os trabalhos devem ser encerrados até 24 de março. Para a deputada Aline Sleutjes, o tempo é curto, mas precisa ser suficiente para votar o Orçamento de 2021. O deputado Paulão concorda, mas afirma que a falta de tempo vai impedir uma discussão mais aprofundada.

Comissão do Ministério da Saúde recomenda que remédio para AME não seja usado para tipos II e III da doença

A Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec) recomendou que o Spinraza, remédio usado na rede pública para tratamento de Atrofia Muscular Espinhal (AME), não seja usado para os tipos II e III da doença, informou o jornal O Globo. A discussão se arrasta desde 2019, quando o medicamento foi incorporado ao SUS apenas para o tratamento de AME I. Associações de pacientes reclamam que esse remédio é o único disponível na rede pública e que os portadores dos outros tipos de AME ficam desassistidos. Pelo menos 467 pessoas estão cadastradas na ouvidoria do SUS e aguardam acesso ao tratamento. A AME é uma patologia neuromuscular degenerativa e progressiva que pode matar. Após a recomendação final da Conitec, cabe a Hélio Angotti Neto, Secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (SCTIE), decidir sobre o uso do medicamento. Ele pode determinar a incorporação ampla da terapia no SUS e buscar mais informações a partir de audiência pública.

SAÚDE NA IMPRENSA

STJ – Onerosidade excessiva invalida exigência de pagamento mínimo em plano de saúde coletivo

Agência Câmara – Projeto prevê gratuidade para exames de investigação de vínculo de paternidade

Agência Câmara – MP que facilita a compra de vacinas deve ser votada na próxima semana, afirma Lira

Agência Câmara – Câmara aprova pena de prisão e multa para quem furar fila da vacina

Agência Câmara – Relatora de Saúde no Orçamento defende continuidade de investimentos contra Covid-19

Agência Câmara – Câmara aprova pena maior para destruição de vacina

Agência Senado – Rodrigo Pacheco: instauração de CPI da Covid-19 será discutida com senadores

Agência Senado – Senadores cobram de Pazuello meta de vacinar toda a população em 2021

Agência Senado – Ministro da Saúde diz que segurou testes porque estados não pediram

Agência Senado – Pazuello afirma que não foi avisado sobre falta de oxigênio em Manaus

Agência Senado – Pazuello diz que toda a população será vacinada até o fim do ano

Anvisa – Anvisa orienta sobre notificação de eventos adversos graves

ANS – ANS aprimora canal de atendimento a prestadores

ANS – Conheça as ações da ANS para a implementação da LGPD

ANS – Ponto facultativo de Carnaval

Agência Saúde – No Senado, ministro Eduardo Pazuello detalha ações de enfrentamento à pandemia

Agência Saúde – Brasil registra 8.643.693 milhões de pessoas recuperadas

Agência Saúde – Covid-19 gera rede de solidariedade pelo Amazonas

Agência Saúde – Saúde repassa mais de R$ 416 milhões para reforçar à Atenção Primária

Agência Saúde – Saúde divulga dados epidemiológicos da Covid-19 no Brasil

Agência Saúde – Ministério da Saúde faz diagnóstico da situação epidemiológica no interior do Amazonas

Agência Saúde – Ministério da Saúde nega ter pedido para adquirir comprimidos de cloroquina junto à Fiocruz

Governo Federal – Previne Brasil garante recursos para atenção primária nos municípios

Jota – A geopolítica da corrida pela vacina

Folha de S.Paulo – Estudos utilizam matemática para desvendar significado dos sonhos durante a pandemia

Folha de S.Paulo – Estudo indica uso de duas máscaras para aumentar eficácia contra coronavírus

Folha de S.Paulo – Planos extraordinários sobre vacinas cabem a cientistas especializados em saúde pública

Folha de S.Paulo – Para além da pedagogia: a importância da logística na educação pública

Folha de S.Paulo – Fraudes em cirurgias expõem pacientes em hospitais privados na China

Folha de S.Paulo – Com auxílio menor, economia vira ano em ritmo mais lento e depende de vacinação

Folha de S.Paulo – Vacinação de idosos acima dos 85 anos começa nesta sexta (12) nas UBSs de SP

Folha de S.Paulo – OMS emite alerta sobre possível fuga imunológica da variante de Manaus pelas vacinas contra Covid

Folha de S.Paulo – Ministério da Saúde diz ao MPF que usou cloroquina da Fiocruz destinada à malária para tratar Covid

O Estado de S.Paulo – Recusa do trabalhador em tomar vacina e o impacto na relação de emprego

O Estado de S.Paulo – Pandemia no Brasil: sobram políticos… faltam gestores…

O Estado de S.Paulo – Após suspender doação, Doria promete envio escalonado de doses da Coronavac para o AM

O Estado de S.Paulo – França vive queda de nascimentos nove meses após primeiro lockdown

O Estado de S.Paulo – Pazuello derrapa e dá força à CPI da Covid-19

O Estado de S.Paulo – Com estoque no fim, cidades restringem vacinação e preveem até paralisar campanhas

O Estado de S.Paulo – Vacinas contra a covid-19 e novas cepas do vírus serão desafios para 2021

O Estado de S.Paulo – Venezuela só deve ter vacinas no fim de 2021, dizem especialistas

Agência Brasil – Empresa doa 5 mil caixas térmicas para transporte de vacinas

Agência Brasil – Pesquisa desenvolve tratamento para preservar rim em caso de câncer

Agência Brasil – Atenção Primária receberá mais de R$ 416 milhões para reforçar ações

O Globo – Escassez de doses freia ritmo de vacinação: só há estoque para 8 dias de novas imunizações

O Globo – Secretário de Saúde do Rio diz que zerar a fila de exames e cirurgias na capital custaria R$ 2,5 bilhões

O Globo – Comissão do Ministério da Saúde recomenda que remédio para AME não seja usado para tipos II e III da doença

G1 – Fala de Pazuello no Senado amplia desgaste, mas governistas articulam para adiar CPI da Saúde

G1 – Estados questionam critérios e cobram do Ministério da Saúde mais doses de vacinas contra a Covid-19

G1 – Brasil já aplicou ao menos uma dose de vacina em mais de 4,58 milhões, aponta consórcio de veículos de imprensa

G1 – Fiocruz aponta redução dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave em 8 capitais

G1 – Pazuello diz que não houve relato de falta de oxigênio no início de janeiro em Manaus

Correio Braziliense – Pesquisa desenvolve tratamento para preservar rim em caso de câncer

Correio Braziliense – Covid-19: anti-inflamatório contra artrite reduz risco de morte em 14%

Correio Braziliense – Coronavírus: A mistura de máscaras que pode bloquear 92% de partículas, segundo órgão americano

Correio Braziliense – Cepa do coronavírus no AM é três vezes mais contagiosa, diz Pazuello

Valor Econômico – CureVac envia dados de vacina contra covid-19 para aval de agência europeia

Valor Econômico – Chile dispara em vacinação; resto da região vai devagar

Valor Econômico – Rastreamento do vírus no país deve melhorar com teste rápido

Valor Econômico – Anvisa volta a defender veto a prazo de 5 dias para aprovação

Valor Econômico – Para barrar CPI, Pazuello promete vacinar 100%

Valor Econômico – Biden diz que haverá vacinas suficientes para 300 milhões de americanos até o fim de julho

Valor Econômico – Pressionado por CPI, Pazuello pede que senadores não abram nova frente em ‘guerra’ da covid

Valor Econômico – Rui Cosa critica Anvisa e afirma que Nordeste mantém esforços para compra de vacinas

Valor Econômico – Vamos vacinar toda a população ‘vacinável’ até o fim do ano, diz Pazuello no Senado

Valor Econômico – Câmara aprovação punição para quem furar fila da covid-19 e destruir vacinas

Poder360 – Câmara sob Centrão vai permitir lobistas dentro das salas de comissões

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »