CHINA PODE USAR EMBARGO DA CARNE PARA FORÇAR NEGOCIAÇÃO MAIOR

//CHINA PODE USAR EMBARGO DA CARNE PARA FORÇAR NEGOCIAÇÃO MAIOR
Reportagem do jornal O Globo destaca que o governo brasileiro avalia que os países importadores de carnes têm outros interesses além de explicações técnicas sobre o sistema sanitário brasileiro. “Aproveitam falhas apontadas na Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, para forçarem a queda dos preços dos produtos no mercado internacional. Um dos exemplos mais gritantes é o da China, que não se comove com os apelos das autoridades brasileiras para retroceder na decisão de suspender todas as importações provenientes do Brasil. Segundo fontes ligadas ao Palácio do Planalto, a China tem interesses específicos no Brasil, que poderiam ser usados numa negociação para o fim do embargo à carne brasileira. Quer, por exemplo, regras mais claras para participar das concessões, com a definição do ambiente regulatório e do conteúdo local de setores como energia, óleo e gás, de preferência com normas que lhe favoreçam. O ex-embaixador do Brasil na China Luiz Augusto de Castro Neves lembra que, em 2004, um carregamento de soja com sementes supostamente contaminadas foi barrado naquele país. Isso causou uma forte queda no preço do produto”, diz trecho da reportagem.

Sergio Souza é mencionado em escutas da Operação Carne Fraca

O Valor Econômico desta sexta-feira (24) publica reportagem com escutas telefônicas da Operação Carne Fraca, da Polícia Federal (PF), em que o deputado Sergio Souza (PMDB-PR) é mencionado como destinatário de “muito dinheiro” supostamente pago pelo fiscal apontado como líder de um esquema de corrupção no Ministério da Agricultura, Daniel Gonçalves Filho, preso preventivamente. Na quinta-feira (23), Souza foi eleito presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados.

Brasil e EUA intensificam disputas na OMC

Os Estados Unidos e o Brasil, primeiro e segundo maiores exportadores mundiais de produtos agrícolas, confrontam-se na Organização Mundial do Comércio (OMC) com questionamentos recíprocos sobre supostos subsídios proibidos à exportação, em meio uma intensa corrida por participações maiores do mercado mundial. O Valor Econômico “apurou que os EUA ampliaram a pressão sobre o Brasil em relação à ajuda aos produtores do trigo, ao mesmo tempo em que tentam arrancar alguma vantagem para exportar seu cereal ao mercado brasileiro”. “De seu lado, o Brasil questiona o montante de subvenções que os EUA concedem para commodities como algodão, soja e milho. Nas próximas segunda (27) e terça-feiras (28), em reunião periódica do Comitê de Agricultura da OMC, os dois gigantes do comércio mundial de alimentos vão ter de responder a questionamentos submetidos com antecedência, e depois decidir os passos seguintes”, afirma a publicação.

Setor agropecuário será fundamental para o PIB, diz Ibre

O setor agropecuário será fundamental para que o país registre, no primeiro trimestre, a primeira variação positiva para o Produto Interno Bruto (PIB) em dois anos, segundo projeções do Boletim Macro do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre-FGV), divulgado com exclusividade para o Valor Econômico. “Diante da projeção de crescimento de 20,3% para a safra de 2017, o Ibre calcula que o componente contribuirá com 0,6 ponto para a alta no período, estimado em 0,3% sobre o quarto trimestre de 2016, na série com ajuste. No quarto trimestre, o Ibre foi a única instituição a cravar a queda de 0,9% do PIB entre 23 bancos e consultorias ouvidos pelo Valor Data. Entre janeiro e março, o PIB agro avançará 6,8%, após aumentar 1% no fim do ano passado, de acordo com as estimativas do Ibre”, diz a reportagem.

NA IMPRENSA
Ministério da Agricultura – Ministro visita frigorífico em Goiás acompanhado de jornalistas da China

Ministério da Agricultura – Maggi: Operação da PF é sobre fiscalização da parte burocrática dos produtos

Embrapa – Desenvolvimento de novas tecnologias para cana une 22 instituições de pesquisa

Embrapa – Lançada cultivar de soja com alta produtividade em áreas frias e úmidas

Nova Defesa – Entidades lançam plataforma contra uso de agrotóxicos nas lavouras

Repórter News – Safra 2004/05: Abimaq pede fim de taxa na venda de máquinas

Jornal do Oeste – Auditores fiscais realizam ato público em Brasília e reforçam apoio à Operação Carne Fraca

Agrolink – Expositores de máquinas, implementos e serviços comemoram negócios fechados na feira em 2017

Folha de S.Paulo – Toda Mídia – Cresce veto à carne e diminui a perspectiva de retomar economia

Folha de S.Paulo – Com medo de carne adulterada, consumidores buscam alternativas

O Estado de S.Paulo – Fernando Gabeira – A política da carne

O Estado de S.Paulo – Cerrado: desmate ameaça 480 espécies

O Estado de S.Paulo – Restrição à carne brasileira já alcança 18 países

O Estado de S.Paulo – Novo escândalo no Brasil é de ‘embrulhar o estômago’, diz Economist

O Estado de S.Paulo – Terceirização e carne no cardápio

O Globo – Carne Fraca: China pode usar embargo para forçar negociação maior

Zero Hora – Campo Aberto – Oportunidade de agronegócio aberta com o México

Zero Hora – Campo Aberto – Cerca de 40% dos gaúchos incluem produtos orgânicos em seus pratos

Zero Hora – Campo Aberto – Antes das vendas de unidades, Cesa aproveita para fazer negócios

Valor Econômico – Para Ibre, agropecuária vai puxar alta do PIB no 1º tri

Valor Econômico – Em escuta, fiscal afirma que deputado do PMDB ‘recebeu muito dinheiro’

Valor Econômico – JBS fecha, por três dias, 33 de suas 36 unidades de abate

Valor Econômico – Acirra-se confronto de Brasil e EUA na OMC sobre temas agrícolas

Valor Econômico – Barreiras ao país tumultuam logística nos mares

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.