Brasil tem primeira linha de produtos carne carbono neutro

//Brasil tem primeira linha de produtos carne carbono neutro
Foi lançada nesta quinta-feira (27) a primeira linha de produtos no país com a certificação carne carbono neutro. Desenvolvida pela Embrapa, a carne carbono neutro é um selo de certificação da produção de bovino de corte em sistemas com a plantação obrigatória de árvores como diferencial. Neste sistema, as árvores neutralizam ou absorvem o metano entérico, exalado pelos animais e um dos principais gases causadores do efeito estufa. Segundo o Mapa a criação do gado ocorre de forma integrada com as florestas, sistema silvipastoril, ou com a lavoura e floresta, o chamado agrossilvipastoril. “É quando você tem árvores plantadas no meio do pasto”, explica a pesquisadora sênior da Embrapa Gado de Corte, Fabiana Villa Alves. Para se ter ideia do impacto positivo desses sistemas no meio ambiente, um estudo realizado na Embrapa Gado de Corte, localizada em Campo Grande (MS), aponta que cerca de 200 árvores por hectare seriam suficientes para neutralizar o metano emitido por 11 bovinos adultos por hectare ao ano, sendo que a taxa de lotação usual no Brasil é de um a 1,2 animal por hectare. Agora, produtos carne carbono neutro vão chegar ao consumidor brasileiro, por meio da linha de cortes de carne Viva, lançada hoje e resultado de uma parceria da iniciativa privada com a Embrapa, que desenvolveu o protocolo para a neutralização das emissões de metano. A compensação é assegurada a partir da certificação e verificação por auditorias independentes. Essa é a primeira linha de produtos desse tipo. Para a pesquisadora Fabiana Villa Alves, o consumidor terá acesso a uma carne produzida sem agredir o meio ambiente, prezando o bem-estar animal (as árvores garantem conforto térmico e sombra para o gado), além de ter alta qualidade, sabor e maciez. “A carne carbono neutro é uma iniciativa única no mundo, é a transformação da ciência em um selo comercial”, disse, acrescentando que estão em andamento pesquisas para protocolos de couro carbono neutro e bezerro carbono neutro. O produtor que adota a carne carbono neutro também ganha, conforme Fabiana Villa Alves, com aumento da produtividade, recuperação de pastagens degradadas, conforto térmico para o animal e adoção de um sistema sustentável economicamente viável. Outro benefício é agregação de valor à carne brasileira, impulsionando a exportação para mercados considerados exigentes, como Europa e Estados Unidos. “É um projeto que conta com a participação de 12 centros de pesquisa da Embrapa, envolvendo uma rede de mais de 150 pesquisadores e ainda diversas instituições. O agro será o motor da retomada brasileira e vai precisar de parcerias como essa, unindo esforços dos setores público e privado”, enfatizou Celso Moretti, presidente da Embrapa. Para o diretor de Inovação do Mapa, Cleber Soares, a carne carbono neutro sinaliza os métodos que devem ser adotados pela pecuária nos próximos anos. “A sociedade clama para que as atividades econômicas sejam descarbonizantes e sustentáveis. O futuro passa pela combinação inequívoca da sustentabilidade com a inovação”, afirmou. Os produtos da linha Viva são provenientes de animais inseridos em um sistema de produção pecuária-floresta.

Projeto autoriza o transporte de cães de assistência dentro da cabine do avião

O Projeto de Lei 3759/20 autoriza o transporte de cães de assistência emocional ou de serviço dentro da cabine de aeronaves de empresas aéreas brasileiras. A autorização estende a cães-ouvintes, cães de alerta, cães de serviço e a animais de assistência emocional a mesma permissão já assegurada por lei ao cão-guia, que auxilia pessoas cegas, destacou a Agência Câmara nesta quinta-feira (27). A proposta tramita na Câmara dos Deputados. Autor do projeto, o deputado Paulo Bengtson (PTB-PA) argumenta que, por falta de previsão legal no Brasil, cada companhia aérea define regras próprias para o transporte desses animais. Os cães-ouvintes acompanham pessoas com deficiência auditiva; os cães de alerta reconhecem, no dono, crises de ansiedade, epilepsia ou hipoglicemia; os cães de serviço auxiliam pessoas com deficiência orgânica ou motora; e animais de assistência emocional são utilizados no controle e suporte de paciente psiquiátrico. “O projeto permite que esses animais, necessários para o bem-estar físico e emocional do passageiro durante o voo ou em seu destino, possam viajar dentro na cabine do avião, assistindo seu dono e fornecendo conforto emocional com sua presença”, disse Bengston. O texto estabelece que as companhias áreas poderão limitar o número de animais na cabine conforme o tamanho da aeronave, respeitando o mínimo de dois animais por voo. Poderão ser desautorizados animais em razão de peso, raça, tamanho ou de ameaça direta à saúde ou à segurança dos demais passageiros, entre outros motivos. Caberá à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) definir os requisitos mínimos para o transporte de animais de serviço ou de assistência emocional, entre os quais identificação, documentos indispensáveis, idade mínima, acessórios obrigatórios, entre outros. O regulamento da Anac será editado até 30 dias após a publicação da nova lei, que entrará em vigor em 90 dias.

Royal DSM lança nova estratégia para o negócio Nutrição e Saúde Animal

A Royal DSM, empresa global baseada em ciência para Nutrição, Saúde e Vida Sustentável, anunciou, nesta sexta-feira (28), a reorganização do seu negócio de Nutrição e Saúde Animal com o objetivo de estreitar o relacionamento com seus clientes, bem como simplificar os processos em toda cadeia. De acordo com o portal Agrolink sendo uma das principais fornecedoras de aditivos nutricionais para saúde e bem-estar animal, toda a estratégia da unidade de negócio foi repensada visando a redução do impacto nos principais desafios da indústria, por meio do desenvolvimento de soluções inovadoras que contribuam para a produção de proteínas animais mais sustentáveis. Concentrando todos os esforços no conceito Customer Centricity, a companhia criou duas linhas de negócio para o escopo global de Nutrição e Saúde Animal, possibilitando uma maior agilidade no relacionamento com os clientes, por meio da área de Core Business, e no desenvolvimento de soluções inovadoras com a área de Especialidades. “A DSM vem investindo significativamente em soluções para o agronegócio nos últimos anos, especialmente em tecnologias que melhoram a produtividade dos plantéis, aliando a qualidade do produto final, a sustentabilidade nos processos produtivos e a saúde e bem-estar dos animais. Com a adoção das duas novas linhas de frente, por um lado, nós temos a oportunidade de ampliar o nosso atendimento, expandindo geograficamente nossa atuação e respondendo com mais agilidade à crescente demanda do mercado, ao mesmo tempo que oferecemos soluções inovadoras, sustentáveis e de alta performance para atender as necessidades da indústria, dos consumidores e do planeta”, diz Augusto Adami, Vice-Presidente de Nutrição e Saúde Animal da DSM na América Latina. A linha de Core Business tem como foco a melhoria da eficiência operacional do negócio, mantendo uma vantagem competitiva no mercado, com soluções já conhecidas no setor como premixes e vitaminas. “Esta linha de frente atenderá nossos clientes com muito mais agilidade, beneficiando a alta procura por produtos que corroboram com a saúde e o bem-estar dos animais, bem como no crescimento do nosso negócio em todos os segmentos seja para ruminantes ou monogástricos”, afirma Fernando Bocabello, diretor de Core Products e Soluções Premixes da DSM na América Latina.

China libera exportações de frigoríficos de Argentina e Holanda

A Administração Geral de Alfândegas da China (GACC, na sigla em inglês) informou nesta sexta-feira (28) que um frigorífico de suínos da Holanda foi liberado para exportar ao país asiático. A unidade em questão estava com os embarques à China suspensas desde 28 de junho, destacou o Valor Econômico. A GACC também informou que dois abatedouros argentinos da China também foram autorizados a voltar a exportar. Os frigoríficos do país sul-americano, que estavam suspensos desde 16 de julho, vão exportar agora com uma declaração “anti-covid”.

 NA IMPRENSA

Agência Câmara – Projeto autoriza o transporte de cães de assistência dentro da cabine do avião

Agência Câmara – Proposta exige adereços que permitam às aves em voo evitar colisão com vidros

G1 – Coruja vai para centro de reabilitação de animais após ser resgatada com ferimentos de chumbinho

G1 – Fogo no Pantanal: como animais foram afetados e o que se sabe sobre a perda da biodiversidade

G1 – Projeto do GDF prevê abate de animais apreendidos na rua

Valor Econômico – China libera exportações de frigoríficos de Argentina e Holanda

CNA – Aprendizagem rural e empreendedorismo

CNA – CNA mostra impactos da reforma tributária para a aquicultura

CNA – Sistema CNA/Senar apresenta benefícios das indicações geográficas

Mapa – Brasil tem primeira linha de produtos carne carbono neutro

Embrapa – Nascem bezerros trigêmeos na Embrapa Cerrados

Embrapa – Uso de sebo bovino na produção de biocombustíveis foi debatido no ABRA na Web

Agrolink – Cargill Nutrição Animal tem mudanças de lideranças

Agrolink – Live aborda papel do melhoramento vegetal para pecuária do futuro

Agrolink – DSM lança nova estratégia para o negócio Nutrição e Saúde Animal

Agrolink – Dia do Avicultor: há o que comemorar

Agrolink – Sistema CNA/Senar apresenta benefícios das indicações geográficas

Agrolink – Preços firmes no mercado do boi gordo

Agrolink – SP: avicultura adaptada a pequenas propriedades é negócio rentável e com mercado promissor

Agrolink – Brasil tem primeira carne carbono neutro

Agrolink – Alta no mercado de bovinos para reposição

Agrolink – Empresas se únem por mercado halal

Agrolink – Preço da carne bovina subiu no varejo

Agrolink – Suínos: alta de 5,8% nas granjas em São Paulo em uma semana

Anda – Macacos acorrentados gritam de dor em experimentos realizados em laboratório alemão

Anda – Filhotes raros de leão e tigre são vendidos na internet

Anda – Estudo pioneiro mapeia regiões da flora amazônica e pode ajudar em esforços futuros para a conservação das espécies

SBA – Hong Kong derruba veto para importação de proteína avícola do BR

SBA – Leilão Nelore Raçador registra 100% de liquidez

SBA – Mercado de frango e carnes substitutas registram maior diferença entre cotações, diz Cepea

Portal do Agronegócio – Últimos dias para cadastro gratuito no Techmilk

Portal do Agronegócio – ANC lança Sumários de Touros 2020

Portal do Agronegócio – Projeto avalia a captura de moluscos bivalves no litoral paranaense e suas consequências sobre a biodiversidade costeira
______________________

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »