Brasil registra primeiro caso confirmado de gato com Covid-19; veja como proteger seu pet

//Brasil registra primeiro caso confirmado de gato com Covid-19; veja como proteger seu pet
O primeiro animal de estimação a testar positivo para o coronavírus Sars-CoV-2 do Brasil foi descoberto em Cuiabá, no Mato Grosso, informou o jornal O Globo nesta segunda-feira (19). É uma gatinha de poucos meses. Ela não tem sintomas da Covid-19 e contraiu a doença de seus donos este mês. A possível infecção de outro gato e de um cachorro está em estudo. O caso acende o alerta para o risco de as pessoas transmitirem o coronavírus para os animais. Investiga-se a hipótese de estes poderem, então, contaminar gente e outros bichos. Isso não só aumentaria os meios de transmissão quanto os reservatórios do vírus, apesar de, por ora, sejam somente hipóteses, sem comprovação. Em laboratório, na China, mostrou-se ser possível que gatos transmitam a doença para outros felinos. Mas não se sabe se podem transmitir para seres humanos e sequer se o contágio entre felinos é fácil. A suposição é de que não seja.

Projeto prevê uso da caça para controle de animais invasores

O Projeto de Lei 4827/20 permite o uso da caça para controlar a população de animais exóticos reconhecidos pelo poder público como nocivos à agricultura, ao meio ambiente e à saúde pública. O texto tramita na Câmara dos Deputados. Além de permitir a caça regulada, o projeto obriga o poder público a elaborar plano de manejo para monitorar e controlar animais exóticos nocivos, destacou a Agência Câmara na última sexta-feira (16). A proposta é do deputado Santini (PTB-RS) e altera a Lei de Proteção à Fauna. O objetivo é usar a caça como instrumento de manejo e conservação da fauna, principalmente do javali europeu, espécie introduzida no sul do País na década de 1960. “O javali é dispersor de plantas exóticas, polui e destrói nascentes e cursos d’água, é um predador de aves e mamíferos nativos e reservatório de inúmeras doenças que podem ser transmitidas à fauna, aos animais de produção e ao ser humano”, disse Santini. Segundo o Ibama, a facilidade de adaptação, a reprodução descontrolada e a ausência de predadores naturais no Brasil tornaram o animal um risco para o meio ambiente e para a produção agrícola, principalmente na pequena agricultura. O javali é classificado como uma das 100 piores espécies exóticas invasoras do mundo pela União Internacional de Conservação da Natureza (UICN).

Projeto proíbe a venda de medicamentos “anti-cio” para uso em cadelas e gatas

O Projeto de Lei 4853/20 proíbe a venda de medicamentos “anti-cio” usados como método contraceptivo em cadelas e gatas sem prescrição feita por médico veterinário. A matéria está sendo analisada pela Câmara dos Deputados. De acordo com informações da Agência Câmara da última sexta-feira (16), o autor do projeto, o deputado Célio Studart (PV-CE) argumenta que muitos donos de animais domésticos têm utilizado medicamentos “anti-cio” de maneira indiscriminada para evitar gestações indesejadas dos animais ou para que não haja cio. Ele alerta que essa prática tem como consequência a exposição dos animais a elevadas doses de hormônios, aumentando a chance de desenvolvimento de câncer e do nascimento de filhotes com sérias deformações. “Existem estudos mostrando que de 10 cadelas que usaram regularmente a “vacina anti-cio”, 9 poderão apresentar problemas como a piometra, uma infecção do útero que pode levar a morte”, disse o deputado. Ele cita ainda diversos outros motivos para não usar injeções ou comprimidos anticoncepcionais em animais, como por exemplo, infecções e tumores de útero, diabetes e tumores de mama.

Para evitar transtornos a pessoas com autismo e animais, projeto de lei visa proibir fogos de artifício com barulho intenso

Os vereadores de Presidente Prudente devem debater, entre outros assuntos, o projeto de lei que visa a proibição do manuseio, a utilização, a queima e a soltura de fogos de estampidos e de artifícios, assim como de quaisquer artefatos pirotécnicos de efeito sonoro ruidoso na cidade. Segundo o G1 a sessão ordinária foi realizada nesta segunda-feira (19). De acordo com o texto, são exceções à regra os “fogos de vista”, ou seja, aqueles que produzem efeitos visuais sem estampidos, assim como os similares que acarretam barulho de baixa intensidade. Caso o projeto de lei seja aprovado, a proibição valerá para todo o município, em recintos fechados e abertos, áreas públicas e locais privados. Já o descumprimento acarretará ao infrator a imposição de multa na monta de 262 Unidades Fiscais do Município (UFMs), valor que será dobrado na hipótese de reincidência. Haverá o entendimento de reincidência o cometimento da mesma infração em período inferior a 30 dias. O valor da UFM para 2020 é de R$ 3,82, sendo assim, a multa pode ser de pouco mais de R$ 1 mil. Para aprovar é preciso a maioria simples de votos. O projeto ainda tem uma emenda para aceitação, que suprime o conteúdo do Artigo 4º do projeto de lei. A proposta, de autoria da vereadora Alba Lucena Fernandes Gandia (DEM), visa “preservar a saúde física e psíquica de crianças e adultos, bem como dos animais”.

NA IMPRENSA

Agência Câmara – Proposta anula portaria que criou equipe para estudar fusão entre Ibama e ICMBio

Agência Câmara – Projeto prevê uso da caça para controle de animais invasores

Agência Câmara – Projeto proíbe a venda de medicamentos “anti-cio” para uso em cadelas e gatas

O Estado de S.Paulo – Morre, aos 80 anos, o presidente da Aurora Alimentos

O Estado de S.Paulo – O que fazer quando nos deparamos com um animal abandonado?

O Globo – Brasil registra primeiro caso confirmado de gato com Covid-19; veja como proteger seu pet

G1 – Especialista ensina técnica para conduzir cavalos com mais suavidade

G1 – A mulher com autismo que aprendeu com os gorilas as regras do comportamento humano

G1 – Polícia prende nove pessoas por venda de animais silvestres em feira em Caxias

G1 – Dois homens são presos por maus-tratos a animais e caça ilegal em Eldorado do Sul

G1 – Veterinárias em Roraima adotam animais com deficiência: ‘não são diferentes dos outros cachorrinhos’

G1 – Para evitar transtornos a pessoas com autismo e animais, projeto de lei visa proibir fogos de artifício com barulho intenso

G1 – Voluntários da Mata Ciliar retornam para Jundiaí após ajudar no resgate de animais no Pantanal

G1 – Departamento de Zoonoses vacina mais de 1,7 mil animais contra raiva em Rio Branco

G1 – Três dias após resgate de jacaré, outro animal é achado junto com cobra na mesma praia de Salvador

G1 – Animais silvestres são resgatados pelos bombeiros em diferentes cidades do Triângulo Mineiro

Jota – Tipo penal qualificado de maus tratos a cães e gatos

Valor Econômico – Conab passará a divulgar estimativas sobre pecuária

Anda – Ursa fica famosa por proteger seus filhotes de todos que se aproximam

Anda – Projeto conservacionista traz esperança para os guepardos da África do Sul

Anda – Focas e polvos morrem após vazamento de material tóxico

Anda – Drogas, uma ameaça ao meio ambiente

Anda – Polícia visita zoológico do RJ para investigar denúncias de maus-tratos a animais

Anda – Justiça mantém preso homem que matou cão ao arrastá-lo no asfalto

Anda – Polícia de MT procura homem acusado de atirar oito vezes em cachorro

AgroLink – Projeto Leite Seguro apresenta terceira live

AgroLink – Alta na cotação da arroba da vaca e novilha gordas

AgroLink – Expoagro/AL começa dia 24

AgroLink – Preço da carne bovina com osso subiu no atacado

AgroLink – Oferta de ovos segue restrita

AgroLink – Exposições oficiais da ABHB terão mudanças a partir do ciclo de 2021

AgroLink – Alimentação puxa custo de produção do leite

AgroLink – Produção de carne suína na China sobe 18% no 3º tri, mas oferta segue apertada

______________________
O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »