Brasil perde ao menos um profissional de saúde a cada 19 horas para a Covid

Home/Informativo/Brasil perde ao menos um profissional de saúde a cada 19 horas para a Covid

Dados do Ministério da Saúde apontam que pelo menos 484.081 profissionais da saúde haviam tido infecção pelo novo coronavírus confirmada até o dia 1° de março. Deles, 470 morreram. É 1,3 morte por dia, ou uma a cada 19 horas —e isso antes da semana mais mortífera da doença no Brasil. De acordo com a Folha de S.Paulo o levantamento do Ministério da Saúde usa de duas bases de dados: SIM (Sistema de Informação de Mortalidade), que se abastece da declaração de óbito, e o Sivep-Gripe (Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe), no qual o campo de ocupação não é de preenchimento obrigatório. Os dados de 2020 ainda podem sofrer alterações. Levantamentos do CFM (Conselho Federal de Medicina) e do Cofen (Conselho Federal de Enfermagem), porém, indicam que os dados do Ministério Saúde podem estar subnotificados. Eles apontam a morte de 551 médicos e 646 enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem ou seja: uma morte a cada sete horas e meia. A pasta estima de que existam no país 6.649.307 trabalhadores que atuem no segmento da saúde. A taxa de infecção desses profissionais é de 7,3%, contra 5% da população em geral. Entretanto, a taxa de letalidade (quantidade de pessoas que morrem em relação à quantidade de casos confirmados da doença) é menor. Enquanto na população em geral esse índice fica em 2,4%, entre os profissionais da saúde ele fica em 0,1%, se considerados os dados do ministério, ou 0,3%, segundo os conselhos de classe. Dados da Anistia Internacional mostram que 17 mil profissionais morreram em 2020 no mundo por causa da pandemia. Entretanto, a instituição deixou de comparar dados dos países porque cada um usa uma metodologia diferente. No Brasil, a instituição utiliza a base de dados do Cofen e do CFM. Viviane Camargo, coordenadora da Câmara Técnica de Atenção à Saúde do Cofen, considera o número de óbitos alto e diz que o Brasil lidera esse ranking. Ela atribui os números, além de à exposição direta ao vírus, a problemas com a infraestrutura para enfrentá-lo. O Cofen já recebeu mais de 9.000 denúncias de irregularidades. Vice-presidente do CFM, Donizetti Dimer Giamberardino Filho afirma que os profissionais de saúde estão exaustos fisicamente e psicologicamente. Muitos estão tirando licença por problemas de saúde. O Brasil enfrenta o seu pior momento desde o início da epidemia de Covid-19, com hospitais públicos e privados por todo o país registrando altas taxas de ocupação de UTIs e com recordes sucessivos de mortes pela doença registradas em 24 horas. A situação se agravou com a falta de leitos, equipamentos de proteção, respiradores e medicamentos para intubação.

STF antecipa para abril julgamento que pode reduzir o prazo de patentes

Nesta terça-feira (9) o jornal O Estado de S.Paulo divulgou que o Supremo Tribunal Federal (STF) antecipou para 7 de abril o julgamento de uma ação que pode reduzir o prazo de patentes e afetar mercados gigantes, como a indústria farmacêutica, química e de biotecnologia. Marcada inicialmente para 26 de maio, a análise da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5.529 foi adiantada depois que o procurador-geral da República, Augusto Aras, apresentou pedido de liminar ao processo, que avalia a constitucionalidade de um artigo da Lei de Propriedade Industrial. De acordo com a lei de 1996, patentes têm prazo de 15 anos a 20 anos, tempo contado a partir da data do pedido feito ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi). Depois desse período, podem ser feitas “cópias” de medicamentos, equipamentos e outras invenções livremente. A polêmica, porém, está em torno de uma regra da mesma lei que determina que o prazo de vigência da patente não será inferior a dez anos, no caso de invenções, e de sete anos para modelos de utilidade (atualizações de algo já existente), prazo contado a partir da concessão pelo Inpi. Como não há prazo para que o instituto conceda a patente, não há como saber quando a proteção cairá e muitas invenções acabam protegidas para além de duas décadas, prazo padrão no resto do mundo. No pedido de liminar, Aras cita pelo menos 74 medicamentos que tiveram prorrogação de prazo com fundamento nesse dispositivo da lei, como medicamentos para o tratamento de câncer, HIV, diabetes e hepatites virais. É o caso, por exemplo, do medicamento Victoza (liraglutida), utilizado no tratamento de diabetes tipo 2. O pedido de patente foi feito em 1997, mas a concessão pelo INPI só se deu 20 anos depois, em 2017. Com a regra que determina os 10 anos de vigência a partir da concessão, a patente desse medicamento só cairá em 2027.

Congresso pede a Pazuello informações atualizadas sobre vacinação ‘com urgência’

Os presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), encaminharam nesta terça-feira (9) um ofício ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, no qual cobram, com urgência, informações atualizadas sobre o cronograma da vacinação contra a covid-19, informou o Valor Econômico. O pedido foi um dos encaminhamentos que surgiu na reunião de ontem, quando Pacheco e Lira se encontram para discutir a mobilização de governadores por um “pacto nacional” em relação à pandemia. “Considerando a urgência que nos impõe a pandemia ocasionada pela disseminação do vírus SARS-CoV-2 e a crescente taxa de óbitos por dia em decorrência da Covid-19, solicitamos a presteza de vossa excelência no sentido de encaminhar as informações requeridas no prazo de 24 horas, a fim de que as Casas do Congresso Nacional possam adotar as providências cabíveis no combate à pandemia”, diz o ofício. A ideia dos presidentes é verificar se o governo está avançando na vacinação em relação ao cronograma apresentado há um mês, quando o secretário-executivo da pasta, Antônio Élcio Franco Filho, entregou dados daquele momento em sessão temática no Congresso. A primeira pergunta feita pelos presidentes no documento é, por exemplo, se o cronograma de vacinação “está mantido na forma e nos prazos apresentados aos senadores” em 4 de março. Caso o cronograma tenha sido modificado, o pedido é para que o Ministério da Saúde apresente o novo calendário. Neste caso, Pacheco e Lira querem saber também “quais foram as razões para as alterações ocorridas e quais os principais obstáculos enfrentados neste momento”. A quarta pergunta no ofício diz respeito ao cronograma de produção nacional de vacinas pela Fundação Oswaldo Cruz e pelo Instituto Butantan. O ofício solicita as datas para o envio de vacinas, pelas referidas instituições, ao governo Federal. Por fim, o documento encerra com uma questão sobre a aquisição de Insumo Farmacêutico Ativo (IFA). “Há calendário para sua aquisição, por parte do Governo Federal, de outros países? Há risco de falta dos referidos insumos? Quais os maiores entraves que o Ministério tem visualizado para a sua aquisição e importação?”, pergunta o texto assinado pelo Congresso. Agora o Ministério da Saúde tem 24 horas para dar essas explicações.

Lockdown é medida extrema, mas de efetividade científica comprovada, afirmam entidades médicas

A Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) e a Associação Médica Brasileira (AMB) divulgaram, nesta segunda-feira (8), nota conjunta sobre medidas de restrição de atividades não essenciais e lockdown durante o agravamento da pandemia de Covid-19. Segundo o G1 no texto, as entidades analisam que medidas restritivas podem ser necessárias e são eficazes. A SBI e a AMB afirmam que países como EUA, Reino Unido e Israel já apontaram a solução: “adoção das medidas de prevenção por toda a população, em conjunto com a vacinação em massa da população”. “O que fazer se a vacinação no Brasil está lenta, a ponto de nem todos idosos terem sido vacinados e as medidas preventivas serem ignoradas por parte da população, que embora minoritária, dissemina o vírus SARS-CoV-2 para as pessoas de seu convívio social e familiar, que por sua vez lotam os Pronto Atendimentos e hospitais?” – Nota conjunta da SBI e da AMB. Na resposta, as entidades apontam que medidas restritivas são essenciais, e que elas devem ser proporcionais à realidade epidemiológica local, sendo tanto mais restritivas, podendo chegar ao lockdown, quanto mais grave é a carência de leitos hospitalares e a propagação do vírus na comunidade. “Trata-se de uma medida extrema, mas de efetividade científica comprovada quando não há outras formas capazes de controlar a transmissão comunitária e reduzir rapidamente o número de novos casos e de óbitos.” – Nota conjunta da SBI e da AMB. De acordo com a nota, “o lockdown deve ser efetuado somente em algumas situações críticas e em alguns locais, e quando se fizer necessário, por um período determinado, com fiscalização rígida e punição a todos que desrespeitarem”. “Os cidadãos que se negam a praticar as medidas preventivas, tais como uso de máscara, higienização das mãos, distanciamento físico, permanecer em isolamento respiratório domiciliar quando acometidos pela doença e não participar de aglomerações são os grandes responsáveis pelas graves consequências sociais e econômicas que assola o nosso país de maneira contundente.” – Nota conjunta da SBI e da AMB.

SAÚDE NA IMPRENSA

STJ – Plano de saúde pode cobrar coparticipação após certo número de consultas e sessões de fisioterapia

Agência Senado – Rótulos de alimentos processados poderão informar risco de cáries

Agência Senado – Jornada de trabalho de pessoas com deficiência pode ser reduzida

Agência Senado – Senadores alertam para efeitos da pandemia na primeira infância

Agência Senado – Covid-19: comissão ouvirá ministros da Saúde, Economia e Relações Exteriores

Agência Câmara – Lira e Pacheco cobram de Pazuello informações em até 24 horas sobre o calendário de vacinação

Agência Câmara – Em carta à embaixada chinesa, Lira destaca parceria e pede ajuda para acelerar vacinação

Anvisa – Nota: Anvisa fará reunião de submissão prévia sobre Covaxin

Anvisa – Dúvidas sobre o peticionamento de novos alimentos?

Anvisa – Confira o Guia sobre Peticionamento Eletrônico de Dispositivos Médicos

Anvisa – Anvisa realiza reunião com a empresa CanSino sobre vacina contra Covid-19

Agência Saúde – Brasil registra 9.782.320 milhões de pessoas recuperadas

Agência Saúde – Ministro Pazuello visita linha de produção da vacina da AstraZeneca/Oxford na Fiocruz

Agência Saúde – Fiocruz abre seleção para cursos de formação em vigilância de saúde nas fronteiras

Agência Brasil – Justiça intima prefeitura de Duque de Caxias por vacinação na cidade

Agência Brasil – Fiocruz prevê produção de 1 milhão de vacinas por dia até final do mês

Agência Brasil – Covid-19: Brasil tem 11 milhões de casos e 266,3 mil mortes

Agência Brasil – Pazuello estima receber até 28 milhões de doses de vacinas neste mês

Agência Brasil – Ministério Público analisa cultos religiosos na Fase Vermelha em SP

Agência Brasil – SP: idosos de 75 e 76 anos começam a ser vacinados em 15 de março

Agência Brasil – São Paulo abrirá 280 novos leitos em unidades de saúde de 11 cidades

Agência Brasil – Covid-19: Pfizer vai entregar 14 milhões de doses de vacina até junho

Folha de S.Paulo – Brasil precisa acelerar vacinação para permitir retomada econômica, diz OCDE

Folha de S.Paulo – A maternidade piora as condições das mulheres; não vamos nos dobrar

Folha de S.Paulo – Prefeito baiano com Covid-19 grava áudio para avisar sobre retorno à UTI

Folha de S.Paulo – Cruz Vermelha reforça ações em áreas violentas do país para manter serviços essenciais na pandemia

Folha de S.Paulo – Prefeito baiano grava áudio para avisar sobre retorno à UTI por Covid-19

Folha de S.Paulo – EUA concedem proteção temporária a venezuelanos no país

Folha de S.Paulo – Última semana somou mais mortes do que primeiros 72 dias de pandemia no Brasil

Folha de S.Paulo – Só abertura de leitos não será suficiente para evitar colapso, dizem especialistas

Folha de S.Paulo – Bolsonaro adota ‘Plano Vacina’ para tentar estancar perda de popularidade

Folha de S.Paulo – Brecha na PEC Emergencial pode deixar incentivos tributários intocados

Folha de S.Paulo – Brasil perde ao menos um profissional de saúde a cada 19 horas para a Covid

Folha de S.Paulo – No papel, país vacina 88% das vítimas potencias de Covid-19 até maio, mas ainda é pouco

Folha de S.Paulo – Capitais anunciam novas medidas restritivas para tentar coibir avanço da Covid-19

Folha de S.Paulo – Coronavac é eficaz contra variante de Manaus, mostram dados preliminares

Folha de S.Paulo – CDC diz que pessoas totalmente vacinadas podem se reunir em grupos pequenos sem máscara

O Estado de S.Paulo – Leitora reclama de reajuste de plano de saúde

O Estado de S.Paulo – STF antecipa para abril julgamento que pode reduzir o prazo de patentes

O Estado de S.Paulo – Fase vermelha: cai adesão de pais ao ensino presencial nas escolas particulares de SP

O Estado de S.Paulo – Entre as várias prioridades, a vacina é a maior

O Estado de S.Paulo – Onda roxa: piora na pandemia faz Minas criar fase mais restritiva no plano de combate à covid

O Estado de S.Paulo – Paraná bate recorde e tem 1.072 pacientes na fila por leitos para covid-19

O Estado de S.Paulo – Prefeito de Natal contraria governo do Estado, afrouxa restrições e recomenda terapia sem eficácia

O Estado de S.Paulo – Uso de máscaras deve ser combinado com distanciamento social para evitar transmissão da covid-19

O Estado de S.Paulo – Hospital das Forças Armadas, em Brasília, tem 90% da UTI ocupada e usa contêiner como necrotério

O Estado de S.Paulo – Cidade argentina registra quarto dia consecutivo de protestos contra quarentena

O Estado de S.Paulo – ‘Maconha não é porta de entrada para outras drogas’, afirmam pesquisadoras

O Estado de S.Paulo – Vacina da Pfizer neutraliza variante brasileira da covid-19 em estudo de laboratório

O Estado de S.Paulo – Não, vacina da Pfizer não fez mortalidade de covid-19 ‘disparar’ em Israel; casos graves diminuíram após início da imunização

O Estado de S.Paulo – Ana Paula Simões é a primeira presidente mulher da Sociedade Paulista de Medicina Desportiva

G1 – Italianos assinam acordo para produzir a vacina russa Sputnik V na Europa

G1 – Postos registram filas na aplicação da 2ª dose da vacina para idosos de 90 anos ou mais em Teresina

G1 – Em carta a embaixador da China, Lira pede ‘olhar solidário’ para ajudar Brasil a superar pandemia

G1 – Como os estudos sobre o HIV aceleraram a descoberta da vacina contra a Covid-19

G1 – Congresso Brasileiro de Geriatria debate a importância das vacinas

G1 – Número de leitos de UTI Covid financiados pelo Ministério da Saúde cai mais de 70% entre picos da pandemia

G1 – Vacinas contra a Covid-19: veja o cronograma do Ministério da Saúde e as divergências sobre doses previstas

G1 – Anvisa diz que responsáveis pela vacina Covaxin solicitaram reunião sobre pedido de uso emergencial

G1 – Brasil aplicou ao menos uma dose de vacina em 8,4 milhões, aponta consórcio de veículos de imprensa

G1 – Brasil tem 1.114 vítimas de Covid nas últimas 24 horas; média móvel de mortes bate recorde pelo décimo dia seguido

G1 – Testes apontam que vacina da Pfizer é capaz de neutralizar novas variantes do coronavírus

G1 – Lockdown é medida extrema, mas de efetividade científica comprovada, afirmam entidades médicas

G1 – Coronavírus: é preciso se vacinar se você já teve Covid-19?

G1 – Geneticista que usa supercomputador para estudar coronavírus é pioneira da bioinformática no país

G1 – Pessoas que já completaram a vacinação contra a Covid podem se reunir entre si sem máscaras, diz CDC

G1 – Após recusar ofertas da Pfizer, governo agora anuncia 14 milhões de doses da empresa até junho

Correio Braziliense – Depressão não é tudo igual: conheça os tipos menos comuns e que impactam na qualidade de vida

Correio Braziliense – Coronavírus: é preciso se vacinar se você já teve covid-19?

Valor Econômico – Congresso pede a Pazuello informações atualizadas sobre vacinação ‘com urgência’

Valor Econômico – China lança passaporte de vacinação para permitir viagens ao exterior

Valor Econômico – Reunião com Pfizer mostra novo status de vacina na economia

Valor Econômico – Mitigar impacto econômico sem controlar pandemia não resolve, dizem economistas

Valor Econômico – Paraguai troca ministros para tentar acalmar protestos por colapso na saúde

Valor Econômico – Vacinados podem se reunir sem máscaras, diz CDC

Valor Econômico – Doenças crônicas agora agravam crise na saúde

Valor Econômico – Gestão na saúde coloca Bolsonaro na mira de corte internacional

Valor Econômico – Com 1.114 mortes por covid-19 em 24h, total no Brasil ultrapassa 266 mil

Valor Econômico – OMS desaconselha uso de ‘passaportes de vacinação’ para viagens internacionais

Valor Econômico – Senadores avaliam dar apoio formal a pacto de governadores contra covid

Valor Econômico – Pazuello prevê até 28 milhões de doses de vacina no Brasil até o fim de março

Valor Econômico – Bolsonaro muda discurso, elogia Pfizer e cita “agressividade do vírus”

Valor Econômico – EUA orientam que pessoas vacinadas poderão se reunir em pequenos grupos com segurança

CNN – Pfizer deve antecipar cronograma e entregar 100 milhões de doses até setembro

CNN – Fórum dos governadores tenta adquirir tecnologia para produzir vacinas no Brasil

CNN – Fiocruz anuncia hoje produção em massa de vacina, sendo 600 mil doses por dia

CNN – Governo lança edital do ‘Mais Médicos’ para reforçar atendimento contra Covid-19

Alego – Deputado Gustavo Sebba enaltece o projeto de lei federal que facilitará diagnóstico de doença rara em recém-nascidos

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »