Brasil contará com ‘várias vacinas’ contra a covid-19 em 2021, diz Ministério da Saúde

//Brasil contará com ‘várias vacinas’ contra a covid-19 em 2021, diz Ministério da Saúde
O secretário-executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, informou nesta quinta-feira (15) que há “grande possibilidade” de o Brasil contar com a oferta de “várias vacinas” contra o novo coronavírus dentro do programa nacional de imunizações de 2021. “Nós estamos aderindo a qualquer iniciativa de desenvolvimento de vacinas que nos ofereça segurança, eficácia na imunogenicidade, que fique pronto num prazo mais curto, que tenha produção em escala para imunizar a população brasileira e a preço acessível”, disse Franco, em apresentação transmitida pelas redes sociais. Segundo ele, o Ministério da Saúde dá uma atenção especial às vacinas que estão na terceira fase de desenvolvimento. De acordo com Valor Econômico o secretário lembrou que, atualmente, quatro vacinas estão nesse estágio, com os testes clínicos monitorados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Franco ressaltou que uma das principais apostas é a vacina do laboratório britânico AstraZeneca, desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford. Reforçou que devem ser disponibilizadas 100 milhões de doses no primeiro semestre de 2021, de acordo com o acerto feito com a Fiocruz.

Secretários pedem em carta que Pazuello inclua vacina do Butantan em cronograma nacional

Em uma carta ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, o Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass) pediu que a pasta comandada por ele incorpore ao Programa Nacional de Imunização (PNI) a vacina contra a covid-19 produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. O pedido reflete o temor de uma politização do tema por parte dos secretários, em meio ao antagonismo entre o presidente Jair Bolsonaro e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e à rejeição da base mais radical bolsonarista à pejorativamente chamada “vacina chinesa do Doria”. Esse receio também ocorre entre técnicos da pasta ouvidos pelo Valor Econômico, nesta quinta-feira (15), que temem que a politização contamine a estratégia do ministério para a vacinação contra o coronavírus. Na carta, os secretários relatam uma reunião ocorrida ontem em que, “de acordo com as informações prestadas pelo Ministério da Saúde na reunião com o Conass, restou declarado que as estratégias já formalizadas pelo Ministério com a vacina AztraZeneca, e pela iniciativa Covax Facility, não devem disponibilizar a vacina à população brasileira antes de abril de 2021”. O Conass pondera, em seguida, que na mesma reunião a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo informou que a vacina produzida pelo Instituto Butantan encontra-se finalizando a fase III até o início do mês de novembro. Ainda segundo o Conass, haverá em dezembro “a disponibilidade imediata de 46 milhões de doses, com mais 14 milhões de doses até fevereiro e, em 2021, mais 40 milhões até junho, totalizando possíveis 100 milhões de doses”. No documento, os secretários afirmam ainda que “o enfrentamento assertivo à pandemia de covid-19, que já evoluiu com mais de 150 mil óbitos no Brasil, exige a máxima pressa e celeridade na aquisição e disponibilização de vacinas à nação”. O Ministério da Saúde ainda não se pronunciou. Uma fonte próxima ao ministro Eduardo Pazuello disse ao Valor, no entanto, que a escolha será feita com base em critérios técnicos, que não haverá discriminação contra e que qualquer vacina que esteja comprovadamente funcionando será adquirida pelo SUS.

CAS sabatina na segunda-feira quatro indicados para a diretoria da Anvisa

A Comissão de Assuntos Sociais do Senado (CAS) vai realizar na próxima segunda-feira (19), a partir das 15h, uma reunião semipresencial para analisar quatro indicações para a diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Segundo a Agência Senado os senadores vão sabatinar os nomeados e depois votar as indicações por meio de escrutínio secreto. Antônio Barra Torres, que atualmente é diretor-presidente substituto da agência, foi indicado para ocupar esse cargo forma efetiva. Ele vinha ocupando a vaga de de forma interina desde o início do ano, quando se encerrou o mandato do antecessor, William Dib. Antônio Barra Torres é contra-almirante da Marinha com especialização na área médica e integra a diretoria da Anvisa desde 2019. A indicação (MSF 51/2020) é relatada pelo presidente da CAS, senador Romário (Podemos-RJ). Para a vaga de Torres no corpo de diretores foi indicada a médica Cristiane Rose Jourdan Gomes (MSF 65/2020). Ela tem experiência nas áreas de gestão hospitalar e de regulação do setor de saúde suplementar. A indicação tem a relatoria do senador Eduardo Girão (Podemos-CE). As outras duas indicações são do advogado Alex Machado Campos (MSF 56/2020) e da farmacêutica Meiruze Sousa Freitas (MSF 60/2020). Alex Machado Campos é servidor da Câmara dos Deputados, já foi chefe de gabinete do Ministério da Saúde em 2019 e dirige o Departamento de Gestão Interfederativa e Participativa da pasta. Meiruze Sousa Freitas é servidora da Anvisa, atuou várias vezes como adjunta de diretorias e já atua como diretora substituta desde o início do ano. Os relatores dessas indicações são, respectivamente, os senadores Lucas Barreto (PSD-AP) e Eduardo Gomes (MDB-TO). Se essas indicações foram aprovadas pela CAS, elas seguirão para votação final no Plenário do Senado. Os diretores da Anvisa têm mandatos de cinco anos, sendo vedada a recondução.

Ministério da Saúde abre curso inédito sobre Políticas Informadas por Evidências em Assistência Farmacêutica

O Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde do Ministério da Saúde- DAF/SCTIE/MS, em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz/Brasília, abre inscrições para o curso inédito de atualização “Políticas Informadas por Evidencias em Assistência Farmacêutica”. Conforme informou a Agência Saúde nesta quinta-feira (15), o curso tem o objetivo de capacitar quanto ao conceito, vantagens e limitações das Políticas Informadas por Evidências – PIE, sua aplicação atual e potencial no âmbito do Sistema Único de Saúde- SUS, em especial na Assistência Farmacêutica – AF. É destinado a profissionais de saúde e gestores e é ofertado na modalidade ensino à distância- EaD com carga horária de 80h. Espera-se que ao final do curso gestores e profissionais do SUS estejam capacitados para usar evidências e dados disponíveis na identificação de problemas de gestão e de serviços farmacêuticos e na tomada de decisão. As inscrições podem ser realizadas a partir de 13 de outubro por meio do link:  https://www.fiocruzbrasilia.fiocruz.br/efg/ead/. O curso estará disponível entre 27 de outubro de 2020 a 21 de dezembro de 2020. Este é o segundo curso da linha de aprendizagem para qualificação da assistência farmacêutica no SUS. Outros dois cursos, a saber: “Políticas de Saúde e Assistência Farmacêutica no SUS”, com inscrições abertas e “Manejo de dados para apoio da Assistência Farmacêutica no SUS” em elaboração, compõem a linha de aprendizagem. Ao realizar os três cursos, será disponibilizado um certificado de nível de qualificação “Aperfeiçoamento”.

SAÚDE NA IMPRENSA

Agência Senado – CAS sabatina na segunda-feira quatro indicados para a diretoria da Anvisa

Agência Câmara – Proposta proíbe unidade do SUS de negar atendimento a usuário de outro município

Agência Câmara – Proposta autoriza emenda parlamentar para a saúde no período pré-eleitoral

Anvisa – Webinar da Anvisa: registro de produtos de terapias avançadas

Anvisa – Publicado artigo científico sobre Projeto Orbis

Anvisa – Carregamento de instruções de uso tem novas regras

Anvisa – Participe do Webinar da Anvisa sobre serviços de hemoterapia

Anvisa – Bulário Eletrônico da Anvisa em manutenção

Anvisa – Alterados protocolos em processos administrativos da Anvisa

Agência Saúde – Ministério da Saúde e Conselho do Ministério Público firmam acordo de cooperação

Agência Saúde – Brasil mantém queda nos registros de óbitos pela Covid-19

Agência Saúde – Ministério da Saúde reforça cuidados materno-infantis no SUS

Agência Saúde – Brasil registra 4.599.446 de pessoas recuperadas

Agência Saúde – Profissionais de saúde do RJ têm contratos prorrogados

Agência Saúde – Ministério da Saúde abre curso inédito sobre Políticas Informadas por Evidências em Assistência Farmacêutica

Opas – OPAS e Amapá firmam parceria para fortalecer a vigilância no estado

Agência Brasil – Evento discute como reverter queda de coberturas vacinais na pandemia

Agência Brasil – Covid-19: prioridade será de vacina em fase mais avançada, diz governo

Agência Brasil – Hemorio faz campanha em busca de jovens doadores de sangue

Agência Brasil – Candidata a vacina da chinesa CNBG se mostra promissora em testes

Correio Braziliense – Estudo de 200 cientistas de seis países apresenta pontos fracos do coronavírus

Correio Braziliense – Risco de contágio por covid-19 em avião é baixo com uso de máscara, diz estudo

Folha de S.Paulo – Mortes por Covid na Europa descolam de casos e ajudam a orientar o Brasil

Folha de S.Paulo – Indústria de saúde lamenta pacote de Doria e prevê alta de preço

Folha de S.Paulo – Pressionado por secretários para comprar vacina chinesa, ministério diz que não descarta possibilidade

Folha de S.Paulo – Vacina de estatal chinesa contra Covid-19 tem bons resultados iniciais em humanos, diz estudo

Folha de S.Paulo – Como transformar nossos sistemas alimentares?

Folha de S.Paulo – Sírio-Libanês e Hospital das Clínicas realizam debate sobre atenção primária e inovação

Folha de S.Paulo – Combinação de Covid-19 e doenças crônicas cria ‘sindemia global’, sugere estudo

Folha de S.Paulo – Secretários pedem em carta que Pazuello inclua vacina do Butantan em cronograma nacional

Folha de S.Paulo – O que é bichectomia e por que médicos temem sua banalização impulsionada por celebridades

O Estado de S.Paulo – Estudo da OMS aponta ineficácia da hidroxicloroquina e outros 3 antivirais contra a covid-19

O Estado de S.Paulo – Governo britânico proíbe até reunião entre parentes

O Estado de S.Paulo – “Não descartamos nenhuma possibilidade”, diz Ministério da Saúde sobre vacinas contra covid-19

O Estado de S.Paulo – Vacina contra a covid é oportunidade de salvação para empresas farmacêuticas

O Estado de S.Paulo – Governo de São Paulo cobra governo Bolsonaro para ter mais verba para vacina chinesa

O Estado de S.Paulo – Bolsonaro substitui aliados da campanha por políticos do Centrão em sua tropa de choque no Congresso

O Estado de S.Paulo – Fiocruz diz que covid-19 na Petrobrás deve ser acidente de trabalho; estatal contesta

O Estado de S.Paulo – Hepatite B: casos caem 17% em São Paulo e campanha tenta bater meta de imunização

O Globo – Na pandemia, empresas lançam planos de saúde mais baratos e cartões de desconto

O Globo – Alto nível de doenças crônicas e Covid-19 geram ‘tempestade perfeita’ contra saúde mundial

O Globo – Cobertura de saúde com preço menor. Entenda as diferenças entre os produtos

G1 – Pfizer pedirá aprovação para uso emergencial de vacina contra Covid-19 nos EUA em novembro

G1 – Estudo liderado pela OMS em mais de 30 países afirma ineficácia de 4 antivirais contra a Covid-19

G1 – ‘Não descartamos nenhuma possibilidade’, diz secretário do Ministério da Saúde sobre vacinas

G1 – Covid-19 persistente se manifesta com sintomas de 4 síndromes diferentes

Valor Econômico – Politização pode atrasar início de vacinação contra o coronavírus

Valor Econômico – Número de pessoas com sintomas de gripe cai a 3,9% da população, mostra IBGE

Valor Econômico – Remdesivir e hidroxicloroquina não reduzem risco de morte por covid-19, diz OMS

Valor Econômico – Verba menor para saúde em 2021 coloca SUS em risco, dizem especialistas

Valor Econômico – Senador é investigado por esquema em licitação na área da saúde

Valor Econômico – Brasil contará com ‘várias vacinas’ contra a covid-19 em 2021, diz Ministério da Saúde

Valor Econômico – Estudos clínicos da vacina do Butantan terminam neste fim de semana, diz Doria

Valor Econômico – Secretários pedem em carta que Pazuello inclua vacina do Butantan em cronograma nacional

______________________
O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »