Boletim NK – Startups apostam em praticidade e segmentação para faturar no mercado pet

//Boletim NK – Startups apostam em praticidade e segmentação para faturar no mercado pet
Startups apostam em praticidade e segmentação para faturar no mercado pet
No Brasil, cerca de 140 milhões de animais de estimação movimentam um mercado de R$ 36,2 bilhões, segundo estimativa do Instituto Pet Brasil. Segundo reportagem do portal Pequenas Empresas Grandes Negócios, em constante crescimento, o setor se revela promissor para inovação e desperta o interesse de quem tem planos de criar uma startup. É o caso da empreendedora Aline Lefol. Com um currículo extenso na área de negócios e doutora em química, ela até chegou a fazer as contas de quanto precisava investir para abrir uma pet shop. Mas, na época do auge do aplicativo de transporte Uber, a ideia foi “uberizar” os serviços que seriam oferecidos em um local fixo. O resultado foi a criação do aplicativo Lilu, para agendamento do banho e tosa em casa. A startup faz parcerias com os profissionais, realiza o treinamento e a intermediação com os donos dos pets. A startup foi a vencedora na cidade do São Paulo do programa Startup SP do Sebrae-SP. O nicho encontrado pelo casal Agnes Cristina e Diogo Petri para investir no setor pet foi o de gatos, população que cresceu 8,1% no país entre 2013 e 2018, contra 3,8% do crescimento do número de cães. Com o convite para participar do Shark Tank Brasil em 2019, a conquista veio. “Entramos no programa pedindo R$ 200 mil e saímos com uma proposta de R$ 1 milhão de dois investidores. O que consolidou a CatMyPet como a marca preferida não só por gatos mas também por tubarões”, brinca Agnes. “Tubarões” são como os investidores do programa são conhecidos pelo público.
BRF e Seara elevarão preços de carnes suína e de aves no Brasil
Para compensar o impacto da disparada do milho no mercado doméstico, as agroindústrias de aves e suínos terão de repassar a alta aos consumidores. A sinalização foi dada nesta quarta-feira (30) por Gilberto Tomazoni, CEO da JBS, e Lorival Luz, da BRF. As duas companhias são donas das três maiores marcas de alimentos à base de carnes do país: Seara, Sadiia e Perdigão. “Todo frango come milho”, disse o presidente da BRF, durante debate promovido pelo Credit Suisse na capital paulista. De acordo com ele, como o cereal mais caro afeta a todos os competidores, a recomposição das margens acabará sendo feita, ainda que o período de reajuste possa variar de acordo com a estratégia de cada empresa. Segundo o Valor Econômico, para as indústrias processadoras de frangos e suínos, o milho costuma representar em torno de 30% do custo de produção. O grão é o principal ingrediente da ração e, neste ano, está 30% mais caro em relação ao início do ano passado, segundo o indicador Esalq/BM&FBovespa. Na mesma base de comparação, a cotação do frango congelado no atacado paulista aumentou 14,6%, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). Se no mercado interno a rentabilidade pode ser recomposta com o repasse de preços — isso, é claro, se os consumidores aceitarem os novos valores —, no exterior a carne de frango brasileira perde competitividade, admitiu Tomazoni.

Avanços no desenvolvimento da vacina contra a peste suína africana

O governo e pesquisadores dos Estados Unidos desenvolveram uma vacina que se mostrou 100% efetiva contra o vírus da peste suína africana, informou a agência Bloomberg, citando a avaliação da Sociedade Americana de Microbiologia. De acordo com reportagem do Estadão, o vírus é responsável pela devastação do rebanho suíno chinês. Desde agosto de 2018, quando a doença no país foi reportada pela primeira vez, o os chineses perderam mais de 40% do plantel. A China consome e produz cerca de 50% da carne de porco do mundo. Não está claro quanto tempo levará até que a vacina esteja disponível comercialmente. As pesquisas de desenvolvimento começaram em 2007, após um surto da doença na Geórgia, no Leste Europeu. “Esta nova vacina experimental mostra-se promissora e oferece proteção completa contra a cepa que atualmente produz surtos em toda a Europa Oriental e Ásia”, disse Douglas Gladue, pesquisador do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) responsável pelo desenvolvimento da vacina.

ONGs resgatam animais de rua após chuvas fortes em Belo Horizonte

Após as chuvas que destruíram as ruas de Belo Horizonte, várias organizações não governamentais (ONGs) da capital mineira estão fazendo mutirões e campanhas para salvar e abrigar os animais de rua. Segundo o portal Estado de Minas Gerais, as instituições estão recolhendo ração, material para salvamento, medicamentos veterinários e pedem que as pessoas se ofereçam como voluntários. A  Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais (Semad) e a Polícia Militar de Minas Gerias (PMMG) também começaram a receber, nesta quarta-feira (29), doações para cães e gatos. A campanha é coordenada no Núcleo de Fauna da Semad e visa a arrecadação de produtos que podem auxiliar na alimentação e nos cuidados com os animais atingidos. Na última quinta-feira, um leão, uma leoa, uma onça, sete gorilas e dois chimpanzés do Zoológico de Belo Horizonte foram levados para a área reservada de seus recintos por causa das fortes chuvas que atingem a Região da Pampulha, em Belo Horizonte. A medida é preventiva e foi tomada por questões de segurança dos animais.

NA IMPRENSA
Valor Econômico – BRF e Seara elevarão preços de carnes suína e de aves no Brasil

Valor Econômico – JBS firma acordo de R$ 3 bi para exportar mais à China

Valor Econômico – Avanços no desenvolvimento da vacina contra a peste suína africana

Estadão – Mercados de animais silvestres na China podem estar ligados ao coronavírus

Canal Rural – Casal de veterinária e zootecnista indica caminho para o sucesso da pecuária em família

UOL – CEO paga R$ 25 mi em anúncio para agradecer médicos que salvaram seu cão

G1 – Com petróleo no quintal, família é obrigada a abandonar a pecuária e se apega à possibilidade de ficar rica

G1 – Procura por hotéis para pets aumenta no período de férias na região de Itapetininga

Estado de Minas Gerais – ONGs resgatam animais de rua após chuvas fortes em BH

Bem Paraná – Adapar alerta para focos de raiva em animais no Noroeste do Paraná

OCP News – Polícia Civil conclui investigações sobre envenenamento de animais domésticos em Joinville

Pequenas Empresas Grandes Negócios – Startups apostam em praticidade e segmentação para faturar no mercado pet

O Presente Rural – Saúde animal no consumo de proteína animal: questão de consciência, de segurança alimentar e de mercado interno e externo
_____________________________________________________

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »