Boletim NK – São Paulo registra novo recorde anual de vacinação contra brucelose, com 95,71% das fêmeas bovídeas vacinadas em 2020

Home/Informativo/Boletim NK – São Paulo registra novo recorde anual de vacinação contra brucelose, com 95,71% das fêmeas bovídeas vacinadas em 2020

São Paulo registra novo recorde anual de vacinação contra brucelose, com 95,71% das fêmeas bovídeas vacinadas em 2020

O estado de São Paulo registrou novo recorde anual de cobertura vacinal com 95,71% das fêmeas bovídeas (bovinas e bubalinas), com idade entre 3 a 8 meses, vacinadas contra a brucelose, superando o índice do ano anterior que foi de 95,27%. Os dados são do sistema informatizado Gestão de Defesa Animal e Vegetal (Gedave), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento vinculado à Coordenadoria de Defesa Agropecuária. Outra notícia importante é que mesmo na pandemia, o Instituto Biológico (IB-APTA), também da Secretaria, aumentou em 20% sua produção de imunobiológicos, antígenos usados para diagnóstico de brucelose e tuberculose em animais.

A vacinação contra a brucelose é obrigatória no Estado desde 2002 e é feita uma única vez na vida das fêmeas bovinas ou bubalinas, com idade entre 3 a 8 meses. A declaração junto ao sistema deve ser feita a cada semestre.

O índice de vacinação do segundo semestre de 2020, que inclui as fêmeas bovídeas vacinadas entre o mês de junho e novembro foi de 94,29%. Das 391.955 fêmeas bovinas com registro no sistema, 369.564 foram vacinadas e 22.391 bezerras deixaram de serem vacinadas. Os animais aptos a serem vacinados estavam distribuídos em 42.286 propriedades e destas, 38.152 (90,22%) declararam a vacinação.  As informações foram apuradas pela equipe do Portal do Agronegócio.

 

Agência de Defesa Sanitária Animal de MS alerta para casos de raiva bovina no estado

Em Mato Grosso do Sul, a Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) manifestou preocupação sobre os nove focos de raiva bovina registrados no município de Cassilândia, a 419 km de Campo Grande. A vacinação contra raiva não é obrigatória em Cassilândia, mas diante do número de focos e as ocorrências em diversas regiões do município, a IAGRO recomenda que o produtor rural faça a imunização do rebanho, inclusive com o reforço após 30 (trinta) dias da primeira aplicação.

Seguindo o protocolo, a equipe da Iagro trabalha 12 quilômetros em torno deste local onde houve o foco, orientando com relação aos cuidados que o produtor deve ter e procurando possíveis abrigos do morcego transmissor, da espécie hematófago e popularmente conhecido como morcego vampiro, a atualização da vacinação e a não manipulação de animais com sintomas da raiva.

De acordo com a Iagro, os municípios de Paraíso das Águas e Costa Rica, próximos da região, possuem mais de 100 animais mortos pela raiva.

 

RS avança em um novo status sanitário

Essa semana o Comitê Científico da Organização Internacional de Saúde Animal (OIE) avalia o pleito do Rio Grande do Sul para reconhecimento de área livre de febre aftosa sem vacinação. “Trata-se de mais um passo para o estado, que poderá refletir diretamente na abertura de novos mercados e também no trabalho realizado pelos auditores fiscais federais agropecuários”, afirma a delegada Sindical do Anffa no RS, Soraya Elias Marredo. Depois da análise e aprovação do comitê, restará apenas a certificação na Reunião Geral da OIE, marcada para maio próximo.

Com a expectativa de conquistar novos compradores, como Japão e China para carne com osso, e outros tantos países que remuneram bem as proteínas animais e que hoje não compram do RS, o trabalho dos auditores agropecuários toma novas dimensões. “Serão necessários reforços tanto na inspeção nas plantas frigoríficas exportadoras, quanto no aumento da vigilância em portos, aeroportos e fronteiras”, confirma Soraya. Ela diz ainda que uma maior robustez na vigilância agropecuária será ainda mais exigida com a retirada da vacina.

Esse acréscimo de demanda, esperado pelo mercado e pelos próprios servidores e governo, traz a preocupação com a crescente redução, nos últimos dois anos, no número de auditores ativos. “A ministra Tereza Cristina já foi informada sobre a necessidade de novos concursos. Muitos colegas estão se aposentando e os que permanecem estão sobrecarregados. Ainda que novos auditores tenham sido chamados em 2020, o número não cobre a real carência nas atividades-fim de fiscalização agropecuária”, pontua Soraya. As informações são da assessoria de imprensa do Mapa.

 

 

Ministério da Agricultura libera pagamento do Garantia-Safra para 200 mil agricultores do país

O Ministério da Agricultura liberou o pagamento do Garantia-Safra da temporada 2019/20 para quase 200 mil agricultores familiares de oito Estados do país. O valor autorizado ultrapassa R$ 168 milhões. Serão contemplados 197 mil produtores de Alagoas, da Bahia, do Ceará, Maranhão, de Minas Gerais, da Paraíba, de Pernambuco e do Piauí, que receberão o pagamento em parcela única de R$ 850. As informações foram apuradas pelo Valor Econômico.

O Ministério da Agricultura liberou o pagamento do Garantia-Safra da temporada 2019/20 para quase 200 mil O Garantia-Safra é destinado ao sustento básico de agricultores familiares de regiões atingidas por estiagens ou enchentes que provocam perdas nas lavouras. Agricultores com renda mensal de até um salário mínimo e meio, que tiverem perdas de produção em seus municípios igual ou superior a 50%, têm direito ao benefício.

 

NA IMPRENSA

 

Agrolink – GO: governo trabalha por registro de Indicação Geográfica do Queijo Cabacinha

Agrolink – RS avança em um novo status sanitário

Agrolink – “Nosso setor é o mais preparado do mundo”: presidente da ABPA

Agrolink – Poder de compra do avicultor é o pior da história

Agrolink – Cadê a oferta de boiadas?

Agrolink – Secretaria de Agricultura de SP desenvolve pesquisa com trutas de coloração azul-prateada e amarela

Agrolink – RS: Final Nacional do Crioulaço tem participação de mais de mil exemplares

Agrolink – Edições de genes de suínos estão chegando nos EUA

SBA – Agência de Defesa Sanitária Animal de MS alerta para casos de raiva bovina no estado

Portal do Agronegócio – São Paulo registra novo recorde anual de vacinação contra brucelose, com 95,71% das fêmeas bovídeas vacinadas em 2020

Portal do Agronegócio – Tratamento de enfermidades via água de bebida é mais efetivo e facilita a vida do suinocultor

Portal do Agronegócio – De outubro para novembro produção de pintos de corte recuou quase 12%

Valor Econômico – Ministério da Agricultura libera pagamento do Garantia-Safra para 200 mil agricultores do país

R7 – Terapias alternativas fazem sucesso na medicina veterinária

SECHAT – Veterinário argentino desenvolve terapias com Cannabis Medicinal para animais

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »