Boletim NK – Produção de sêmen para genética cresce 36%

//Boletim NK – Produção de sêmen para genética cresce 36%

Produção de sêmen para genética cresce 36%

A Associação Brasileira de Inseminação Artificial (Asbia) apresentou, nesta segunda-feira (8), um balanço preciso do setor de inseminação artificial (IA) em bovinos ao longo do ano de 2020 no Brasil.

De acordo com o novo INDEX Asbia 2020, a IA está presente em 77% dos municípios brasileiros, com a utilização por 4.286 municípios. O setor avança a cada ano. Em 5 anos, passou de menos de 13 milhões de doses para 21,5 milhões de doses vendidas ao cliente final. “Os resultados marcam definitivamente a inseminação artificial como uma das ferramentas fundamentais para o futuro da pecuária no Brasil, e colocam o país num patamar muito importante no cenário mundial”, comenta o presidente da associação, Márcio Nery.

De acordo com informações divulgadas pelo Agrolink, a produção total de sêmen alcançou as 14.8 milhões de doses em 2020, representando um crescimento de 36% em relação ao ano anterior, quando foram produzidas 10.9 milhões de doses. Com um crescimento de 5% em relação a 2019, as exportações também tiveram resultados positivos, atingindo as 508 mil doses. Foram coletadas 12.5 milhões de doses de genética de raças de corte, marcando um aumento de 38% em relação às de 2019. Quanto às raças de leiteiras, foram coletadas 2.3 milhões de doses, contra 1.7 milhão de doses do ano anterior.

Ministério afirma monitorar possíveis casos de necrose infecciosa em tilápias

O Ministério da Agricultura informou em nota nesta segunda-feira (8/2) que segue monitorando o possível surgimento de novos focos de necrose infecciosa do Baço e do Rim (ISKNV) em criações de tilápias no Brasil. Inédita no país, a doença pode levar à mortalidade de até 75% em criações mais jovens da espécie (alevinos) e não possui vacina registrada no país.

“O Serviço Veterinário Oficial (SVO) continua a coordenar investigações epidemiológicas para monitorar os focos detectados, caracterizar a situação de saúde animal e estabelecer, em conjunto com o setor produtivo, bons práticas e procedimentos de biossegurança para a proteção da fauna e produção de piscicultura nacional”, informou o Ministério da Agricultura.

Embora o primeiro caso tenha sido registrado em julho do ano passado, apenas na última quinta-feira (4/2) o governo brasileiro notificou a Organização Internacional de Saúde Animal (OIE) com base em testes confirmatórios realizados por um laboratório de referência no Japão, país onde foi registrado o primeiro caso da doença em 1990.

“Por se tratar de doença emergente no país, o Mapa – além de confirmar a presença do vírus por meio de análises em laboratório federal de defesa agropecuária – encaminhou amostras positivas para o laboratório de referência da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), no Japão, para a devida validação do diagnóstico”, explicou o Mapa.

Contratos futuros de suínos na China e ações de empresa sobem devido a surtos de doenças

O contrato futuro de suínos mais ativo da China subiu mais de 4% na segunda-feira (8) e as ações do maior produtor de suínos do país subiram depois que relatórios recentes destacaram surtos de doenças graves no maior rebanho suíno do mundo. Os relatórios alimentaram as preocupações dos investidores sobre a oferta de suínos e as apostas de que os preços vão subir.

O contrato futuro de suínos fechou 4,08% mais firme, a 26.900 yuans (US $ 4.166,15) por tonelada, o maior valor desde as negociações da Bolsa de Commodities de Dalian, lançado no mês passado. As ações da Muyuan Foods, maior criadora de suínos do país, subiram 9,3% na segunda-feira, para 116 yuans.

Tanto os futuros quanto as ações da empresa começaram a subir na semana passada, em meio a intensas discussões sobre a extensão da doença no rebanho de suínos do país. A Reuters relatou no mês passado que novas cepas de peste suína africana estavam afetando a produção em fazendas de reprodução na China.

Bulgária abaterá 160 mil patos após surto de gripe aviária

A Bulgária vai abater mais de 160 mil patos após um surto de gripe aviária ocorrido em duas fazendas, disseram autoridades veterinárias citadas pela agência Reuters. Os casos foram registrados em duas propriedades de criação de patos, que pertencem ao mesmo produtor, na cidade de Slaviyanovo,

Este trecho é parte de conteúdo que pode ser compartilhado utilizando o link Este é o segundo caso de registro de gripe aviária no país em 2021. Na semana passada, as autoridades detectaram a doença em uma fazenda com mais de 99 mil galinhas poedeiras.

Segundo o Valor Econômico, a Agência de Segurança Alimentar da Bulgária disse que não havia ligação tecnológica entre as fazendas de criação de patos e a de galinhas e apelou aos fazendeiros da região para manter seus rebanhos e aves de quintal dentro de casa.

 

NA IMPRENSA

 

Valor – Bulgária abaterá 160 mil patos após surto de gripe aviária

Valor – Sustentável, fazenda em GO até ‘descobre’ abelha

Agrolink – Produção de sêmen para genética cresce 36%

Agrolink – Empresa de nutrição animal tem troca de comando

Agrolink – Países abatem aves para conter gripe aviária

Agrolink – Em Tocantins recadastramento de estabelecimentos agropecuários encerra dia 28

Agrolink – Exportações da piscicultura brasileira continuam crescendo, mesmo com efeitos da pandemia

Agrolink – Cientistas descobrem mutação no vírus da PSA

Agência Câmara – Projeto permite que animais figurem individualmente como parte em processo judicial

Canal Rural – Raça girolando completa 25 anos e deve chegar a 2 milhões de registros

Globo Rural – Ministério afirma monitorar possíveis casos de necrose infecciosa em tilápias

Globo Rural – Poluição do mar desafia pesca artesanal no Brasil e causa escassez de peixes

Portal do Agronegócio – Plano de prevenção de câncer da UE ameaça carnes

Portal do Agronegócio – Contratos futuros de suínos na China e ações de empresa sobem devido a surtos de doenças

 

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »