Boletim NK – Mercado de defensivos deve ficar em USD 13,7 bilhões

Home/Informativo/Boletim NK – Mercado de defensivos deve ficar em USD 13,7 bilhões

Mercado de defensivos deve ficar em USD 13,7 bilhões

O mercado de defensivos agrícolas deve permanecer estável ao redor de USD 13,7 bilhões, de acordo com projeções do Rabobank. Isso ocorrerá porque o “aumento do consumo promovido pela expansão de área agrícola deve compensar a redução dos preços em dólares”, aponta o estudo “Perspectivas para o agronegócio brasileiro”, divulgado pelo portal AgroLink. Para 2021, projeta a instituição financeira, os preços dos defensivos agrícolas devem continuar sendo guiados pelos preços das commodities bem como pela movimentação do real frente ao dólar: “A manutenção das margens dos produtores agrícolas acima da média nos últimos anos deve continuar incentivando tanto o uso de alta tecnologia nas lavouras quanto o investimento em novas áreas para a safra 2021/22, favorecendo a demanda por insumos”. Para 2021, projeta a instituição financeira, os preços dos defensivos agrícolas devem continuar sendo guiados pelos preços das commodities bem como pela movimentação do real frente ao dólar: “A manutenção das margens dos produtores agrícolas acima da média nos últimos anos deve continuar incentivando tanto o uso de alta tecnologia nas lavouras quanto o investimento em novas áreas para a safra 2021/22, favorecendo a demanda por insumos”.

Fungicida contra resistência chega ao Brasil

Conforme apurado pelo portal AgroLink, o Brasil acaba de registrar um fungicida que serve para diversas culturas e se destaca pela formulação exclusiva que reúne tripla ação para driblar as resistências das doenças aos fungicidas. Somente no caso da soja, são estimadas perdas anuais de produção de cerca de 15% a 20% em decorrência dos ataques de fungos, podendo superar os 80% em casos extremos. Com o nome comercial Across, de propriedade da Adama, o produto foi testado em 300 ensaios desde 2014 teve bons resultados em doze culturas: algodão, soja, milho, feijão, batata, tomate, amendoim, ervilha, grão de bico, feijão caupi, lentilha e milheto. A composição traz alta eficiência, amplo espectro de controle de doenças, alta seletividade às culturas e poderosa ferramenta para manejo de resistência. A comercialização está prevista para o primeiro semestre de 2021.

Prazo para produtor garantir benefícios do programa de regularização ambiental termina em dezembro

O produtor rural tem até o dia 31 de dezembro para aderir ao Cadastro Ambiental Rural (CAR) e garantir os benefícios do Programa de Recuperação Ambiental (PRA) previstos no Código Florestal.As informações disponibilizadas no CAR mostram que o setor agropecuário contribuiu para a preservação de 200 milhões de hectares de vegetação nativa, com 13 milhões de hectares em Áreas de Preservação Permanente (APPs) e 108 milhões de hectares em Reservas Legais com remanescentes de vegetação nativa. “O CAR não tem data de encerramento para adesão, mas se o produtor quiser acessar os benefícios, precisa se ater ao prazo,” explica o coordenador de Sustentabilidade da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Nelson Ananias Filho. Este ano, 550 milhões de hectares foram cadastrados no sistema.

Facilitar recuperação judicial do produtor pode reduzir oferta de crédito rural

Após a aprovação no Senado Federal, projeto de lei 6.303 de 2019, os produtores rurais poderão ter maior facilidade para dar andamento em processos de recuperação judicial pessoa física. Vista como favorável para os agricultores, o projeto, na verdade, pode ter impacto negativo para o setor produtivo, de acordo com Fernando Bilotti Ferreira, sócio do escritório Santos Neto Advogados, em entrevista ao Canal Rural. “Diante dessa nova realidade, onde o produtor pode tem acesso a crédito mesmo com pendências, não podemos negar que haverá por partes dos players que oferecem o recurso uma sensação de risco de mercado. No longo prazo, isso pode gerar uma redução na oferta de crédito, concentrando esse recurso na mão de grandes produtores, gerando não apenas escassez de crédito, mas aumento na taxa de jutos em uma das principais atividades econômicas do país”, afirma Ferreira.

NA IMPRENSA

Valor Econômico – Commodities: Em dia de feriado nos EUA, café sobe na bolsa de Londres

Valor Econômico – Biopark, em Toledo (PR), passa a abrigar agtech e vai implantar “fazenda inteligente”

Valor Econômico – Agtech Bart Digital movimenta R$ 3,2 bilhões em CPRs eletrônicas na pandemia

Valor Econômico – Alta da soja leva chineses a tentar cancelar compras de cargas dos EUA

AgroLink – Produtores são beneficiados pelas alterações na Lei de Recuperação Judicial e Falência?

AgroLink – Seguro rural pode solucionar riscos do setor cafeeiro

AgroLink – 21 milhões para minimizar efeitos da estiagem em SC

AgroLink – Inovação no agronegócio vai além da tecnologia

AgroLink – Programa de Sementes Forrageiras vai ser antecipado e abertura deve ser anunciada em breve

AgroLink – Crédito beneficia produtores rurais atendidos pela ATeG do Senar

AgroLink – O que a eleição de Biden muda nas commodities e energia?

Mapa – Análise do Mapa mostra que sementes recebidas por brasileiros contêm pragas que não existem no país

CNA  – CNA debate experiências e desafios socioambientais na região amazônica

FPA – Presidente da FPA entende que aprovação do PL da Recuperação Judicial é “grande vitória para o agro”

FPA – Nota oficial – Retorno dos trabalhos presenciais no Congresso Nacional

Embrapa – Embrapa lança livro sobre desafios do agro nos biomas brasileiros em webinar

Embrapa – Evento sobre bioprodutos e bioinsumos da Embrapa Agroenergia teve mais de três mil visualizações

Canal Rural – Liderado pela China, maior acordo comercial do mundo pode ter impactos no agro brasileiro

Canal Rural – China é cada vez menos ameaça e mais oportunidades, diz diplomata

Canal Rural – ‘Envio de sementes com pragas pode ser iniciativa de grupo radical’

Canal Rural- Daoud: ‘Não há uma definição sobre o futuro da política agrícola no Brasil’

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »