Boletim NK – Inteligência artificial pode diagnosticar tumor de pele que até médico não vê

//Boletim NK – Inteligência artificial pode diagnosticar tumor de pele que até médico não vê
Inteligência artificial pode diagnosticar tumor de pele que até médico não vê
O uso de inteligência artificial no diagnóstico de câncer de pele vem sendo estudado em todo o mundo como um possível auxiliar dos dermatologistas. Agora, uma pesquisa de cientistas brasileiros mostra que a máquina pode detectar um tumor maligno até em imagens nas quais a lesão foi coberta e somente a pele ao redor do tumor foi analisada. De acordo com o Jornal Estadão, o computador se mostrou capaz de ver indícios de malignidade onde médicos especialistas não conseguem. A descoberta, ainda preliminar, faz parte de estudos de um grupo de cientistas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) que tem utilizado técnicas avançadas de machine learning (aprendizado de máquina) para treinar computadores a fazer o diagnóstico de melanoma, tipo mais agressivo e letal de câncer de pele.

Estudo relaciona desnutrição de mães com agravamento dos efeitos do vírus da zika na malformação de fetos

A desnutrição de mulheres grávidas estaria diretamente relacionada ao aumento dos casos de microcefalia pelo vírus da zika. Segundo o Portal G1, um estudo publicado pela revista “Sciences Advances” mostrou que uma alimentação pobre em proteínas aumenta os riscos de infecção nas mães o que pode provocar a malformação dos fetos. Patrícia Gaez, pesquisadora da UFRJ e uma das autoras do estudo, disse ao G1 que durante o surto de 2015, 40% das mães que deram à luz a crianças com microcefalia associada ao zika tinham algum tipo de restrição proteica.

Termina sexta-feira consulta pública sobre saúde bucal do brasileiro

Termina na próxima sexta-feira (17) o prazo para o envio de contribuições à consulta pública do Ministério da Saúde sobre a saúde bucal dos brasileiros. A consulta visa receber sugestões sobre a metodologia a ser aplicada na nova edição da pesquisa SB Brasil 2020, que trata de saúde bucal. Com o estudo, que vai examinar aproximadamente 30 mil pessoas e levantar os principais problemas de saúde bucal, será possível levantar tendências e subsidiar a formulação e aprimoramento das políticas públicas da área. Conforme apurado pela Agência Brasil, a pesquisa SB Brasil 2020 está em sua quinta edição e visa levantar informações para qualificar o planejamento de políticas e programas de promoção, prevenção e assistência em saúde bucal.

Rio inicia campanha de vacinação para conter avanço do sarampo

O estado do Rio de Janeiro iniciou hoje (13) campanha de vacinação contra o sarampo para evitar que a população fluminense sofra com um surto da doença, como o registrado em São Paulo no ano passado. A mobilização vai até 13 de março e tem como meta vacinar 3 milhões de pessoas nos 92 municípios do estado. O público-alvo é a população de 6 meses a 49 anos de idade. De acordo com a Agência Brasil, o Rio de Janeiro teve 373 casos confirmados de sarampo no ano passado, o que já representa uma alta expressiva na comparação com os 20 casos confirmados em 2018. A incidência da doença avançou em diversas partes do mundo nos últimos dois anos e fez com que países como o Brasil, o Reino Unido e a Venezuela perdessem o certificado internacional de erradicação do sarampo.

SAÚDE NA IMPRENSA

__________________________________________________
O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »