Boletim NK – Governo investe em tecnologia para qualificar a saúde

//Boletim NK – Governo investe em tecnologia para qualificar a saúde
Governo investe em tecnologia para qualificar a saúde
Aliar tecnologia à solução de problemas da saúde é o intuito do Governo Federal para os próximos anos, conforme destaca o Portal do Ministério da Saúde. Por isso, os Ministérios da Saúde e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) lançaram, nesta quinta-feira (30), a Câmara da Saúde 4.0. Será um ambiente de discussões entre membros de instituições públicas e privadas para formular ideias de projetos que possam ajudar, no futuro, a saúde brasileira alinhado a estratégia da saúde digital para o Brasil, que já vem sendo construída por meio do Programa Conecte SUS. O anúncio foi feito pelos ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e o ministro do MCTIC, Marcos Pontes, em Brasília, durante assinatura do Acordo de Cooperação Técnica (ACT) para criação da Câmara da Saúde 4.0. Esta é a quarta Câmara de discussões criada pelo Governo Federal. O projeto faz parte das ações previstas no Plano Nacional de Internet das Coisas (IoT), lançado pelo MCTIC em 2019. O plano se se trata de uma revolução tecnológica com objetivo de conectar dos dispositivos utilizados no dia a dia à internet.
SUS pode receber novo tratamento para diabetes

Até o dia 3 de fevereiro, profissionais de saúde, pessoas com diabetes, familiares, cuidadores e a sociedade como um todo podem participar de uma consulta pública e opinar sobre a inclusão de nova terapia para diabetes no SUS. Segundo a reportagem do Estadão, o medicamento vai ajudar a melhorar a vida de quem tem diabetes tipo 2 (DM2) e doença cardiovascular estabelecida.  “O tratamento do DM2 vai além da insulina. Existem hoje novos medicamentos para controle da doença e os pacientes têm direito a ter acesso aos melhores tratamentos, seguindo a orientação médica. A cesta básica de medicamentos para diabetes tipo 2 disponível no SUS é muito restrita e não é atualizada há mais de quatro décadas”, destaca o endocrinologista Ruy Lyra, professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Anvisa aprova primeiro biossimilar oncológico da Pfizer

Foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) o primeiro biossimilar oncológico da Pfizer no Brasil, o Trazimera (trastuzumab-qyyp). A medicação é recomendada para os pacientes com tumores que apresentam alta expressão de HER-2, como o câncer de mama, metástase gástrica ou adenocarcinoma, o mesmo diagnosticado na apresentadora Ana Maria Braga. O adenocarcinoma é um dos tipos de tumores mais comuns nos cânceres do pulmão. Afeta as células glandulares do órgão e representa cerca de 30% dos casos. “A aprovação no Brasil de um biossimilar oncológico que atua na inibição de HER-2 beneficiará muitos pacientes. Além da alta prevalência em câncer de mama, o HER-2 é positivo em 10% a 30% dos cânceres gástricos. A presença dessa proteína confere maior agressividade e pior prognóstico, mas a taxa de resposta com os inibidores é robusta, aumentando significativamente o tempo e qualidade de vida dos pacientes”, ressalta a diretora médica da Pfizer Brasil, Márjori Dulcine.

Indústria farmacêutica apresenta melhor resultado dos últimos cinco anos em 2019

O ano de 2019 era muito esperado por diversos setores que acreditavam em uma melhora no cenário econômico. Apesar dos resultados terem ficado abaixo do que se esperava, o último ano foi extremamente positivo para o setor farmacêutico, já que 2019 obteve um dos melhores resultados dos últimos cinco anos. Segundo publicação do site Panorama Farmacêutico, o Estudo de Mercado Institucional da IQVIA demonstrou que o mercado farmacêutico brasileiro somou R$ 215,6 bilhões em vendas. De acordo com o estudo, o crescimento do varejo está abaixo dos canais institucionais, porém ainda acima da inflação. Uma das tendências para 2020 é o crescimento das farmácias como um local agregado de conveniência. Os MIPs (Medicamentos Isentos de Prescrição) representam cerca de 30% das unidades vendidas do total de medicamentos no Brasil, e uma pequena parcela do receituário médico abrange produtos dessa categoria. Os médicos conhecem, exatamente, a utilidade terapêutica que os MIPs possuem, por isso são comumente prescritos.

SAÚDE NA IMPRENSA
O Imparcial – Acupuntura e a oftalmologia​

Cidade Verde – Endocrinologista alerta para casos de diabetes em crianças e adolescentes​

Noticiário – Falta de atenção à saúde dos olhos, triplica número de cegos no Brasil

_____________________________________________________

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

 

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »