Boletim NK – Biofertilizante nanotecnológico revoluciona nutrição

Home/Informativo/Boletim NK – Biofertilizante nanotecnológico revoluciona nutrição

Biofertilizante nanotecnológico revoluciona nutrição

Um fertilizante e estimulante biológico que utiliza como matéria-prima carbono, nitrogênio e hidrogênio foi o resultado de uma parceria entre UNB (Universidade de Brasília) e a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária). Através da nanotecnologia, a Arbolina (previamente conhecida como Krill A32), possui características químicas que permitem uma absorção mais eficiente pelas folhas e, dentro da planta, ativa rotas metabólicas essenciais.

Desenvolvida para o aumento da eficiência dos sistemas produtivos, a Arbolina possui em sua formulação propriedades estimulantes e hormonais. De acordo com Juscimar, o biofertilizante é voltado principalmente para aplicação na agricultura por meio de pulverizações foliares em hortaliças, soja, trigo, milho, algodão, feijão, morango e em qualquer outra espécie cultivada.

 

USDA publica regra final para produção de cânhamo 

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) anunciou recentemente a regra final que regulamenta a produção de cânhamo nos Estados Unidos. A regra final incorpora modificações nos regulamentos estabelecidos pela regra final provisória (IFR) publicada em outubro de 2019. As modificações são baseadas em comentários públicos após a publicação do IFR e lições aprendidas durante a estação de cultivo de 2020. A regra final está disponível para visualização no Federal Register e entrará em vigor em 22 de março de 2021.

“Com a publicação desta regra final, o USDA conclui um processo completo e transparente de formulação de regras que começou com uma sessão de escuta de maconha em março de 2019”, disse o subsecretário de programas regulatórios e de marketing do USDA Greg Ibach. “A equipe do USDA utilizou as informações que você forneceu por meio de três períodos de comentários e de suas experiências ao longo de um período de cultivo para desenvolver regulamentações que atendam às intenções do Congresso, ao mesmo tempo que fornecem um processo justo, consistente e com base científica para estados, tribos e produtores individuais. continuará a conduzir educação e divulgação para ajudar a indústria a cumprir os requisitos”, completou.

As principais disposições da regra final incluem requisitos de licenciamento; requisitos de manutenção de registros para manter informações sobre a terra onde o cânhamo é produzido; procedimentos para testar os níveis de concentração de THC para o cânhamo; procedimentos para a eliminação de plantas não conformes; disposições de conformidade; e procedimentos para lidar com violações. As informações são do portal Agrolink.

 

Europa precisa de lei para proteger solos, diz especialista

De acordo com o que afirmou recentemente a geógrafa Teresa Pinto-Correia, no podcast Ciência com Impacto, do Diário de Notícias, existe uma grande necessidade atualmente na criação de uma lei europeia para proteger os solos do continente da compactação, da erosão e também do mau uso. As informações aqui publicadas foram disponibilizadas originalmente pela revista Vida Rural de Portugal.

“Muitos dos solos na Europa estão degradados ou estão em condições que se deterioram todos os dias e a atenção de quem utiliza o solo e mesmo da sociedade em geral sobre o solo é muito baixa. Ninguém sabe qual é o solo em que vive ou o solo em que se produz os alimentos que consome”, revela Teresa Pinto Correia, vice-presidente do Conselho de Missão Europeu sobre a Saúde dos Solos e dos Alimentos, em entrevista ao Diário de Notícias.

Nesse cenário, o grupo de trabalho sobre a saúde dos solos e dos alimentos da Europa defende uma mudança profunda no uso da terra e dos sistemas alimentares no velho continente. Pelo menos foi isso que está afirmando a vice-presidente desse Conselho de Missão Europeu. O foco das medidas vai ser a prevenção da degradação do solo rural e urbano de todo o continente europeu.

 

Nova espécie de abelha é descoberta em Goiás

Ceratina (Ceratinula) fioreseana, este é o nome da nova espécie de abelha solitária descoberta na Fazenda Nossa Senhora Aparecida, em Água Fria de Goiás (GO). A nomenclatura é uma homenagem à família Fiorese, os proprietários e primeiros a fazerem parte do projeto Bayer Forward Farming no Brasil, que promove a agricultura sustentável e as boas práticas agrícolas em propriedades rurais em todo o mundo.

A nova espécie de abelha foi identificada pela primeira vez pelo trabalho de dois cientistas: Heber Luiz Pereira, pesquisador responsável pelo monitoramento da diversidade de polinizadores na fazenda, e a Favizia Freitas de Oliveira, pesquisadora taxonomista de abelhas do Instituto de Biologia da Universidade Federal da Bahia (IBIO-UFBA). Graças ao estudo, foi identificado o primeiro registro de espécie do subgênero Ceratina (Ceratinula), popularmente conhecido como abelhas carpinteiras pequenas, no Centro-Oeste brasileiro. O artigo científico com o anúncio da descoberta foi recentemente publicado na Zookeys, publicação internacional referência nas áreas de zoologia, taxonomia, filogenia e biogeografia. As informações são do portal Revista Rural.

Segundo Favízia, o trabalho na fazenda da família Fiorese começou em 2017. “Nós coletamos alguns espécimes da nova espécie (fêmea e macho). Além destas, identificamos mais 72 outras espécies de abelhas nativas brasileiras, durante uma avaliação rápida para monitoramento de diversidade de polinizadores, efetuada no entorno da lavoura de soja”, comenta. Para Cláudia Quaglierini, gerente de Inteligência Tropical da Bayer, a descoberta reforça a convivência harmônica entre a agricultura e a população de abelhas no mesmo espaço. “Com esta parceria, conseguimos observar que, considerando as boas práticas agrícolas, podemos verificar a diversidade de polinizadores existente na fazenda que se mantém produtiva há mais de 30 anos. As abelhas, inclusive, podem atuar para trazer um melhor resultado em termos de produtividade, por meio da polinização”, completa.

 

NA IMPRENSA

 

G1 – Importação de soja dos EUA pela China aumenta 52,8% em 2020, mas volume fica abaixo do esperado

Agência Câmara  – Projeto cria teto nacional para custos cartoriais em operações de crédito rural

Revista Rural – Nova espécie de abelha é descoberta em Goiás

Valor Econômico – Valora Investimentos amplia aposta no agronegócio

Valor Econômico – Cooperativa mineira de café quer lançar criptomoeda própria ainda em 2021

Valor Econômico – Yara e CF, de fertilizantes, reconfiguram fábricas para produzir amônia renovável

Agrolink – UE reconhece certificação orgânica do Reino Unido 

Agrolink – RN: mais de mil agricultores atendidos com recursos aplicados pelo PAA em 2020

Agrolink – Europa precisa de lei para proteger solos, diz especialista

Agrolink – FAEP e IAT lançam material com orientação sobre barragens

Agrolink – Indicador do arroz segue em queda

Agrolink – Biofertilizante nanotecnológico revoluciona nutrição

Agrolink – Azonasul aprova protocolos para Abertura da Colheita do Arroz

Agrolink – USDA publica regra final para produção de cânhamo 

Agrolink – StoneX reduz projeção para soja 2020/21 no Brasil após falta de chuvas em dezembro

Mapa – Normas para produção integrada de folhosas entram em vigor em fevereiro

Mapa – Pêssegos com tecnologia da Embrapa ganham mercados no Hemisfério Norte

 

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »