Boletim NK – Avião que buscará vacinas na Índia parte amanhã à noite do Recife

//Boletim NK – Avião que buscará vacinas na Índia parte amanhã à noite do Recife

Vacinação contra Covid-19 deve começar com profissionais de saúde da linha de frente, diz governo

Diante do restrito número de doses de imunizantes contra a Covid-19 disponíveis num primeiro momento para efetuar a vacinação, o Ministério da Saúde deve priorizar profissionais que atuam na linha de frente do combate à pandemia do novo coronavírus. Nesta quinta-feira, o ministro da Saúde,  Eduardo Pazuello, afirmou em teleconferência com 140 prefeitos que a vacinação deve começar na próxima quarta-feira, se a Anvisa aprovar as vacinas até domingo, conforme adiantou o colunista Ancelmo Gois do O Globo.

O secretário executivo da pasta, Élcio Franco, afirmou durante coletiva de imprensa na quarta-feira que o governo trabalha com diferentes cenários em relação à disponibilidade de doses da vacina. O primeiro cenário de 8 milhões de doses, considerando a disponibilidade de 2 milhões de doses da vacina de Oxford, importada do Instituto Serum, da Índia; e 6 milhões de doses da CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan. E outro cenário com a disponibilidade de apenas uma das duas opções de vacina.

 

Após receber dados da Coronavac, Anvisa relata que ainda há pendências

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) atestou nesta quinta-feira a entrega de toda a documentação relativa à CoronaVac que estava pendente. Após recebê-la, contudo, a agência comunicou que as últimas informações encaminhadas estão incompletas. Sem os dados completos, ainda não será possível concluir a análise do pedido para uso emergencial da vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan, em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

Segundo apuração feita pelo Valor Econômico, o ultimo dado a ser encaminhado, o estudo de imunogenicidade chegou à Anvisa sem a identificação dos voluntários que receberam vacina ou placebo. Além disso, os resultados apresentados são apenas qualitativos. “A Anvisa recebeu na mesma noite de ontem (13/1) o comunicado em que o Instituto Butantan afirma que solicitou à empresa internacional, parceira no desenvolvimento da vacina, que enviasse as informações com a maior brevidade possível”, informou a agência.

De acordo com os dados atualizados pela Anvisa, ainda estão pendentes de complementação 33,7% das informações referentes à Coronavac. No caso da vacina da Fiocruz, desenvolvida com a AstraZeneca e a Universidade de Oxford,a pendência é de 31,3%. A diretoria colegiada da Anvisa se reúne no próximo domingo, às 10 horas, para deliberar sobre o uso emergencial das duas vacinas. Em caso de sinal verde, a imunização da população deve começar já na próxima semana.

 

Avião que buscará vacinas na Índia parte amanhã à noite do Recife

O Ministério da Saúde informou nesta quinta-feira (14) que o avião da companhia aérea Azul previsto para decolar hoje em direção à Índia para buscar 2 milhões de doses da vacina contra a covid-19, só sairá de solo brasileiro amanhã (15) à noite. Em nota, a pasta disse que o voo foi reprogramado em algumas horas devido a questões logísticas internacionais. Com a reprogramação, a aeronave deve decolar de Viracopos em direção a Recife ainda na tarde desta quinta-feira, mas a partida para Mumbai, na Índia foi adiada para amanhã, as 23h.

Em nota, a Azul também comentou a mudança: “a aeronave decola de Campinas nesta tarde e deve chegar à capital pernambucana à noite, pernoitando no aeroporto dos Guararapes [foto]”. A aeronave deve decolar do aeroporto paulista às 15h30.

Ao chegar ao país, a vacina ainda precisa aguardar o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para que as doses comecem a ser aplicadas. A agência se reúne no domingo (17) para analisar o pedido de uso emergencial apresentado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), parceira da AstraZeneca e da Universidade de Oxford no Brasil. De acordo com o Ministério, a vacina será distribuída aos estados em até cinco dias após o aval da Anvisa para, assim, dar início à imunização em todo o país, de forma simultânea e gratuita.

 

Frente de prefeitos: há seringas suficientes para começar vacinação

O presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), Jonas Donizette, disse hoje (14), que a maioria dos 5.570 municípios brasileiros estará apta a iniciar a campanha de vacinação contra a covid-19 tão logo o Ministério da Saúde distribua os imunizantes autorizados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). De acordo com Donizette, os 30 milhões de seringas e agulhas que o governo federal requisitou administrativamente a empresas do setor foram para, nas palavras do ministro, “regular os estoques” e, caso necessário, ajudar as prefeituras.

“O ministro disse que os 30 milhões de seringas e agulhas adquiridas são uma regulação de estoque. Caso algum município não as tenha, as receberá antes da próxima quarta-feira”, disse o presidente da FNP.  “O ministério disse que qualquer município que necessite pode entrar em contato que mandará as seringas neste final de semana.”

Donizette também atribuiu a Pazuello a informação de que o ministério planeja começar a vacinação em todo o país já na próxima quarta-feira (20). Segundo Donizette, a data dependeria da aprovação dos pedidos de uso emergencial dos imunizantes apresentados pelo Instituto Butantan, a CoronaVac, produzida em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, e pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em parceria com o consórcio AstraZeneca/Oxford, além da chegada, ao Brasil, dos 2 milhões de doses da vacina de Oxford já compradas pelo Ministério da Saúde. As informações são da Agência Brasil.

 

NA IMPRENSA

G1 – Pacientes do Amazonas serão levados a outros estados para atendimento, diz governo

G1 – Prefeitos dizem que Pazuello anunciou início da vacinação em todo o país para o dia 20 de janeiro

Agência Brasil – Avião que buscará vacinas na Índia parte amanhã à noite do Recife

Agência Brasil – Frente de prefeitos: há seringas suficientes para começar vacinação

Agência Brasil – Covid-19: Anac libera transporte de vacinas em cabine de passageiros

Anvisa – Atualização: andamento das análises de uso emergencial

Folha de S. Paulo – Recuperar-se de Covid-19 pode dar imunidade a 83%, mas não evita transmissão, indica estudo

Folha de S. Paulo – Estados dizem que Pazuello enviou dados errados de seringas e agulhas para o STF

O Globo – Vacinação contra Covid-19 deve começar com profissionais de saúde da linha de frente, diz governo

Valor Econômico – Após receber dados da Coronavac, Anvisa relata que ainda há pendências

JOTA – TJSP dá HC preventivo para que mulher plante maconha para tratamento de saúde

Estadão – Covid: cobrado pelo STF e após 11 meses de pandemia, Pazuello planeja testagem entre indígenas

Anvisa – Publicada Nota Técnica da Anvisa sobre ensaios clínicos

 

 

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »