BAYER E EMBRAPA PESQUISAM PLANTAS DANINHAS RESISTENTES A HERBICIDAS

//BAYER E EMBRAPA PESQUISAM PLANTAS DANINHAS RESISTENTES A HERBICIDAS

Em média, 15% da produção mundial de grãos é perdida devido à existência de plantas daninhas nas lavouras. Atualmente, no Brasil, pesquisas indicam 44 espécies, cerca de 20% do total, apontam dados da Embrapa. Por conta dessa problemática, Bayer e Embrapa uniram esforços para estudar a resistência de plantas daninhas em clima tropical e propor estratégias de manejo para reduzir o potencial de perdas causadas por essas plantas. Conforme o portal da Embrapa, estudos sobre o comportamento de agentes polinizadores na soja e sobre a resistência de fungos aos fungicidas disponíveis ao mercado, estão em andamento. “Entre as frentes que serão estudadas estão: gestão de dados; coleta georeferenciada; estudo das plantas daninhas resistentes; caracterização da resistência e da dose letal; desenvolvimento de estratégias de manejo em sistemas produtivos de algodão, milho, soja e trigo”, frisa a publicação.

Carrapatos tiram sono de pecuarista gaúcho

Não é de hoje que o carrapato tira o sono dos pecuaristas gaúchos. Mas o crescimento da resistência aos produtos usados e a falta de frio no inverno estão criando ambiente ainda mais propício para o desenvolvimento do parasita. É o que informa o Zero Hora. E aumentam a pressão por soluções. O pecuarista está vivendo com o problema de muito carrapato no campo e não ter produto para combater. O carrapato pode causar a tristeza parasitária, principal causa de morte no rebanho bovino do Estado. E há os prejuízos econômicos: mais de R$ 350 milhões. “Uma das ferramentas que podem ajudar é o biocarrapaticidograma, análise que permite saber qual produto tem maior eficácia. Outra opção é a premunição, espécie de imunização que ainda esbarra em dificuldades de industrialização e no pós-venda”, afirma a reportagem.

Para consultoria, produção de soja ainda poderá ser recorde

De acordo com o Valor Econômico, a safra de soja da atual temporada (2017/18) ainda poder bater o recorde da temporada 2016/17 caso a produtividade de 56 sacas por hectare se repita, afirmou ontem o sócio-consultor da Agroconsult, André Pessôa. De acordo com o agrônomo, atingir o mesmo rendimento não é algo tão distante, já que o aumento de área neste ciclo ocorreu sobre áreas maduras, que estavam sendo semeadas com outras culturas, como o milho, e que estão com o desempenho máximo.

Receita da divisão agrícola da CHS recua 32,2% no 1º trimestre

A divisão agrícola da CHS, maior cooperativa do setor dos Estados Unidos, registrou uma receita bruta de US$ 74 milhões no primeiro trimestre de 2018, encerrado em 30 de novembro, em comparação com US$ 109,2 milhões no mesmo período do ano fiscal anterior. O Valor ressalta que segundo relatório divulgado pela empresa, a queda de US$ 34,7 milhões foi principalmente resultado de margens mais baixas em comercialização de grãos, processamento e ingredientes alimentícios e combustíveis renováveis. “O decréscimo foi parcialmente compensado por um aumento nos ganhos com a venda de nutrientes para as culturas e nas operações financeiras do segmento agrícola. A receita bruta total ficou em US$ 8 bilhões, mesmo resultado do primeiro trimestre de 2017”, diz parte do texto.

NA IMPRENSA

Mapa – Safra de grãos poderá atingir 227,9 milhões de toneladas em 2017/2018MMA – Países reforçam ações para proteger corais

Embrapa – Bayer e Embrapa pesquisam plantas daninhas resistentes a herbicidas

ALESP – Projeto pode estimular a produção de alimentos orgânicos no Estado

Câmara dos Deputados – Temer sanciona com vetos programa de renegociação de dívidas rurais

Folha de S.Paulo – BNDES agora é usado para aumentar endividamento

Folha de S.Paulo – Brasileiros alteram genes de cabras para produzir leite mais ‘humano’

Folha de S.Paulo – Vaivém das Commodities – Com menos arroz e feijão, safra de grãos recua em 2018

O Estado de S.Paulo – Opinião: É preciso resgatar a Embrapa

Sindag – Argentina ainda em emergência pela praga do gafanhoto

Valor Econômico – Lucro da Camil subiu 7% no 3º trimestre, para R$ 72 milhões

Valor Econômico – Marfrig reabrirá frigorífico em MT

Valor Econômico – Uma vitrine para o café brasileiro na capital do Japão

Valor Econômico – Empresa prioriza os orgânicos e adquire 60% do volume de produtores do Brasil

Valor Econômico – Justiça mantém suspensa venda da Itambé à Lactalis

Valor Econômico – Conab eleva previsão para colheita de grãos

Valor Econômico – Índice de preços da FAO subiu 8,2% em 2017

Valor Econômico – Próxima safra de café vai crescer 15%, diz IBGE

Valor Econômico – Para consultoria, produção de soja ainda poderá ser recorde

Valor Econômico – Fundador da Café Paulista trouxe japoneses ao Brasil

Zero Hora – Planalto barra desconto a multas na negociação do Funrural

Zero Hora – Foi dada largada na colheita de uva e de ameixa em Porto Alegre

Zero Hora – Carrapatos tiram sono de pecuarista gaúcho

Zero Hora – Doença da Língua Azul impede exportação de animais de Santa Maria e região para a Turquia

Zero Hora – Entenda o que mudou no Refis do Funrural

Zero Hora – Obra para a agricultura familiar em Rio Pardo tem início

Zero Hora – Saiba o que é a doença da língua azul

Aviação e Mercado – Inscrições abertas para o maior evento aeroagrícola do País

Folha Max – Do campo para a sociedade: a importância do marketing para o agronegócio

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.