Após 6 meses, proteção da CoronaVac cai de forma ‘significativa’, mostra estudo encomendado pelo Ministério da Saúde

Home/Uncategorized/Após 6 meses, proteção da CoronaVac cai de forma ‘significativa’, mostra estudo encomendado pelo Ministério da Saúde

Após 6 meses, proteção da CoronaVac cai de forma ‘significativa’, mostra estudo encomendado pelo Ministério da Saúde

Resultados parciais do estudo encomendado pelo Ministério da Saúde sobre terceira dose para pessoas vacinadas com CoronaVac para Covid-19 indicam que, seis meses depois da aplicação, há uma “queda significativa” nos níveis de anticorpos totais e anticorpos neutralizantes. Segundo informou o Globo, a análise dos dados termina este mês e deve ser publicada em revista científica em dezembro e, portanto, os números ainda não podem ser divulgados. Mas a coordenadora do estudo, Sue Ann Clemens, responsável por trazer os estudos da vacina Oxford/AstraZeneca ao Brasil, chefe do comitê científico da Fundação Bill e Melinda Gates, e diretora do primeiro mestrado em vacinologia do mundo, na Universidade de Siena, adianta que o estudo comprova, cientificamente, o que especialistas já alertaram: — Os níveis de anticorpos caem em todos os grupos, especialmente entre idosos. É significativo — afirma. O estudo, com 1.200 voluntários, do Hospital São Rafael, em Salvador, e da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), também verificou a eficácia de uma dose de reforço para esses indivíduos usando as vacinas disponíveis no Brasil: Pfizer, Oxford/AstraZeneca, Janssen e a própria CoronaVac. Para acessar a matéria completa, clique aqui.

PL da Cannabis pode ser votado após o feriado de Finados

O PL 399/2015 pode ser votado na Câmara dos Deputados depois do próximo feriado de Finados, na terça-feira, (2), informou Valéria França, em blog da Folha de S. Paulo. O projeto regula o comércio e plantio da Cannabis medicinal e do cânhamo industrial. Ele foi aprovado em junho pela comissão especial da Câmara dos Deputados, que analisa o tema. Conforme a colunista, os representantes da comissão da Cannabis teriam feito um acordo com o presidente da Casa, Arthur Lira. O PL 399/2015 vai para a votação, em contrapartida, também segue o PL 3262/2021, do homeschooling, que descriminaliza o estudo domiciliar. “Na última quarta-feira (27), o burburinho era grande entre os empresários ligados à Cannabis”, afirma a coluna. Para acessar a matéria completa, clique aqui.

Câmara aprova projeto que institui o Estatuto da Pessoa com Câncer

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (27) a proposta que institui o Estatuto da Pessoa com Câncer, informou a Agência Brasil. A medida tem o objetivo de promover condições iguais de acesso a tratamentos ao tornar obrigatório o atendimento integral à pessoa com câncer por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). A matéria segue para sanção presidencial.  O texto inclui o direito à presença de acompanhante durante o atendimento e no tratamento, também prevê entre os direitos fundamentais da pessoa com câncer o atendimento educacional em classe hospitalar ou em regime domiciliar, conforme interesse da pessoa e de sua família e nos termos do respectivo sistema de ensino. A medida assegura que o atendimento e internação domiciliares devem ser oferecidos sempre que possível no âmbito do SUS. O texto prevê ainda que os pacientes com câncer terão prioridade no tratamento domiciliar e a inclusão de garantia de acesso de todos os pacientes aos medicamentos mais efetivos contra o câncer e a avaliação periódica do tratamento ofertado ao paciente na rede pública de saúde.

ANS descarta incluir no rol incorporações do SUS retroativas a medida provisória

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) defende que a determinação de inclusão das tecnologias aprovadas para oferta no SUS na cobertura obrigatória dos planos de saúde, prevista em medida provisória, não tem efeito retroativo. A MP 1067/21, publicada no dia 3 de setembro para modificar o processo de atualização do rol da ANS, foi anunciada em julho pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, após o veto do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao projeto de lei que previa a cobertura automática de antineoplásicos orais na saúde suplementar. Existiu consenso entre ministério, agência e Presidência da República de que o PL 6330/19 teria um efeito negativo. A MP, por sua vez, enfrenta forte resistência da ANS. Segundo a análise da proposta feita pelo Palácio do Planalto, obtida pelo JOTA por meio da Lei de Acesso à Informação, a pasta afirma que a medida provisória “apresenta uma solução concreta e efetiva para lidar com o problema de limitação de acesso” e “gera isonomia de acesso à saúde privada com os serviços públicos de saúde”. O objetivo central seria tornar mais próximos os processos de avaliação de tecnologia em saúde (ATS) do SUS e da saúde suplementar. A ANS havia publicado no mesmo mês a norma (RN 470) com novas regras para o trâmite: submissão contínua de propostas, prazo máximo entre 18 e 24 meses para a análise de cada tecnologia e publicação semestral do rol. Esse formato refletiria, na visão da agência, “o melhor desenho possível para o processo de atualização do rol”, conforme a nota técnica encaminhada ao ministério.  Diante das avaliações opostas, o Planalto retornou a minuta de MP à pasta, questionando se haveria intenção de manter o texto. Dada a resposta positiva, a análise concluiu que a decisão final sobre a proposição de atos normativos relacionados à área da saúde é prerrogativa do ministro de Estado, independentemente da avaliação da agência.  Para acessar a matéria completa, clique aqui.

Veja outras notícias

Anvisa
Acompanhe a 17ª Reunião Extraordinária Pública de 2021 da Diretoria da Anvisa

Anvisa
Gestão de riscos: confira as experiências de implantação

Anvisa
Prorrogada consulta sobre guia para submissão de registro baseado em literatura científica

Agência Saúde
Fiocruz e AstraZeneca firmam compromisso para compra de IFA para produzir 60 milhões de vacinas Covid-19 em 2022

Agência Saúde
Ministério da Saúde recebe da Vale doação de 34 kits para reforçar atendimento aos indígenas

Agência Saúde
Ministro da Saúde substituto e Conass discutem enfrentamento à pandemia e cenários para 2022

Agência Saúde
Ministério da Saúde abre seleção para projetos de estruturação de Farmácias Vivas

Agência Saúde
Resultados preliminares de pesquisa sobre dose de reforço das vacinas Covid-19 são apresentados em Oxford

Agência Saúde
Hospitais e UPAs 24h implementam boas práticas na atenção à cardiologia e urgências cardiovasculares

Agência Senado
Senadores entregam relatório da CPI ao TCU e à Procuradoria da República no DF

Agência Senado
Vai ao Plenário projeto que institui data nacional de luta contra a endometriose

Agência Senado
Dia nacional do lábio leporino poderá ser celebrado em 24 de junho

Agência Senado
Projeto obriga empresas a divulgar campanhas de vacinação contra o câncer

Agência Senado
CPI da Pandemia entrega relatório final ao presidente Rodrigo Pacheco

Agência Câmara
Debatedoras destacam descumprimento das leis que garantem reconstrução da mama para mulheres com câncer

Agência Câmara
Comissão aprova projeto que assegura teste genético de predisposição a câncer

Agência Câmara
Projeto que fixa piso salarial para psicólogo será debatido em audiência pública

Agência Câmara
Comissão aprova projeto que susta norma com restrições para mamografia em mulheres abaixo de 50 anos

CNS
CNS: conselheiros participam de oficina sobre aspectos globais do direito humano à Saúde

CNS
CNS divulga documento orientador e regulamento da 5ª Conferência Nacional de Saúde Mental

Governo Federal
Ministério da Saúde assina carta de intenções para trazer unidade da Universidade de Oxford para o Brasil

Governo Federal
Governo Federal libera R$ 50 milhões para hospitais da Rede Ebserh/MEC

Governo Federal
Premiação simbólica vai reconhecer iniciativas e indivíduos que promovem a acessibilidade para pessoas com deficiência

Conitec
Conitec participa de Fórum HTAi da América Latina sobre Políticas de Avaliação de Tecnologia em Saúde

Agência Brasil
Vírus respiratórios ressurgem em crianças e acendem alerta

Agência Brasil
Câmara aprova projeto que institui o Estatuto da Pessoa com Câncer

Correio Braziliense
Antidepressivo reduz tempo de internação por covid-19, diz estudo

Correio Braziliense
Covid-19: estudo reforça necessidade de pacientes oncológicos receberem dose extra

Correio Braziliense
OMS apresenta nova estratégia anticovid

Folha de s. Paulo
Mesmo com fim da pandemia, Covid permancerá e deve causar gripe grave

Folha de s. Paulo
PL da Cannabis deve ser votado logo após o feriado de Finados

Folha de s. Paulo
Uso de fluvoxamina reduz hospitalizações por Covid, aponta estudo

O Estado de S. Paulo
Estado de São Paulo é condenado a indenizar paciente em R$ 70 mil após perda de visão

O Estado de S. Paulo
Brasil tem 53,12% da população totalmente imunizada contra a covid

O Globo
Secretária do Ministério da Saúde defende ‘cautela’ e manutenção do uso de máscaras

O Globo
Após 6 meses, proteção da CoronaVac cai de forma ‘significativa’, mostra estudo encomendado pelo Ministério da Saúde

O Globo
Novas regras podem dificultar gravidez por fertilização no Brasil

O Globo
Na Inglaterra, Queiroga defende a ciência e a vacina para o combate à Covid-19

Jota
TRF3: União só deve custear tratamento no exterior se não for oferecido no Brasil

Jota
ANS descarta incluir no rol incorporações do SUS retroativas a medida provisória

Jota
Outubro Rosa e a genética em favor da mulher brasileira

Jota
Projeto de lei sobre gratuidade em perícias dificulta acesso à justiça

TRF 4ª Região
Medicamento à base de Canabidiol é fornecido a criança com autismo

G1
Para 90%, brasileiros não têm condições de pagar médicos de qualidade, diz pesquisa

G1
Condição da visão está associada a risco aumentado para demência

G1
Fluvoxamina pode reduzir em até 32% as internações prolongadas por Covid, aponta estudo na ‘The Lancet’

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »