Apenas 9 de 730 planos de saúde assinam acordo com a ANS para liberar recursos para combate à Covid-19

//Apenas 9 de 730 planos de saúde assinam acordo com a ANS para liberar recursos para combate à Covid-19
De 730 operadoras de planos médico hospitalares do país apenas nove  assinaram o acordo com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) para a liberação de recursos da reserva técnica para combate ao coronavírus, informou o jornal O Globo nesta quarta-feira (29). Juntas essas empresas representam menos de 1% dos usuários da saúde suplementar: 323 mil dos 47 milhões. Em nota, a  ANS ressalta que “as empresas que optaram por não aderir ao termo indicam que estão em boa situação de liquidez financeira e que, portanto, não precisam recorrer às reservas técnicas para o enfrentamento da pandemia.” A agência  orienta as operadoras, mesmo aquelas que não aderiram ao acordo, a envidar “esforços no sentido de manter os contratos de seus beneficiários durante a crise,” lembrando que a lei já garante aos beneficiários a permanência no plano de saúde em caso de inadimplência por um período de até 60 dias, consecutivos ou não. O acordo proposto pela ANS para liberar R$ 15 bilhões do R$ 40 bilhões em reservas das operadoras enfrentou forte resistência por demandar em contrapartida a renegociação das divídas dos consumidores – contratos individuais, familiares e coletivos com até 29 usuários – que estivessem com dificuldade em pagar a mensalidade, garantindo a eles a manutenção do plano até o dia 30 de junho. O prazo para assinatura do termo terminou na última sexta-feira.  Comprometeram-se com o acordo oito operadoras de medicina de grupo e uma cooperativa, confira quem são: Bio Saúde Serviços Médicos; Sistema e Planos de Saúde; Med-Tour Administradora de Benefícios e Empreendimento; Terramar Administradora de Planos de Saúde; Unimed do Sudoeste; HBC Saúde; AMHA Saúde; Polimédica Saúde Sociedade Simples; Alice Operadora. Na semana passada, entidades representativas das operadoras já tinham declarado que suas associadas não assinariam por considerarem que a garantia de atendimento de inadimplentes poderia comprometer a liquidez do setor. Além disso, as empresas consideram que o acordo poderia ser, por si, só um incentivador da inadimplência no setor.

Ministro da Saúde reconhece agravamento da crise da Covid-19 no Brasil 

Após dizer na última semana que não via um crescimento explosivo de casos do novo coronavírus no Brasil, o ministro da Saúde, Nelson Teich, afirmou nesta terça-feira (28) que o Brasil vive um período de evolução da curva de casos e mortes em decorrência do novo coronavírus. Segundo a Folha de S.Paulo a declaração ocorreu após o Brasil registrar novo recorde de mortes, com 474 óbitos confirmados nas últimas 24h. “O que tem que ficar claro é que é um número que vem crescendo. Há uns dias atrás eu falei que poderia ser um acúmulo de casos de dias anteriores, que foi simplesmente resgatado. Mas como a gente tem a manutenção desses números elevados e crescentes, temos que abordar isso como um problema, como uma curva que vem crescendo, como um agravamento da situação”, afirmou. Teich, porém, afirmou que a piora está “restrita” aos lugares que estão enfrentando as maiores dificuldades atualmente. Ele citou como exemplo Manaus, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo. “A gente vê como uma tendência naqueles lugares onde a gente tem as piores condições em relação à doença”, disse. “Hoje a gente aborda isso como uma evolução da curva pra cima, uma piora em relação aos dias anteriores.” A afirmação ocorre após o ministro receber críticas por ter cancelado uma coletiva de imprensa prevista no dia de maior registro de mortes. O encontro estava previsto para ocorrer horas antes, no Palácio do Planalto. Questionado sobre os locais que despertam maior preocupação, membros da pasta citaram ainda Fortaleza entre as regiões. “São Paulo nas próximas semanas pode ter intensidade na região metropolitana. Rio de Janeiro, Recife, Fortaleza e Manaus são locais que nos chamam maior atenção. Estamos atentos à situação em todo o território nacional”, disse o secretário de vigilância em saúde, Wanderson Oliveira. Para Oliveira, que fazia parte da gestão anterior e permanece na equipe de transição com a chegada do novo ministro, a tendência é que haja aumento de casos também com a entrada de diferentes regiões em um período de maior circulação de vírus respiratórios. “Brasil tem uma sazonalidade de doença respiratória que pega o outono e o inverno. Nós estamos no outono, e do outono para o inverno é o período em que os vírus respiratórios circulam com maior intensidade”, disse. “Isso ocorre todos os anos, independente da Covid. Com a presença da Covid, isso se torna mais intenso, por isso maior atenção principalmente nas regiões mais densamente povoadas, as regiões metropolitanas e principalmente nas regiões onde o frio ainda vai chegar.” Ele fez um alerta para que pessoas intensifiquem medidas de prevenção, como lavar as mãos com frequência, cobrir a boca ao tossir e espirrar e usar máscaras.

Anvisa autoriza importação de equipamentos usados em UTI

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a importação e a doação de equipamentos usados indispensáveis em unidades de terapia intensiva (UTIs). A medida, aprovada nesta terça-feira (28), foi tomada em função da emergência de saúde pública relacionada à covid-19. Até então a importação desses equipamentos não era permitida. De acordo com a Agência Brasil, a medida também visa aumentar a oferta de equipamentos usados no tratamento de pacientes graves com o novo coronavírus (covid-19). A autorização libera a importação, comercialização e doação de ventiladores pulmonares, monitores de sinais vitais, bombas de infusão, equipamentos de oximetria (que medem o nível de oxigênio no sangue) e capnógrafos (registram a pressão parcial de CO2 – dióxido de carbono – durante o ciclo respiratório). “A medida só vale para equipamentos que possuam ou que já tenham possuído registro na Anvisa, ou seja, produtos que já foram avaliados pela Agência em algum momento. No entanto, os equipamentos médicos que perderam a validade do registro em razão de problemas de segurança ou eficácia ficam excluídos dessa permissão”, informou a Anvisa. De acordo com a Anvisa, a autorização é extraordinária e temporária, e vai permanecer em vigor até que seja encerrada a situação de emergência em saúde pública de importância nacional declarada pelo Ministério da Saúde.

Polícia Federal investiga superfaturamento de R$ 600 mil em equipamentos e materiais de proteção para combate ao coronavírus no Amapá

Conforme publicou o Blog Fausto Macedo do jornal O Estado de S.Paulo, a Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (29), a Operação Virus Infectio (vírus da corrupção em português) para apurar indícios de superfaturamento na compra de equipamentos de proteção individual e materiais de proteção hospitalares pelo Fundo Estadual de Saúde do Amapá (FES), por meio de dispensa de licitação. Segundo a PF, o valor pago à empresa contratada pelos itens analisados foi de aproximadamente R$ 930 mil. No entanto, o valor de referência para os produtos seria de quase R$ 291 mil, ‘o que mostra que foram gastos cerca de R$ 639 mil a mais em relação aos preços médios praticados no mercado nacional’, diz a corporação. Agentes cumprem dois mandados de busca e apreensão, um na empresa de equipamentos hospitalares que foi contratada para o fornecimento dos insumos e outro na residência de seus sócios. A ação contou com a participação do Ministério Público Federal (MPF) e da Controladoria Geral da União (CGU). Segundo a PF, verificou-se ‘fortes indícios’ de superfaturamento em pelo menos seis dos quinze itens de de proteção individual comprados pelo Fundo Estadual de Saúde do Amapá. Já com relação aos lotes de materiais de proteção hospitalares analisados, a PF afirma que há ‘variações de valores significativas, com destaque para as máscaras duplas e triplas que atingiram patamares de 814% e 535% de sobrepreço, respectivamente’. Segundo a PF, os investigados poderão responder pelos crimes de fraude à licitação e participação em organização criminosa, cujas penas chegam a 14 anos de reclusão.

SAÚDE NA IMPRENSA

Agência Câmara – Comissão externa da Covid-19 pedirá urgência para projetos prioritários

Agência Câmara – Líderes partidários já podem indicar integrantes da Comissão de Orçamento

Agência Câmara – Setores industriais poderão ser obrigados pelo governo a fabricar itens de combate ao coronavirus

Folha de S.Paulo – Empresas de saúde buscam no governo solução para levar produtos ao Norte

Folha de S.Paulo – Anvisa aprova regra que permite importação e venda de respiradores usados

Folha de S.Paulo – Mais um passaporte de imunidade

Folha de S.Paulo – Maconha em tempos de pandemia é o tema da live da Folha nesta quarta

Folha de S.Paulo – Mortes triplicam, e cidade de São Paulo negocia usar UTIs privadas

Folha de S.Paulo – Cientistas e gestão de Mandetta são investigados por causa de cloroquina

Folha de S.Paulo – A pseudociência de Helio Beltrão

Folha de S.Paulo – É possível imaginar um legado pós-coronavírus?

Folha de S.Paulo – Crise do coronavírus expõe novamente os riscos da alavancagem financeira

Folha de S.Paulo – Folha organiza o primeiro webinar da série Ao Vivo em Casa sobre Cannabis medicinal

Folha de S.Paulo – Conheça os testes para o coronavírus em uso no Brasil e suas limitações

Folha de S.Paulo – Utopias contra a distopia

Folha de S.Paulo – Ministro da Saúde reconhece agravamento da crise da Covid-19 no Brasil

Folha de S.Paulo – Laboratórios particulares oferecem coleta domiciliar para diagnóstico de Covid-19

Folha de S.Paulo – Quem prevê quando será pico da pandemia está chutando, afirmam pesquisadores

Folha de S.Paulo – Exame de sangue detecta câncer precocemente em estudo com 10 mil mulheres

Folha de S.Paulo – Médica da linha de frente contra coronavírus comete suicídio nos EUA

Jornal Agora – Centro de acolhimento aguarda pacientes com coronavírus em Paraisópolis

O Estado de S.Paulo – OMS diz que coronavírus é mais grave que qualquer ataque terrorista

O Estado de S.Paulo – STF pode evitar inquérito com indicado de Bolsonaro

O Estado de S.Paulo – Pouco confiável, teste rápido de covid pode levar a comportamento de risco

O Estado de S.Paulo – PF investiga superfaturamento de R$ 600 mil em equipamentos e materiais de proteção para combate ao coronavírus no Amapá

O Estado de S.Paulo – Bolsonaro aumenta lista de serviços essenciais e inclui mecânicos e start-ups

O Estado de S.Paulo – A covid-19 e a Emenda 95 

O Estado de S.Paulo – Profissionais da Saúde. Não bastam aplausos

O Estado de S.Paulo – No Pará, 42% dos doentes são da área da saúde

O Estado de S.Paulo – Postos de saúde de SP têm dificuldade para transferir pacientes

O Estado de S.Paulo – ‘A saída do isolamento social será com passinhos de bebê’, diz presidente do Fleury

O Estado de S.Paulo – México registra pelo menos 47 casos de agressão contra profissionais da saúde

O Estado de S.Paulo – Reino Unido e França investigam se coronavírus causa síndrome vascular em crianças

BR Político – Celso de Mello abre inquérito contra Weintraub por racismo

O Globo – Fiocruz: tendência é de aceleração do espalhamento da Covid-19 no Brasil

O Globo – Síndrome inflamatória rara em crianças pode ser causada pela Covid-19, alertam médicos

O Globo – Campanha em Niterói convoca aplausos para profissionais de saúde

O Globo – CBF e clubes aguardam portaria do Ministério da Saúde para volta do futebol em maio

O Globo – Moradores de Niterói aplaudem profissionais da saúde

O Globo – Com colapso na Saúde, especialistas sugerem utilização de leitos privados e centralização da lista de espera

O Globo – Coronavírus: Witzel admite ‘colapso’ na saúde e diz estudar reabertura de comércio por rodízio

O Globo – Ministério da Saúde chegou a pausar campanhas de vacinação de rotina durante pandemia de coronavírus, mas retomou

O Globo – Apenas 9 de 730 planos de saúde assinam acordo com a ANS para liberar recursos para combater à Covid-19

O Globo – Ministro Alexandre de Moraes suspende nomeação de Alexandre Ramagem para comando da PF

O Globo – Estudo em restaurante reforça risco de transmissão do coronavírus pelo ar em locais mal ventilados

Anvisa – Permitida importação de equipamentos usados para UTI

Anvisa – Adiado Webinar sobre Covid-19 e medicamentos

Anvisa – Prorrogado prazo de comprovação de porte

ANS – Coronavírus: ANS divulga operadoras que aderiram ao Termo de Compromisso

Agência Saúde – Anvisa autoriza importação de equipamentos usados em UTI

Agência Saúde – Brasil registra 71.886 casos de coronavírus e 5.017 mortes da doença

Agência Saúde – 500 mil profissionais dispostos a atuarem no combate ao coronavírus

Agência Saúde – Cadastro para bonificação de residentes será reaberto

Agência Saúde – Saúde habilita mais 497 leitos de UTI no combate ao coronavírus

Agência Brasil – Coronavírus: MP tenta impedir reabertura do comércio no DF

Agência Brasil – Witzel: não há previsão para saída da quarentena no estado do Rio

Agência Brasil – Medo de contágio esvazia setores de hospitais e laboratórios privados

Agência Brasil – Justiça derruba liminar para entrega de respiradores ao Rio de Janeiro

Agência Brasil – Coronavírus: pesquisa mostra que 50% dos médicos acusam falta de EPI

Agência Brasil – Prefeitura do Rio negocia nova data para voo com equipamentos da China

Agência Brasil – Medo de contágio esvazia setores de hospitais e laboratórios privados

G1 – Bolsonaro diz que cobrança sobre mortes por coronavírus precisa ser feita a governadores e prefeitos

G1 – Datafolha: 52% defendem isolamento social amplo; 46% são a favor de volta ao trabalho de pessoas fora do grupo de risco

G1 – PIB dos EUA cai 4,8% no 1º trimestre, afetado pela pandemia do coronavírus

G1 – Guedes diz que retomada virá pelo investimento privado: ‘PAC já foi seguido e deu errado’

G1 – Uso de máscaras vai ser obrigatório no transporte público de SP a partir de 4 de maio

_______________________
O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »