ANVISA PLANEJA ‘FAXINA’ EM LISTA DE INGREDIENTES ATIVOS DE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS

//ANVISA PLANEJA ‘FAXINA’ EM LISTA DE INGREDIENTES ATIVOS DE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS
A Anvisa planeja iniciar um processo para rever a lista de ingredientes ativos de agrotóxicos autorizados no país e excluir substâncias já tidas como obsoletas –ou seja, aquelas pouco ou não usadas no mercado. Conforme o jornal Folha de S. Paulo, a previsão é que a diretoria apresente uma proposta nesta terça-feira (9) para exclusão de 34 monografias de agrotóxicos. Na prática, a medida passará a impedir que novos agrotóxicos com essas substâncias sejam registrados e voltem a usados. Segundo gerente-geral de toxicologia, Carlos Alexandre Gomes, a proposta ocorre após um levantamento feito pelo órgão identificar a ausência de produtos com esses ingredientes no mercado. Atualmente, 425 ingredientes ativos de agrotóxicos compõem a lista de monografias autorizadas pela Anvisa para registro de novos produtos. Além da adequação ao mercado, a proposta representa uma tentativa da agência de minimizar críticas sobre a existência de agrotóxicos autorizados no Brasil que já foram banidos em outros países. “Após a conclusão desse processo, uma nova lista de substâncias que devem passar por reavaliação de segurança deve ser divulgada até maio”, informa o jornal.

Primeiros cem dias de Bolsonaro desafiam agro a contornar viés ideológico

Nestes primeiros cem dias de governo, o agronegócio vem sendo constantemente chamuscado pelos disparos verbais do presidente da República, Jair Bolsonaro. Mais de uma vez, o setor sofreu as consequências de discussões laterais, como a possibilidade de mudança da embaixada brasileira de Israel para a cidade de Jerusalém ou o temor da presença chinesa na economia brasileira. É o que informa a coluna Vaivém das Commodities do jornal Folha de S. Paulo. Atritos comerciais drásticos só não ocorreram porque o próprio setor do agronegócio, grande apoiador do presidente, o advertiu dos riscos, fazendo-o sempre voltar atrás. Uma da primeiras discussões tratou de uma possível extinção do Ministério do Meio Ambiente, o que gerou preocupação entre os europeus, para quem as regras de sustentabilidade na produção são cada vez mais uma exigência. Outra ameaça de atrito que o presidente teve de amenizar foi o fato de ter acusado a China, durante a campanha eleitoral, de estar comprando o Brasil. Os chineses ficaram com 33% do que o Brasil exporta no setor do agronegócio de janeiro a março último. Eles gastaram US$ 6,6 bilhões nesse setor no país. Um dos eventos mais rumorosos foi a especulação sobre a mudança da embaixada em Israel. “Naturalmente, a medida não é bem-vista pelos árabes, parceiros importantes do agronegócio brasileiro. Por ora, a promessa é apenas abrir um escritório de representação comercial”, destaca a coluna.

Presidente da Marcopolo será o novo chefe da Embraer

O jornal Folha de S. Paulo destacou que a Embraer anunciou nesta terça-feira (9) que Francisco Gomes Neto, atual presidente da Marcopolo, será indicado para ocupar o cargo de presidente-executivo da fabricante de aviões. A indicação ocorrerá na primeira reunião do conselho de administração da empresa. Gomes Neto substituirá Paulo Cesar de Souza e Silva, que atuará como membro sênior do conselho no processo de integração do novo presidente e no acompanhamento da segregação de ativos e recursos da aviação comercial até a conclusão do negócio com a Boeing. “Com vasta vivência internacional e foco na gestão de empresas do setor industrial, tenho certeza que Francisco Gomes Neto tem o perfil e competências certas para liderar a Embraer nesse momento de transformação da empresa e do setor aeronáutico global”, afirmou em comunicado o presidente do conselho de administração da Embraer, Alexandre Silva. “Acreditamos que sua indicação faz muito sentido para a Embraer, que também deve se concentrar na abertura de novos mercados, reduzindo custos e maximizando a utilização de ativos”, afirmaram em nota analistas do Itaú BBA.

Indicação para FAO fica entre China e Geórgia e preocupa agronegócio

O apoio do Brasil para o comando da FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) pode se transformar no mais novo embate entre o agronegócio e o chanceler Ernesto Araújo. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, a eleição para a diretoria-geral do órgão ocorrerá em 23 de junho. Cinco candidatos disputam o posto: Médi Moungui, de Camarões; Qu Dongyu, da China; Catherine Geslain-Lanéelle, da França; Davit Kirvalidze, da Geórgia; e Ramesh Chand, da Índia. O setor agrícola fez chegar por vias extraoficiais ao governo Jair Bolsonaro (PSL) sua preferência pelo vice-ministro de Agricultura da China, Qu Dongyu. A China é o principal destino das exportações agrícolas brasileiras. O nome foi referendado pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina. Todavia, a indicação da posição brasileira é feita pelo Itamaraty. Ministro das Relações Exteriores, Araújo, segundo informações de bastidores, gostaria de apoiar o candidato da Geórgia, Davit Kirvalidze. “Um eventual endosso do Brasil ao candidato da Geórgia é visto pelo agronegócio como inútil, já que ele tem poucas chances de vitória, além de correr o risco de melindrar dois importantes clientes de produtos agrícolas brasileiros: China e Rússia”, enfatiza a notícia.

NA IMPRENSA
Embrapa – RS: Agricultura Conservacionista é tema de palestra em Mostra Agropecuária

Embrapa – Dia de campo da batata apresenta novidades para culinária na Serra

Embrapa – Rede ILPF: empresas parceiras se reúnem em encontro técnico

Embrapa – Agroextrativistas do Marajó participam de diagnóstico para dialogar sobre indicadores de “Bem Estar e Desenvolvimento” da região

Mapa – Ministra diz que Bolsonaro deve ir a jantar com embaixadores de países islâmicos, nesta quarta-feira

Alesp – Emenda a projeto propõe atividades para alunos conhecerem fauna e flora brasileiras

Câmara dos Deputados – Comissão debate medida provisória que prorroga regularização ambiental

Câmara dos Deputados – Agricultura debate extinção do passivo do Funrural

Câmara dos Deputados – Comissão vota parecer sobre participação de capital estrangeiro em companhias aéreas

Câmara dos Deputados – Comissão vota MP que divide atribuições da Infraero e cria a NAV Brasil

Senado Federal – Comissão Mista de Orçamento deve ser instalada nesta quarta-feira

Senado Federal – Nelsinho sugere audiência pública para discutir impacto ambiental em Bonito

Senado Federal – Telmário Mota ressalta importância da ida de ministros a Roraima

Correio Braziliense – EUA ameaça europeus com novas tarifas por subsídios a Airbus

Folha de S. Paulo – Prefeitos apoiam reforma da Previdência, mas sem mudança no BPC e na aposentadoria rural

Folha de S. Paulo – Raquel Dodge defende tabela do frete dos caminhoneiros

Folha de S. Paulo – Vaivém das Commodities – Primeiros cem dias de Bolsonaro desafiam agro a contornar viés ideológico

Folha de S. Paulo – Indicação para FAO fica entre China e Geórgia e preocupa agronegócio

Folha de S. Paulo – Anvisa planeja ‘faxina’ em lista de ingredientes ativos de agrotóxicos

Folha de S. Paulo – Presidente da Marcopolo será o novo chefe da Embraer

G1 – A tecnologia que promete remover CO2 do ar e transformar em pó

G1 – Empréstimos a agricultores já somam R$ 129 bilhões no Plano Safra e Pronaf 2018/19

O Estado de S. Paulo – Ministra da Agricultura defende fim da tabela do frete rodoviário

O Estado de S. Paulo – Ministério Público e ONGs repudiam liberação de leilão de petróleo ao lado de Abrolhos

O Estado de S. Paulo – Uma política nacional para o trigo

O Estado de S. Paulo – Coluna do Broadcast – TJ tira holding da Avianca da recuperação judicial e Elliot fica menor

O Estado de S. Paulo – Avianca só pousa em aeroportos do RS e CE se pagar

O Estado de S. Paulo – Voo da Gol de São Paulo para o Equador continua em nova aeronave

Valor Econômico – Em reestruturação, Fiagril volta ao azul

Valor Econômico – Quebra da safra de cacau impulsiona importações

Zero Hora – Batatas de diferentes cores, sabores e formatos em teste no RS

Zero Hora – Setor de transportes critica fala de ministra sobre tabela do frete

Zero Hora – Gisele Loeblein – Por que as vendas de soja estão em marcha lenta

Agro Online – Manejo racional dos agroquímicos poderá evitar ou retardar o surgimento de pragas secundárias nos pomares de coco

Hypeness – Projeto de lei quer suspender as recentes aprovações de agrotóxicos

Mais Soja – Colheita do arroz no RS alcança 64% da área prevista

Mais Soja – Levantamento mostra alta incidência de nematoides nas áreas produtoras de algodão na Bahia

Mais Soja – Monitoramento para mitigar efeitos da resistência de herbicidas

__________________________________________________

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.