Anvisa começa a cobrar passaporte da vacina em aeroportos e fronteiras

Home/Informativo/Anvisa começa a cobrar passaporte da vacina em aeroportos e fronteiras

Anvisa começa a cobrar passaporte da vacina em aeroportos e fronteiras

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) informou nesta segunda-feira (13) que passou a exigir o certificado de vacinação de quem entra no Brasil por aeroportos ou na fronteira terrestre. Segundo a Folha de S. Paulo a cobrança segue decisão liminar de Luís Roberto Barroso, ministro do STF, que mandou o governo barrar a entrada dos não vacinados. O governo Jair Bolsonaro (PL) ainda não publicou portaria para se adequar à liminar, divulgada neste sábado (11). O texto deve trazer mais detalhes sobre a forma de cobrar o documento, mas a divulgação da portaria travou por dúvidas sobre a forma de fiscalização do ’passaporte da vacina’.Em nota, a agência disse que informou os postos de fronteira, especialmente aeroportos, para o cumprimento imediato da liminar. Afirma ainda que está avaliando casos pontuais, como de passageiros que já estavam em deslocamento no momento em que foi anunciada a decisão de Barroso. Para acessar a matéria completa, clique aqui.

Farmacêuticas correm para criar reforço contra ômicron em 100 dias

Ninguém sabe ainda o alcance da ômicron, a gravidade dos casos provocados pela variante ou mesmo se novas vacinas serão necessárias. Mas se dados laboratoriais do mundo todo forem confiáveis, a cepa tem maior capacidade de resistir às vacinas existentes do que qualquer outra até agora. Segundo informou o Valor Econômico, das 43 infecções causadas pela ômicron nos Estados Unidos analisadas pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDCs), 80% ocorreram em pessoas com esquema vacinal completo, embora quase todos os casos tenham sido relativamente leves.  Pesquisadores estão alarmados com cerca de 30 mutações na proteína spike da ômicron, que facilita a entrada do coronavírus nas células. Mudanças em sua aparência dificultam sua identificação e destruição pelos anticorpos. Isso levou a Pfizer, sua parceira BioNTech e a rival Moderna a iniciarem esforços para atacar a variante diretamente com suas vacinas de RNA mensageiro. Uma razão pela qual Pfizer e Moderna podem agir rapidamente no caso da ômicron é que as empresas aperfeiçoaram o processo tanto em relação às vacinas originais quanto para versões destinadas às cepas beta e delta produzidas no início deste ano. Embora as vacinas das variantes delta e beta possam não ser necessárias, forneceram uma simulação para a ômicron. Para acessar a matéria completa, clique aqui.

Anvisa pode liberar ainda este ano vacinação de crianças a partir de 5 anos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) pode anunciar ainda este ano a ampliação da vacinação para o público infantil. Segundo apurou o Valor Econômico, as análises estão avançadas e o anúncio, próximo. Há pouco mais de um mês, a farmacêutica americana Pfizer enviou à Anvisa um pedido para que sua vacina contra a covid-19 pudesse ser administrada em crianças de 5 a 11 anos de idade. De acordo com a empresa, a dosagem da vacina para essa faixa etária será ajustada e menor que aquela utilizada por maiores de 12 anos. Os frascos deverão ser diferenciados por cor.

Biobanco para pesquisas científicas é inaugurado pelo Ministério da Saúde em parceria com a Fiocruz

Uma grande biblioteca nacional de material genético com capacidade para armazenar 1,5 milhão de amostras que serão usadas em pesquisas científicas e inovação. Com a inauguração do Biobanco Covid-19, uma parceria do Ministério da Saúde com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o Brasil dá um salto no desenvolvimento tecnológico e consolida um legado para a resposta à pandemia. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, participou da inauguração da unidade, nesta segunda-feira (13), no centro de expansão da Fiocruz, no Rio de Janeiro (RJ). Além de garantir maior autonomia ao país, o objetivo do Biobanco é atender a necessidade de infraestrutura adequada para o armazenamento seguro, confiável, ético, legal e rastreável de amostras humanas e não-humanas (vírus). Inicialmente, a unidade cumpre papel estratégico no entendimento da Covid-19, com estudos sobre o Sars-Cov-2 e suas variantes, mas será continuamente alimentado por amostras para novos estudos. Para acessar a matéria completa, clique aqui.

 

Veja outras notícias

Anvisa
Anvisa faz reunião com representantes de sociedades médicas e Pfizer

Anvisa
Anvisa alerta sobre o uso incorreto de paracetamol

Agência Saúde
Biobanco para pesquisas científicas é inaugurado pelo Ministério da Saúde em parceria com a Fiocruz

Agência Saúde
Saúde atualiza a Política Nacional de Atenção à Saúde do Homem

Agência Câmara
Comissão rejeita pagamento antecipado por produtos médicos usados contra Covid-19

Agência Câmara
Comissão aprova mais R$ 9 bi para a saúde; relator pede outros R$ 9 bi para combate à Covid-19

Agência Senado
Em subcomissão, especialistas cobram internet e a presença de psicólogos nas escolas públicas

Agência Brasil
Bio-Manguinhos e Saúde implementam projeto para coberturas vacinais

Agência Brasil
Obesidade e sobrepeso entre os idosos crescem de 2006 a 2019

Folha de S. Paulo
Anvisa começa a cobrar passaporte da vacina em aeroportos e fronteiras

O Estado de S. Paulo
Nova regra sobre fronteiras será ‘adequada’ à decisão do STF, diz Casa Civil

O Estado de S. Paulo
Depois do Rio, Brasil deve ter alta de casos de gripe

Valor Econômico
Anvisa pode liberar ainda este ano vacinação de crianças a partir de 5 anos

Valor Econômico
Farmacêuticas correm para criar reforço contra ômicron em 100 dias

Correio Braziliense
Cientistas se unem na luta contra superbactérias resistentes a antibióticos

Correio Braziliense
Coronavac: maiores de 60 precisam de 3 doses para serem considerados protegidos, diz Opas

Correio Braziliense
Cientistas identificam células que podem servir de alvo para tratamento do Alzheimer

G1
Ministério da Saúde diz que recuperou registros de vacinação

Jota
Automedicação é um ato seguro e de direito dos brasileiros

Jota
STF tem maioria para barrar lei da PB que retira carência de plano em caso de Covid-19

Veja
O poder da vitamina D para uma gravidez bem-sucedida

Veja
 Estudo de Oxford mostra que ômicron pode infectar vacinados com duas doses

Medicina S/A
 Preocupação com saúde mental dobra após pico da pandemia

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »