ANAC lança primeiro manual sobre segurança cibernética na aviação civil

Home/Informativo/ANAC lança primeiro manual sobre segurança cibernética na aviação civil

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), por meio do Brazilian Aviation Security Team (BASeT), acaba de lançar o “Manual de Conscientização em Segurança Cibernética na Aviação Civil” (clique no link para acessar), o primeiro manual sobre cibersegurança (“cyber security”), voltado para o setor aéreo. O documento foi elaborado para auxiliar as diversas organizações e empresas da aviação civil a verificar a segurança dos processos internos que utilizam tecnologia de informação e avaliar a necessidade de incremento de segurança. O manual tem ainda como objetivo oferecer às organizações um material de apoio de fácil acesso para ajudá-las a promover e divulgar o tema junto a seus colaboradores, ressaltando a importância de zelar pela segurança dos ativos de Tecnologia da Informação e da Comunicação (TIC). O fomento dessa cultura de segurança é importante uma vez que ameaça cibernética é uma ação perpetrada com o objetivo de acessar sistemas, de forma ilegal, utilizando o ciberespaço, para causar danos patrimoniais ou à imagem dessas organizações. As informações contidas no manual poderão servir de base para a realização de avaliação de risco em cibersegurança por operadores da aviação de forma geral. Essa avaliação encontra previsão em regulamentos como o Regulamento Brasileiro da Aviação Civil (RBAC) nº 107 para operadores de aeródromo e o RBAC nº 108 para operadores aéreos.

Cotação do potássio dispara e pressiona margens no campo

Os agricultores que não fizeram estoques de cloreto de potássio, um dos macronutrientes mais utilizados nas lavouras brasileiras, terão de desembolsar mais no segundo semestre. Os preços do insumo já estavam em alta no mercado internacional nos primeiros meses do ano, mas dispararam a partir de meados de junho, quando países europeus começaram a impor sanções a Belarus, um dos maiores fornecedores globais, informou o Valor Econômico nesta segunda-feira (9). As retaliações foram adotadas depois que, em maio, o governo de Belarus interceptou um avião civil em busca de um opositor político. Como parte dos desdobramentos do episódio, companhias fornecedoras de fertilizantes, caso da Belaruskali, tiveram problemas para exportar macronutrientes a partir de portos da Comunidade Europeia, como o da Lituânia, uma das principais saídas para o produto. Os bielorrussos estão entre os três maiores exportadores de nutrientes potássicos do mundo – Canadá e Rússia integram a lista -, e o Brasil é o segundo maior consumidor global desse tipo de fertilizante, informa a consultoria GlobalFert. No ano passado, 25% dos 11,5 milhões de toneladas de potássio que o Brasil importou saíram de lá.

Governo Federal reforça prevenção a incêndios no Pantanal

Com o objetivo de fortalecer a proteção contra incêndios florestais no Parque Nacional do Pantanal Matogrossense (MT) e no bioma do Pantanal em Mato Grosso do Sul, o Governo Federal, por meio do Ministério do Meio Ambiente, anunciou acordos, novas ações e investimentos de prevenção e combate. Firmado com o Instituto Homem Pantaneiro (IHP), o primeiro acordo prevê a realização de aceiros, um novo sistema de monitoramento de embarcações e o impulso a pesquisas científicas sobre o impacto do fogo no Parque Nacional. O acordo firmado com o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul terá sua integração realizada pela Polícia Militar Ambiental e compreende todo o Pantanal no estado. Por meio da cooperação entre as entidades, o objetivo fortalecer fiscalização, monitoramento, intercâmbio de informações, inteligência e educação ambiental junto a todos os envolvidos nas ações. Para ações de prevenção e combate, serão usados os recursos que vêm do Fundo Mundial para o Meio Ambiente, no âmbito do projeto GEF-Terrestre, coordenado pelo MMA e implementado e executado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e pelo Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (FUNBIO), respectivamente. O projeto tem valor total de cerca de R$ 167 milhões, e prevê entre suas ações o resgate de animais silvestres em emergências ambientais, em especial ocorrências de incêndios florestais.

Especialistas apontam benefícios da bioeconomia para o desenvolvimento sustentável

A bioeconomia reúne atividades econômicas que utilizam recursos biológicos para um novo modelo de desenvolvimento. Representantes do governo, pesquisadores e empresários ressaltaram, na audiência pública, a eficácia de conjugar o ambiente de produção de conhecimento científico e as empresas privadas na busca de produtos inovadores. Segundo a Agência Câmara a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), por exemplo, apresentou várias vertentes da bioeconomia em pesquisas que estão sendo feitas na Amazônia: do cultivo mecanizado e controle de pragas na produção de mandioca ao melhoramento genético do guaraná. O presidente da Embrapa, Celso Moretti, falou também sobre o uso de tecnologia em plantas forrageiras, aquelas empregadas na alimentação de animais, o que evitou, ao longo dos anos, o desmatamento de 23 milhões de hectares na região. Uma das estrelas dos programas governamentais de apoio à bioeconomia é o grafeno, produzido a partir do grafite. Sozinho ou combinado com outros materiais, ele tem uma variedade de aplicações, que vão da dessalinização da água do mar ao uso em cosméticos. Coordenador de um centro especializado neste material na Universidade de Caxias do Sul (RS), Diego Piazza explicou que é possível aliar o uso do grafeno aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU) e detalhou os benefícios para o meio ambiente.

Veja mais notícias

Agência Câmara
Especialistas apontam benefícios da bioeconomia para o desenvolvimento sustentável

Governo Federal
Crédito rural libera R$ 27 bilhões no primeiro mês da safra 2021/2022

Governo Federal
Governo Federal reforça prevenção a incêndios no Pantanal

Jota
O problema da falta de concorrência na distribuição do querosene de aviação (QAV)

O Estado de S.Paulo
Empresas defendem projeto da Ferrogrão e saída para o ‘arco norte’

O Estado de S.Paulo
CGU vê risco extremo de sobrepreço no ‘tratoraço’

O Estado de S.Paulo
Planeta vai esquentar 1,5ºC uma década antes do previsto e terá eventos climáticos extremos, diz ONU

O Estado de S.Paulo
Com aquecimento global, Brasil produzirá menos alimento e terá desequilíbrio de CO2 na Amazônia

O Estado de S.Paulo
Orbia busca no exterior o sucesso obtido no Brasil

G1
Redação final do PL da regularização fundiária amplia brecha para grilagem, dizem ambientalistas

G1
Mudanças do clima: as previsões do IPCC para a América do Sul

G1
Uso de clones ajuda a aumentar produtividade nos seringais paulistas

Valor Econômico
Cargill e Continental Grain compram a Sanderson Farms

Valor Econômico
Mudanças climáticas elevam riscos às lavouras de soja 

Valor Econômico
Cotação do potássio dispara e pressiona margens no campo

Valor Econômico
Embarques de vinhos e suco de uva cresceram 261% no primeiro semestre

Valor Econômico
Preço da cebola segue abaixo do custo de produção em SP, diz Cepea

Valor Econômico
Preços do etanol sobem nos postos de 14 Estados e do DF, diz ANP

Valor Econômico
Incentivo à produção de cereais de inverno deve elevar colheita de trigo em SC em 70%

Valor Econômico
Conselho definirá na terça apoio a cafeicultor afetado por geadas

Anac
ANAC lança primeiro manual sobre segurança cibernética na aviação civil

Anac
Grupo de segurança operacional BGAST terá subgrupo para o aerodesporto

Anac
ANAC permite treinamento a distância para profissionais que atuam com artigos perigosos

Mapa
Comitê técnico do CDPC aprova proposta de R$ 1,32 bilhão para auxiliar cafeicultores prejudicados com a geada

Embrapa
Embrapa e UnB desenvolvem novo método de detecção do crestamento bacteriano em feijão

Embrapa
Projeto Rentabilidade no Meio Rural apresenta resultados de avaliações econômicas de sistemas produtivos

CNA
CNA, Mapa, MRE, Apex-Brasil e Embrapa promovem capacitação para o mercado internacional

CNA
Produtores assistidos pela ATeG do Senar Goiás inovam criando aplicativo e produzindo iogurte na fazenda

SBA
Exportação de farelo de soja é a maior desde 2004

AgroLink
Andav inova e investe em conexões digitais

AgroLink
Jovens argentinos criam “rede social agrícola” 

AgroLink
Empresa inicia exportação de fertilizante mineral 

AgroLink
Menor moagem no Centro-Sul recupera cana em NY

AgroLink
Desempenho do ovo, na granja, na 31ª semana de 2021

AgroLink
Exportação de farelo de soja é a maior em 17 anos, diz Cepea

AgroLink
Terbutilazina marca nova era de combate a daninhas

AgroLink
Novo fertilizante combate stress da planta

AgroLink
O fungicida líder de mercado da Corteva chega com uma inovadora formulação

Revista Globo Rural
Relatório sobre clima é alerta vermelho ao mundo, aponta ONU

 

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »