ÍNDIOS PLANTAM SOJA NO MATO GROSSO E LEVANTAM POLÊMICA

//ÍNDIOS PLANTAM SOJA NO MATO GROSSO E LEVANTAM POLÊMICA

A tribo dos índios paresis, no Mato Grosso, há 15 anos entrou no agronegócio e está cultivando 10 mil hectares de soja com investimento pesado. Conforme o portal do G1, do plantio à colheita, só neste ano, ela deve movimentar algo em torno de R$ 50 milhões nas duas safras. Mas ainda esbarra em questões polêmicas: até hoje os órgãos públicos não entraram num acordo sobre a liberação dessas grandes lavouras. De tudo o que é colhido, o valor correspondente a 3 sacas por hectare é destinado tanto aos que trabalham quanto os que não atuam diretamente nela. No ano passado, o total distribuído chegou a R$ 2,7 milhões. Segundo um dos líderes mais engajados na defesa desse tipo de produção nas terras do seu povo, o agronegócio por aqui surgiu numa mistura de necessidade e vocação. Ele explica que o cultivo das lavouras trouxe de volta os índios que estavam trabalhando em fazendas vizinhas. A partir daí, foram estabelecidas parcerias entre os índios e os agricultores da região. “O Ibama nunca autorizou esse plantio, nunca licenciou a área”, diz o técnico da Funai. “Na prática, segundo Barros, isso significa que os índios ficam anônimos nessa situação: o agricultor vende a safra como se fosse dele”, destaca a nota.

 

Reforma agrária será debatida na Comissão de Agricultura



A Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) promove audiência pública na quarta-feira (20) para ouvir João Carlos Jesus Corrêa, presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), e Luiz Antônio Nabhan Garcia, secretário Especial de Assuntos Fundiários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). É o que informa a Agência Senado. Os convidados vão apresentar os programas prioritários e as novas diretrizes para o ordenamento fundiário nacional e para a reforma agrária do governo do presidente Jair Bolsonaro para os próximos anos. “A audiência foi requerida pela presidente da CRA, senadora Soraya Thronicke (PSL –MS), e está marcada para as 11h, no Plenário 07 na ala Senador Alexandre Costa”, informa a notícia.

 

Ministra da Agricultura planeja missão à China em maio para ampliar exportação de carnes e soja



O jornal Folha de S. Paulo destacou que a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou neste domingo (17) que planeja uma missão à China na primeira semana de maio. O objetivo é aumentar o número de estabelecimentos brasileiros habilitados (com autorização sanitária) para exportar carne suína, bovina e de frango para China, além de discutir a venda de soja. Segundo a ministra, o comércio com a China é muito importante para a agricultura brasileira. Na missão, uma das ideias é aumentar o leque de produtos exportados para os chineses. Tereza acompanha o presidente Jair Bolsonaro em viagem aos Estados Unidos. Ela deve ter reunião no banco Interamericano de Desenvolvimento e no Departamento de Agricultura. Na viagem, há expectativa de que a aproximação política entre os presidentes Donald Trump e Jair Bolsonaro facilite a solução de algumas pendências comerciais entre os dois países. Em relação à carne bovina in natura, cuja exportação para os EUA está suspensa desde 2017 por motivos sanitários, o governo brasileiro já enviou as respostas a todos os questionamentos dos americanos e espera sair de Washington com a promessa de uma missão técnica ao Brasil em breve. Já o Brasil deve anunciar uma cota de importação 750 mil toneladas de trigo sem tarifa, uma reivindicação americana (fora da cota, a tarifa aplicada é de 10%). “A cota corresponde a 13% do total de trigo importado pelo Brasil”, afirma a matéria.

 

Melhoramento genético e novas variedades garantem sobrevivência do café



Acauã é o nome de um pássaro robusto, com garras pretas, semelhante aos gaviões e comum no sertão nordestino. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, foi sua resistência à seca que inspirou o batismo de uma nova variedade de café cujos testes começaram no sul de Minas Gerais em 1982 e que só chega ao mercado nesta terça (19), em edição limitada empacotada como Matiello, pela Orfeu. São grãos que homenageiam um dos maiores especialistas em genética do café do Brasil, José Braz Matiello, 75, e resultam em uma bebida encorpada, com presença de acidez, doçura e notas de baunilha, caramelo e cacau. As pesquisas que esse agrônomo desenvolve há mais de 50 anos no setor cafeeiro precedem o trabalho do produtor no campo e têm a capacidade de influenciar o perfil da bebida que chega à nossa xícara. Esses novos cruzamentos, feitos naturalmente, nada têm a ver com a transgenia hoje difundida na cultura da soja e do milho, por exemplo. Para Matiello, com mais de 3.000 artigos publicados, o melhoramento genético do café, do qual sucedem árvores mais robustas, vigorosas e resistentes a pragas, é o que permite a perenidade dessa cultura. Segundo ele, variedades mais antigas tendem a ser substituídas, sobretudo em decorrência de novas doenças. Para o engenheiro agrônomo José Renato Dias, 47, “melhoramento genético e novas tecnologias são muito importantes para a sobrevivência da própria cafeicultura”.

 

NA IMPRENSA

ANAC – Governo obtém R$ 2,377 bilhões em concessão de aeroportos em blocos

 

Embrapa – Manejo Integrado de Pragas e de Doenças no tomate e algodão é tema de seminário em Goiás

 

Embrapa – AGTech Meio-Norte vai popularizar a ciência

 

Embrapa – Prosa Rural: Cultivares de alface tolerantes a altas temperaturas

 

Embrapa – Oficina em Marabá vai discutir indicadores de sustentabilidade para propriedades rurais na Amazônia

 

Mapa – Portaria publicada nesta sexta-feira beneficia mais de 230 mil famílias com o Garantia Safra

 

Mapa – Missão Técnica de Cooperativas do Mercosul a Israel será coordenada pelo Brasil

 

Mapa – Governo libera R$ 73 milhões para serem aplicados no seguro rural neste e no próximo mês

 

Mapa – Proteção de cultivares passa a ser cem por cento automatizada

 

Mapa – Mapa reabre importação de frutas frescas da Argentina

 

Mapa – Brasil e Paraguai vão construir uma agenda comum sobre o agronegócio

 

Mapa – Resultados do grupo de trabalho de agrometeorologia devem ficar prontos até 7 de maio

 

Alesp – Deputados eleitos para a 19ª Legislatura tomam posse na Alesp

 

Alesp – Parlamentares elegem nova Mesa Diretora

 

Câmara dos Deputados – Governo pede crédito suplementar de R$ 248,9 bilhões para cumprir “regra de ouro”

 

Câmara dos Deputados – Frente parlamentar promove degustação de cafés

 

Senado Federal – Reforma agrária será debatida na Comissão de Agricultura

 

Correio Braziliense – Ex-ministro da agricultura critica políticas econômicas para o setor

 

Correio Braziliense – Agricultura familiar vai abastecer todas as escolas públicas do DF

 

Folha de S. Paulo – Ministra da Agricultura planeja missão à China em maio para ampliar exportação de carnes e soja

 

Folha de S. Paulo – Caixa-preta mostra ‘clara semelhança’ entre acidentes com Boeing 737 Max, diz Etiópia

 

Folha de S. Paulo – Próximo leilão será de aeroportos no Sul, Manaus e Goiânia

 

Folha de S. Paulo – Melhoramento genético e novas variedades garantem sobrevivência do café

 

Folha de S. Paulo – Marcos Sawaya Jank – Acordo EUA-China e o agro brasileiro

 

Folha de S. Paulo – Mercado Aberto – Além da banana, a maçã

 

G1 – Aposentadoria rural: INSS validará autodeclaração de tempo de serviço até o fim de 2019

 

G1 – No Amapá, coletores de açaí se beneficiam de certificação ambiental reconhecida mundialmente

 

G1 – Conab indica que Brasil terá segunda maior safra de grãos da história

 

G1 – Falta de chuvas prejudica colheita de soja na Bahia

 

G1 – Índios plantam soja no Mato Grosso e levantam polêmica

 

G1 – Boeing 737 Max já havia sido alvo de alerta de pilotos meses antes do desastre da Etiópia

 

G1 – Norwegian inicia operação no Brasil com voo entre Rio e Londres por cerca de R$ 1 mil

 

G1 – Leilão dos aeroportos vai diminuir bloqueio de gastos do governo

 

O Estado de S. Paulo – Vencer Limites – GOL ganha selo de acessibilidade por rampa móvel

 

O Estado de S. Paulo – Direto da Fonte – Preços mínimos do leilão de aeroportos causam impacto político

 

O Estado de S. Paulo – Para o governo, não houve surpresa na arrecadação com aeroportos

 

O Globo – Governo Bolsonaro vai leiloar mais 22 aeroportos, incluindo Curitiba e Manaus

 

O Globo – Cota sem tarifa do Brasil para trigo sai mesmo sem contrapartida dos EUA

 

Valor Econômico – Ministério da Agricultura libera R$ 73 milhões para seguro rural

 

Valor Econômico – ADM compra empresa de citrus da Europa

 

Valor Econômico – Declaração de chanceler sobre China gera mal-estar com o agronegócio

 

Valor Econômico – Ânimo renovado para o plantio de trigo no Sul

 

Valor Econômico – Concorrência da Rússia derruba preço do cereal nas bolsas americanas

 

Valor Econômico – Cota para trigo importado deve sair mesmo sem contrapartida dos EUA

 

Zero Hora – Tecnologia, conscientização e treinamento do produtor: o pacote de soluções contra a deriva

 

Zero Hora – Expodireto-Cotrijal chega a R$ 2,42 bilhões em negócios

 

Zero Hora – Gisele Loeblein – Por que cresce a compra de máquinas agrícolas com recursos próprios

 

Agrolink – Albaugh faz quatro anos no Brasil e busca US$ 340 milhões

 

__________________________________________________________________________________________

 

 

 

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.