ABASTECIMENTO DE GASOLINA DE AVIAÇÃO SERÁ NORMALIZADO, DIZ PETROBRAS

//ABASTECIMENTO DE GASOLINA DE AVIAÇÃO SERÁ NORMALIZADO, DIZ PETROBRAS

A Petrobras informou nesta quinta-feira, 10, que o abastecimento de gasolina de aviação (avgas) será normalizado no País na próxima semana com a chegada de uma nova carga importada, depois que a produção da Refinaria Presidente Bernardes-Cubatão (RPBC) foi interrompida por uma parada para manutenção da unidade. A planta é a única no País que produz o combustível, destaca o portal da Istoé. A avgas é utilizada em aviões agrícolas para pulverização de produtos químicos nas lavouras, e segundo o Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag) está em falta desde dezembro em distribuidoras de todo País, justamente no momento em que a o tratamento aéreo é necessário. A Petrobras informou que durante a parada, cujo período não foi divulgado, vai continuar importando o produto para atender o mercado até a plena retomada da refinaria. “Os clientes foram previamente avisados e a companhia está realizando importações do derivado para o suprimento do mercado, sem reflexos no preço às distribuidoras, uma vez que a política de preços do produto está mantida e, por ser referenciada ao mercado internacional, independe da fonte de suprimento (produção própria ou importação)”, informou a Petrobras em nota ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

Governador do Ceará sanciona lei que proíbe pulverização aérea nas lavouras do estado

O portal Brasil de Fato informou que o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), sancionou na última terça-feira (8) a lei que proíbe a pulverização aérea de agrotóxicos nas lavouras do estado. A informação foi publicada em Diário Oficial no dia seguinte e é considerada uma vitória dos movimentos populares, que denunciam problemas decorrentes da utilização abusiva de veneno na região. O projeto 18/2015, que havia sido aprovado pela Assembleia Legislativa no dia 18 de dezembro, é de autoria do deputado estadual Renato Roseno (PSOL). A lei recebeu o nome de Zé Maria do Tomé, em homenagem a José Maria Filho, trabalhador rural, líder comunitário e ambientalista morto em 2010 com 25 tiros de pistola, na zona rural de Limoeiro do norte. O assassinato foi uma retaliação à atuação de Zé Maria contra a pulverização aérea de agrotóxicos, contra a expulsão de agricultores de comunidades da Chapada do Apodi e contra a grilagem de terras públicas.

Agronegócio se manifesta contra lei que proíbe pulverização aérea

Em sinal de protesto contra a decisão do Governo do Estado, que sancionou a Lei que proíbe a pulverização aérea com defensivos agrícolas em toda a geografia do Ceará, o empresário Carlos Prado renunciou à Coordenação da Câmara Setorial do Agronegócio. Ele é considerado o principal líder do agronegócio cearense, destaca o portal Diário do Nordeste. Na mensagem transmitida ao secretário Maia Júnior, o empresário Carlos Prado diz: “Com relação à sanção da Lei que proíbe a pulverização aérea no Ceará, refleti a respeito e decidi renunciar ao cargo de Presidente da Câmara Setorial do Agronegócio. Não me vejo confortável, participando oficialmente de um trabalho para o agronegócio em colaboração com o setor público, em um Estado onde o próprio governador sanciona Lei que inibe o desenvolvimento dessa atividade, gerando o desemprego de grande número de pessoas. Enquanto isso, o País acaba de assumir o uso de drones , fornecidos por Israel, para introduzir tecnologia de ponta na pulverização aérea, já com o Ceará excluído dessa iniciativa. Continuarei colaborando com o sucesso dos trabalhos do amigo, nesse novo desafio na SDE, sempre que solicitado”.

Queda do dólar paralisa vendas de soja no Brasil

O Valor Econômico destaca que a queda do dólar ante o real paralisou as vendas de soja no país. Com o fortalecimento da moeda, que reduz a receita em reais para o exportador brasileiro, o agricultor passou a segurar as vendas na expectativa que a moeda volte a se valorizar, ou de que choques externos melhorem a cotação da oleaginosa no mercado internacional. A emenda porém, pode sair pior que o soneto, já que os preços podem cair e o agricultor pode ver a produção se desvalorizar ainda mais. No momento, a comercialização de soja do ciclo 2018/19 está ao redor de 45% da estimativa de produção, de acordo com a avaliação de André Pessôa, sócio-diretor da consultoria Agroconsult.

 

NA IMPRENSA

Câmara dos Deputados – Projeto prioriza distribuição de alimentos da agricultura familiar a entidades socioassistenciais

Câmara dos Deputados – Deputados e ambientalistas destacam legado de Chico Mendes

Senado Federal – Sob polêmica, avança projeto que flexibiliza rotulagem de transgênicos

Mapa – Governo reajusta preço mínimo de produtos extrativos

Mapa – Conab estima produção de grãos em 237,3 milhões de toneladas

Anac – ANAC divulga dados de manifestações de passageiros do transporte aéreo

Embrapa – Eficiência da adubação nitrogenada da pastagem depende de condições climáticas

Brasil de Fato – Governador do Ceará sanciona lei que proíbe pulverização aérea nas lavouras do estado

Diário do Nordeste – Agronegócio se manifesta contra lei que proíbe pulverização aérea

Istoé – Abastecimento de gasolina de aviação será normalizado, diz Petrobras

Correio Braziliense – Safra 2018 tem revisão para baixo em dezembro em soja, milho e trigo, diz IBGE

Zero Hora – Sinais do tempo nos números da safra

Valor Econômico – Commodities Agrícolas

Valor Econômico – Falta de chuva no Sul ainda ameaça a safra

Valor Econômico – Queda do dólar paralisa vendas de soja no Brasil

Valor Econômico – Pátria adquire mais uma distribuidora de insumos

Valor Econômico – Alimentos e transportes puxam inflação em 2018

Estadão – Ministro do Meio Ambiente defende permanência do Brasil no Acordo de Paris

G1 – Conab deixa de estimar safra de soja recorde e cita ‘danos irreversíveis’ por estiagem

G1 – IBGE vê safra de café 10,8% menor em 2019, a 53,4 milhões de sacas

Folha de S. Paulo – Clima exige cautela nas avaliações de safra deste ano

Mais Soja – Regiões agrícolas brasileiras puxam crescimento do PIB

Mais Soja – Demandas das cooperativas agro são entregues ao MAPA

Mais Soja – Cadastro para Pessoa Física é obrigatório a partir de 15 de janeiro, alerta Farsul

Mais Soja – Plantas daninhas: gestão entre o urgente e o importante

Mais Soja – Buva resistente a herbicidas no Paraguai

Mais Soja – SOJA/RETRO 2018: em ano de safra recorde, disputa comercial favorece exportação e preço sobe

Mais Soja – MILHO/RETRO 2018: clima prejudica produção em 2018, preço interno sobe e exportação cai

Mais Soja – ANA lança nova edição do Atlas da Irrigação

Mais Soja – Falta de combustível de aviação ameaça parar frota aeroagricola e prejudicar lavouras no País  (o mais soja tirou do site do SINDAG)
__________________________________________________

O Boletim NK, produzido pela NK Consultores Relações Governamentais, é uma compilação das principais notícias publicadas em meios de comunicação do país sobre temas ligados ao setor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »